Biblioteca Florestal
Digital

Uso de geotecnologias na locação espacial de torres para detecção de incêndios florestais

Show simple item record

dc.contributor.advisor Mendonça, Izaque Francisco Candeia de
dc.contributor.author Assis, Fellipe Ragner Vicente de
dc.date.accessioned 2014-04-24T11:32:26Z
dc.date.available 2014-04-24T11:32:26Z
dc.date.issued 2013-02-27
dc.identifier.citation ASSIS, F. R. V. Uso de geotecnologias na locação espacial de torres para detecção de incêndios florestais. 2013. 43 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, Patos. 2013. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/8105
dc.description Trabalho de Conclusão de Curso defendido no Centro de Saúde e Tecnologia Rural - Universidade Federal de Campina Grande pt_BR
dc.description.abstract Os SIG’s constituem ótima ferramenta para implantação de torres para detecção de incêndios, pois possibilitam a manipulação de grande volume de informações. Neste sentido o objetivo do presente estudo foi identificar e gerar um mapa de risco de incêndios florestais, usar estas informações para identificar os locais ideais para implantação de torres de vigilância contra incêndios florestais e, por fim, avaliar a potencialidade do SIG (IDRISI Andes v. 15.0) para aplicação da metodologia proposta. O estudo foi realizado na microbacia do Rio do Saco, município de Santa Luzia – PB. Foram utilizados os softwares IDRISI Andes (Versão 15.0) e AutoCAD 2010, as imagens orbitais GLS 2005 do Landsat-5, sensor TM e ETM, ResourceSat, sensor “LIS3” e o Modelo Digital de Elevação do projeto ASTER GDEM. Os planos gerados foram os mapas de declividade, uso do solo e cobertura vegetal, orientação das encostas, altimetria, temperatura, precipitação e risco potencial de incêndio, que foi correlacionado com as cotas de maior altitude e a proximidade de estradas para alocação das torres. Os resultados mostraram que as três classes de maior risco de ocorrência de incêndios, quando somadas suas áreas de abrangência totalizaram 5863,1 ha (61,64 %), tendo a área um elevado potencial de risco de incêndio. Já com relação à locação das torres, a torre 1 (T1) proporcionou maior visualização (41,2 %) das áreas de risco alto, muito alto e extremo, relativo as demais torres individualmente. Já se tratando de duas torres simultâneas a combinação que apresentou maior área de visualização foi T1 + T5 (74,9%), com ganho de 20% se comparado à implantação apenas de T1. Os resultados traduzem êxito da metodologia na determinação dos locais ideais para instalação de torres de vigilância contra incêndios florestais, atendendo satisfatoriamente aos objetivos propostos, permitindo a indicação dos procedimentos metodológicos adotados em outras áreas da região semiárida do Nordeste brasileiro com características fisiográficas semelhantes à área avaliada nessa pesquisa. A utilização do SIG mostrou-se satisfatória, uma vez que suas rotinas foram capazes de atender, de forma rápida precisa, a todos os procedimentos requeridos para o trabalho. pt_BR
dc.description.abstract The SIG's are a great tool for deployment of towers for fire detection, they allow the manipulation of large volumes of information. In this sense the objective of this study was to identify and generate a map of risk of forest fires, use this information to identify the ideal locations for deployment of watchtowers against wildfires and ultimately evaluate the potential of GIS (IDRISI Andes v . 15.0) for the proposed methodology. The study was conducted in the watershed of the Saco River in the city of Santa Luzia - PB. We used the IDRISI Andes software (Version 15.0) and AutoCAD 2010, 2005 GLS satellite images from Landsat-5, sensor TM and ETM, ResourceSat, sensor "LIS3" and Digital Elevation Model ASTER GDEM project. The plans were generated maps of slope, land use and vegetation cover, orientation of slopes, altitude, temperature, precipitation and potential fire hazard, which was correlated with the dimensions of higher altitude and proximity to roads for allocation of the towers. The results showed that the three classes of higher risk of fires, when added their coverage areas totaled 5863.1 ha (61.64%), with the area of high potential risk of fire. Now with regard to the lease of the towers, the tower 1 (T1) provided greater viewing (41.2%) of the areas of high risk, very high and extreme on the other towers individually. Already dealing with two towers simultaneous combination with the highest viewing area was T1 + T5 (74.9%), with a gain of 20% compared to the deployment of T1 only. The results reflect successful methodology in determining the ideal locations for installation of watchtowers against forest fires, satisfactorily meeting the proposed objectives, allowing the indication of the methodological procedures adopted in other areas of the semiarid region of northeastern Brazil with characteristics similar to the physiographic area evaluated this research. The use of GIS was satisfactory, since their routines were able to meet, quickly need in all procedures required for the job. pt_BR
dc.format 43 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Campina Grande pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Geoprocessamento e sensoriamento remoto pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Incêndios florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Manejo de bacias hidrográficas pt_BR
dc.title Uso de geotecnologias na locação espacial de torres para detecção de incêndios florestais pt_BR
dc.title Using geotechnology on space towers for forest fire detection pt_BR
dc.type TCC pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
2012_Uso-de-geo ... e-incêndios-florestais.pdf 390.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account