Biblioteca Florestal
Digital

O estado da arte da ecologia da restauração e sua relação com a restauração de ecossistemas florestais no bioma Mata Atlântica

Show simple item record

dc.contributor.advisor Engel, Vera Lex
dc.contributor.author Oliveira, Renata Evangelista
dc.date.accessioned 2014-01-15T13:48:44Z
dc.date.available 2014-01-15T13:48:44Z
dc.date.issued 2011-05-27
dc.identifier.citation OLIVEIRA, R. E. O estado da arte da ecologia da restauração e sua relação com a restauração de ecossistemas florestais no bioma Mata Atlântica. 2011. 241 f. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) - Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Botucatu. 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/6138
dc.description Tese de doutorado defendida na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” pt_BR
dc.description.abstract O presente trabalho teve como objetivos (i) Levantar e analisar as pesquisas desenvolvidas em ecologia da restauração, com foco nos pressupostos para o desenvolvimento da restauração ecológica; (ii) Analisar o estado da arte da restauração florestal no Brasil, tendo como foco principal as publicações e ações de restauração de ecossistemas florestais no Bioma Mata Atlântica. Para isso, foi realizada (i) uma investigação teórico-conceitual, análise documental e cronológica com foco na restauração ecológica e na restauração florestal no Brasil, (ii) uma análise comparativa entre o arcabouço bibliográfico existente para a Ecologia da Restauração, em diferentes regiões no mundo e as publicações e ações realizadas no Brasil; (iii) uma análise da evolução histórica da pesquisa em restauração florestal no Brasil, com foco no Bioma Mata Atlântica; (iv) o desenvolvimento de uma metodologia para análise situacional de estudos de caso (projetos e ações em restauração florestal); (v) o levantamento de indicadores de monitoramento e avaliação, para discussão sobre os atributos de ecossistemas restaurados e de características de uma boa restauração ecológica. No Capítulo I foram analisados 617 artigos e 76 textos editoriais, publicados em 14 periódicos de 1980 a 2008. Desses artigos, 26 referiram-se a pesquisas em ecossistemas florestais tropicais. Foi observado aumento crescente de artigos com o tempo, e a maioria das pesquisas se referiu a ecossistemas temperados. Uma análise dos filtros ecológicos enfocados demonstrou que, para ecossistemas tropicais, as ações de restauração estão relacionadas à regeneração natural, interações ecológicas e à manutenção de um pool de espécies mínimo para as comunidades estudadas. O Capítulo II traz uma caracterização e análise cronológica das ações de restauração na Mata Atlântica, a partir de 189 resumos publicados em 18 reuniões científicas, 108 dissertações e 17 teses, de 1980 a 2009. Traz ainda a caracterização de 09 estudos de caso, em 4 estados brasileiros, e a construção de uma linha do tempo, incluindo os principais eventos, ações, publicações e marcos legais relacionados à restauração, desde 1980. No Capítulo III foi gerada uma lista de 52 indicadores, relacionados a 28 aspectos ecológicos, econômicos e sociais para monitoramento da restauração. Esses indicadores foram avaliados por atores sociais, responsáveis por pesquisa e ação em restauração florestal em várias instituições brasileiras (universidades, institutos de pesquisa, órgãos governamentais e não governamentais e outros), para diferentes fases no processo de restauração. Na fase inicial (até 3 anos) destacam-se os indicadores econômicos e sociais. Nas fases seguintes, as categorias mais importantes referem-se a indicadores ecológicos, principalmente indicadores de biodiversidade. pt_BR
dc.description.abstract This study aimed to (i) Analyze the research conducted in Restoration Ecology, focusing on the assumptions for the development of ecological restoration, (ii) analyze the state of art of forest restoration in Brazil, focusing mainly on publications and actions to restore forest ecosystems in the Brazilian Atlantic Forest. For this, we performed (i) a theoretical-conceptual research, documental and chronological analysis focusing on ecological restoration and forest restoration in Brazil, (ii) a comparative analysis between the existing framework for the literature of Restoration Ecology, in different regions in the world and the publications and actions taken in Brazil; (iii) an analysis of the historical evolution of research on forest restoration in Brazil, focusing on the Atlantic Forest Biome; (iv) the development of a methodology for situational analysis of study cases (projects and activities in forest restoration), (v) the provision of monitoring and evaluation indicators for discussion about the attributes of restored ecosystems and characteristics of a good ecological restoration. In Chapter I we analyzed 617 articles and 76 editorial texts, published in 14 journals from 1980 to 2008. Of these articles, 26 referred to research in tropical forest ecosystems. We observed an increasing number of articles in time, and most researches have referred to temperate ecosystems. An analysis of ecological filters focused shown that for tropical ecosystems, the restoration actions are related to natural regeneration, ecological interactions and the maintenance of a minimum pool of species in the communities studied. Chapter II provides a chronological analysis and characterization of restoration activities in the Atlantic Forest (with analyses of 189 abstracts published in 18 scientific meetings, 108 dissertations and 17 theses), from 1980 to 2009. This chapter also brings the characterization of 09 case studies in four Brazilian states, and the construction of a timeline, including major events, actions, publications and legal marks related to forest restoration in Atlantic Forest, since 1980. In Chapter III a list of 52 indicators was elaborated, related to 28 ecological, economic and social aspects for monitoring of the restoration. These indicators were evaluated by stakeholders, responsible for researches and actions on forest restoration in several Brazilian institutions (universities, research institutes, governmental and non- governmental organizations and others) to different stages/phases in the restoration process. The results show that, according to these stakeholders, in the initial phase (until 3 years) the economic and social indicators have higher importance than others. In the following stages, the most important categories refer to ecological indicators, especially indicators of biodiversity. pt_BR
dc.format 241 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title O estado da arte da ecologia da restauração e sua relação com a restauração de ecossistemas florestais no bioma Mata Atlântica pt_BR
dc.type Tese pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Tese_Renata-Evangelista-de-Oliveira.pdf 4.798Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Tese

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account