Biblioteca Florestal
Digital

Biologia Reprodutiva de Anacardium giganteum W. Hancock ex Engl – Cajuaçu ocorrente no Município de Bragança, Pará

Show simple item record

dc.contributor.advisor Ohashi, Selma Toyoko
dc.contributor.author Takehana, Cintia Lika Inada
dc.date.accessioned 2014-03-17T13:46:29Z
dc.date.available 2014-03-17T13:46:29Z
dc.date.issued 2010-08-31
dc.identifier.citation TAKEHANA, C. L. I. Biologia Reprodutiva de Anacardium giganteum W. Hancock ex Engl – Cajuaçu ocorrente no Município de Bragança, Pará. 2010. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém. 2010. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/7425
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal Rural da Amazônia pt_BR
dc.description.abstract Avaliou-se e descreveu-se a biologia reprodutiva de Anacardium giganteum W. Hancock ex Engl. – cajuaçu ocorrente no município de Bragança, Pará, através de estudo fenológico, descrição morfológica da inflorescência e da flor, avaliação da atividade floral e registro, identificação e avaliação do comportamento dos principais visitantes florais, e a identificação e a descrição da entomofauna associada aos danos florais e foliares de cajuaçu. A fenologia foi avaliada através de observações mensais de 20 árvores, sendo registrada a ausência ou presença das fenofases reprodutivas e vegetativas da espécie, correlacionando-as com as variáveis precipitação e temperatura. Foram mensuradas e contabilizadas variáveis relacionadas às características morfológicas da inflorescência e das flores; a verificação da atividade floral foi feita através de acompanhamento de 30 flores, sendo que foram registradas alterações de cor e posição do estigma e da antera nos horários observados. Os visitantes florais foram avaliados através de torres de observações. Registrou-se o comportamento de cada espécie para verificar o possível polinizador e calculou-se a sua frequência de ocorrência e abundância relativa. A entomofauna foi identificada através da avaliação dos danos em inflorescências/flores e folhas e baseada também no registro da presença ou ausência destes. A espécie apresentou folhas maduras durante quase todo o tempo de observação, além de apresentar desfolhamento e enfolhamento em diferentes picos de atividade. A floração apresentou maiores picos durante dois meses e a frutificação ocorreu em paralelo a esta fenofase, coincidindo com o período chuvoso. As fenofases estudadas apresentaram correlações significativas com as variáveis climáticas, podendo afirmar que a espécie apresentou sazonalidade nos eventos fenológicos. Quanto à biologia floral, a espécie é andromonoica e as flores apresentam variações no número de estames férteis e no número de pétalas. A antese foi diurna e foi observada alteração na cor e na posição do estigma e estame conforme ocorria o processo de antese floral. A flor hermafrodita (não fecundada) e a flor masculina duraram, aproximadamente, 72 e 24 horas, respectivamente, sendo que ambas apresentaram alteração de cor para vermelho-vinho. Quanto aos visitantes florais, obteve-se 2.876 visitas em todas as observações realizadas, sendo que ocorreram, em média, 230,40 visitas por inflorescência por árvore, durante 12 horas (06:00 às 18:00 horas) de observação.Dos insetos visitantes, foram identificadas 28 espécies pertencentes a 13 famílias distribuídas em quatro ordens, dentre as quais, o grupo das abelhas foi o mais importante e indicando serem os prováveis polinizadores de cajuaçu. As inflorescências/flores e folhas apresentam muitos danos e a entomofauna associada a esses danos foram no total de seis espécies pertencentes a seis famílias e quatro ordens. A frequência de ocorrência da entomofauna variou entre árvores amostradas, porém as famílias Cecidomyiidae e Oecophoridae obtiveram frequência de 100%. A presença de danos causados por esta entomofauna deve ser considerada quando adotado o sistema de plantio. pt_BR
dc.description.abstract The reproductive biology of Anacardium giganteum W. Hancock ex Engl. present in Bragança, district of Pará state, was evaluated and described through its phenology study, morphological and inflorescence description, evaluation of the flower activity and its registration, identification and evaluation of its main flower visitors and entomofauna identification and description along with the damages caused by it to the cajuaçu flowers and leaves. The Phenology was evaluated through monthly observation of 20 trees. The absence or presence of reproductive and vegetative phenophases of the species were recorded relating them to rainfall and temperature variables. Morphological and Inflorescence variable characteristics were measured and counted. Flower activity verification was performed through the close observation of 30 flowers. During the observation hours, changes to the color and stigma position were registered. Flower visitors were evaluated through watch towers. Each species behavior was registered in order to determine the possible pollinator along with its occurrence frequency and relative abundance which were calculated. Entomofauna was identified through the absence or presence of damages to the inflorescence and to the flowers. During the observation time, the species presented mature leaves and different peaks of foliage and defoliation activity. Foliage presented the highest peaks two months at the same time as the fruiting, which coincided with the rainy season. The studied phenophases showed significant correlation with climatic variables, which enables us to say that the species present seasonality in the phonological events. As for the floral biology, the species is andromonoic and the flowers it present variation in the number of fertile stamens and in the number of petals was found. As the diurnal flower anthese process developed, changes in the stigma position and stamen happened. Respectively, the hermaphrodite flower (not fertilized) and the male flower lasted about 72 and 24 hours, both of which showed a color change to red wine. There were 2,876 flower visitors observed. On average, the number of visitors was 230,40 per inflorescence per tree during the 12 hours (6 am to 6 pm) of observation. 28 species belonging to 13 families distributed in four orders were identified among the visiting insects, being the bee group it was the most important one and the responsible for the pollinization of cajuaçu, maybe, the cajuaçu inflorescence and leaves presented very damages and the entomofauna associated with these damages it was amounted to six species distributed in six families in four orders. The frequency of occurrence of the entomofauna varied among tree sampled. Only the Cecidomyiidae e Oecophoridae families presented 100% of the frequency. The occurrence of damages caused by this entomofauna must be taken into account when adopting the planting system. pt_BR
dc.format 90 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal Rural da Amazônia pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sistemas agroflorestais pt_BR
dc.title Biologia Reprodutiva de Anacardium giganteum W. Hancock ex Engl – Cajuaçu ocorrente no Município de Bragança, Pará pt_BR
dc.title Reproductive biology of Anacardium giganteum W. Hancock ex Engl. - cajuaçu present in Bragança, district of Pará state pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Cintia Lika Inada Takehana.pdf 7.366Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account