Show simple item record

dc.contributor.author IPEF, Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
dc.date.accessioned 2014-02-17T17:22:53Z
dc.date.available 2014-02-17T17:22:53Z
dc.date.issued 1976-11
dc.identifier.citation INSTITUTO DE PESQUISAS E ESTUDOS FLORESTAIS. Boletim Informativo. Piracicaba: Boletim Informativo, v. 4, n. 13. 1976. 45 p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/6996
dc.description O conteúdo está apresentado em: Informações gerais; A introdução de espécies florestais exóticas e o processo de adaptação; Zoneamento ecológico para o reflorestamento de regiões tropicais e subtropicais; Eucaliptos e coníferas aptos para o reflorestamento na região latitudinal tropica; Ensaios com herbicidas, visando o controle de ervas daninhas, em florestas implantadas de Pinus e Eucalyptus – apanhado geral dos trabalhos em desenvolvimento no IPEF: Introdução / Estudo da viabilidade de aplicação de herbicidas na cultura do Eucalyptus saligna Smith / Ensaio sobre o efeito de dosagens crescentes de herbicida surflan sobre diferentes espécies de Eucalyptus e Pinus tropicais / Ensaio com herbicidas visando o controle de ervas daninhas em Pinus caribaea var. caribaea / Ensaio visando o controle químico da tiririca – (Cyperus rotundus) / Estudo da viabilidade de aplicação de herbicidas na cultura do Eucalyptus saligna Smith / Análise da fitotoxidez de alguns herbicidas em Pinus e Eucalyptus / Resumo dos produtos testados e sua fitotoxidez. pt_BR
dc.description.abstract Ao iniciar um reflorestamento, o florestal geralmente preocupado, com problemas de organização ou financeiros, não dá a devida atenção a dois fatores fundamentais que são: a escolha da espécie mais apropriada e a utilização de sementes de boa qualidade. Na região nordeste e centroleste do Estado de São Paulo, Pinus elliottii, extensamente cultivado até 1967, apresenta um incremento volumétrico anual de 7 a 10 m3 por hectare, enquanto que Pinus caribaea produz de 25 a 35 m3. Diferenças de produção se observam também em Eucalyptus, quando se emprega sementes de tipo comercial de produção interna e sementes melhoradas de produção australiana. Uma outra vantagem que oferece a semente melhorada e que dá origem a indivíduos de crescimento mais uniforme, condição esta que proporciona uma maior percentagem de rebrota após o 2o, 3o e 4o corte, prolongando ainda mais o ciclo de produção. Em condições ideais, a indicação das espécies aptas teria que basear-se sobre uma experimentação de, pelo menos, 25 anos.Esta condição raramente existe num pais em desenvolvimento, porem, pode existir em algumas regiões e faltar em outras. Por outra parte, o grande interesse pelo reflorestamento surgido no Brasil, nos últimos 7 anos, exige com urgência, uma serie de informações, ainda que aproximadas e não definitivas, que orientem o florestal no trabalho que vá realizar. Por isto, antes de iniciar um plano de reflorestamento e necessário que exista, pelo menos, um estudo prévio que indique quais as espécies que convém utilizar, seu rendimento volumétrico estimado dentro de um ciclo de exploração estabelecido, e um estudo de custo/beneficio sobre a rentabilidade da futura plantação. Estas informações podem ser obtidas pelos diferentes tipos de zoneamento, um ecológico e outro econômico, logicamente preparados por dois diferentes especialistas. pt_BR
dc.format 45 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher IPEF - Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Boletim informativo;13
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Florestamento e reflorestamento pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.title Boletim informativo pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
ipef-boletim-informativo-1976-vol-04-n-13.pdf 264.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Boletim informativo

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account