Biblioteca Florestal
Digital

Perdas de solo e mercúrio em diferentes usos e manejos da terra na região do Baixo Tapajós

Show simple item record

dc.contributor.advisor Chaves, Enrique Marinho Leite
dc.contributor.author Tagliari, Paula Durante
dc.date.accessioned 2014-01-21T10:20:55Z
dc.date.available 2014-01-21T10:20:55Z
dc.date.issued 2009-08
dc.identifier.citation TAGLIARI, P. D. Perdas de solo e mercúrio em diferentes usos e manejos da terra na região do Baixo Tapajós. 2009. 116 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Faculdade de Tecnologia, Universidade de Brasília, Brasília. 2009. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/6249
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Faculdade de Tecnologia, Universidade de Brasília pt_BR
dc.description.abstract Na Amazônia, algumas iniciativas de pesquisa buscam utilizar a abordagem ecossistêmica em saúde humana para esclarecer as relações sinérgicas do desmatamento com a ocorrência da contaminação por mercúrio nos ecossistemas aquáticos. Análises experimentais apontam para a existência de uma fonte de contaminação mercurial distinta do garimpo do ouro – por muito tempo considerado como a única origem do mercúrio contaminante dos ecossistemas aquáticos. Observou-se a presença natural do metal nos solos. Outros estudos apontam para influência do desmatamento sobre a mobilização do mercúrio, estocado no horizonte orgânico do solo, ao ecossistema aquático, onde sofre bioacumulação ao longo da cadeia trófica, afetando as comunidades que utilizam os recursos pesqueiros para seu consumo alimentar. Este trabalho supõe que a erosão é o principal meio deste metal chegar aos corpos d’água, tornando-se tóxico ao homem. Pretende-se avaliar a erosão do solo na região do Baixo-Tapajós no estado do Pará, utilizando a Equação Universal de Perdas de Solo, em três comunidades: São Tomé, Agrovila Araipa e Nova Estrela e consequentemente o teor de mercúrio nesses solos. pt_BR
dc.description.abstract In the Amazon, some research initiatives have been seeking to use the ecosystem approach to human health, in order to clarify the synergistic relationships between deforestation and mercury contamination of the aquatic ecosystems. Previous studies indicate that the source of contamination originates from the process of using mercury amalgamation for gold extraction - long regarded as the single source of mercury contamination of aquatic ecosystems. However, there is also a natural presence of metals in soils, and other studies point to the influence of deforestation on the mobilization of mercury stored in organic horizon soil. The aquatic ecosystem is prone to bioaccumulation Hg along the food chain, and human communities are exposed through daily consumption of contaminated fish. This thesis shows that soil erosion is the primary process by which this metal reaches the water, and become toxic to humans. The intent is to assess and evaluate soil erosion in the region of the Low-Tapajos in the state of Pará, by using the equation of Universal Soil Loss in three communities: São Tomé, Agrovila Araipa and Nova Estrela, and consequently the concentration of mercury in these soils. pt_BR
dc.format 116 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Faculdade de Tecnologia, Universidade de Brasília pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Perdas de solo e mercúrio em diferentes usos e manejos da terra na região do Baixo Tapajós pt_BR
dc.title Loss of soil and mercury according to different land uses and management in the area of the Low Tapajós, Brazilian Amazon pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
dissertacao_Paula Durante Tagliari.pdf 9.807Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account