Biblioteca Florestal
Digital

Influência do espaçamento e da idade na produção de biomassa e na rotação econômica em plantios de eucalipto

Show simple item record

dc.contributor.advisor Nogueira, Gilciano Saraiva
dc.contributor.author Paulino, Erik Júnior
dc.date.accessioned 2014-04-11T12:35:03Z
dc.date.available 2014-04-11T12:35:03Z
dc.date.issued 2012-05-30
dc.identifier.citation PAULINO, E. J. Influência do espaçamento e da idade na produção de biomassa e na rotação econômica em plantios de eucalipto. 2012. 59 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina. 2012. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/7991
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri pt_BR
dc.description.abstract Objetivou-se com este trabalho estudar o efeito do espaçamento de plantio e do tempo na produção de biomassa, na rotação econômica, e em variáveis de povoamento e dendrométricas de plantios clonais de eucalipto. Foi instalado um experimento em áreas da empresa APERAM BIOENERGIA, no município de Itamarandiba - MG, utilizando o delineamento experimental, blocos ao acaso. As parcelas foram constituídas por cinco espaçamentos iniciais de plantio (3,0 x 0,5 m; 3,0 x 1,0 m; 3,0 x 1,5 m; 3,0 x 2,0 m e 3,0 x 3,0 m) e as épocas de medição ocorreram aos 7, 12, 18, 24, 48, 61, 77, 85 e 102 meses. A partir das informações coletadas em campo, foram estimados para cada tratamento o volume e a biomassa por hectare, a densidade básica, o poder calorífico superior, além de outras variáveis dendrométricas e de povoamento. Verificou-se que o espaçamento e a idade influenciaram significativamente nos valores de diâmetro médio, de altura total, de área basal por hectare, de volume total por hectare, de biomassa por hectare, de densidade básica da madeira e de poder calorífico superior. O crescimento em volume por hectare em biomassa por hectare e em área basal por hectare apresentou relação direta com a densidade de plantio, sendo os maiores valores obtidos nos menores espaçamentos. Por outro lado, o diâmetro médio e a altura total das árvores apresentaram correlação negativa com a densidade de plantio. A densidade básica tende a aumentar com o espaçamento e com a idade das árvores. E o poder calorífico tende a elevar-se com a idade e com o espaçamento de plantio. Os espaçamentos estudados não influenciaram a porcentagem de sobrevivência das árvores. A rotação técnica e a rotação econômica ocorreram mais cedo nos plantios com espaçamento menor. Para todos os espaçamentos a idade técnica de corte foi inferior à idade econômica de corte. O espaçamento 3,0 x 1,5 mostrou-se como a opção mais atrativa segundo os critérios VPL e BPE, considerando a venda de madeira em pé. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this work was to study the effect of planting spacing and time in the production of biomass in the economic rotation, and dendrometric variable and stand variables of a stand of eucalyptus clonal. The experiment was performed in areas of the company APERAM BIOENERGIA in the city of Itamarandiba, MG, using a randomized block design. The plots consisted of five spacing initial (3.0 x 0.5 m, 3.0 x 1.0 m, 3.0 x 1.5 m, 3.0 and 3.0 x 2.0 x 3.0 m) and measurements were performed at 7, 12, 18, 24, 48, 61, 77, 85 and 102 months. From the information collected in the field were estimated for each treatment the volume and biomass per hectare, density, calorific value, and other dendrometric variable and stand variables. It was found that the spacing and age influence significant on the values of average diameter, height total, basal area, volume total per hectare, biomass per hectare, density and calorific value. The growth in volume per hectare in the biomass per hectare and basal area per hectare was directly related to planting density, and the higher values for the smaller spacing. On the other hand the average diameter and total height of the trees were negatively correlated with the density. The specific gravity tends to increase with age and with the spacing of the trees. And the calorific value tends to rise with age and with the planting spacing. The spacing did not influence the survival rate of trees. The technique rotation and economic rotation occurred earlier in smaller plantings spaced. For all spacing the technique age cutting was higher than the economic age cutting. The spacing of 3.0 x 1.5 proved to be a more attractive option according to the criteria net present value and equivalent periodic benefit, considering the sale of standing timber. pt_BR
dc.format 59 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Economia e otimização florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Energia de biomassa florestal pt_BR
dc.title Influência do espaçamento e da idade na produção de biomassa e na rotação econômica em plantios de eucalipto pt_BR
dc.title Influence of spacing and the age on biomass production and economic rotation in eucalypt plantations pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Dissertacao_Erik Junior Paulino.pdf 1.035Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account