Biblioteca Florestal
Digital

Modelagem do incremento de árvores individuais de Cedrela odorata L. na floresta amazônica

Show simple item record

dc.contributor.advisor Finger, César Augusto Guimarães
dc.contributor.author Cunha, Thiago Augusto da
dc.date.accessioned 2013-11-25T19:25:52Z
dc.date.available 2013-11-25T19:25:52Z
dc.date.issued 2009-08-05
dc.identifier.citation CUNHA, T. A. Modelagem do incremento de árvores individuais de Cedrela odorata L. na floresta amazônica. 2009. 88 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 2009. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/5288
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.description.abstract O crescimento periódico em área basal de 62 árvores de cedro (Cedrela odorata L.) foi reconstruído no período de 2005 a 2008, com emprego de técnicas dendrocronológicas em Porto Acre, AC, com o objetivo de quantificar e descrever sua taxa mediante relações com variáveis morfométricas, índices de competição, posição sociológica, forma da copa e ocorrência de lianas sobre a copa. Verificou-se diferença significativa do incremento periódico em área basal entre as classes de diâmetro avaliadas (Pr<0,0001), ocorrendo a maior taxa média na classe 70 a 90 cm, com 222,1 cm2 e a menor taxa nas árvores de menor porte (classe 10 a 30 cm) com 27,8 cm2. Alta variação (CV=71,5%) ocorreu na classe de diâmetro 10 a 30 cm decorrente, possivelmente, da má posição sociológica e da presença de lianas na copa. Os índices morfométricos: grau de esbeltez, índice de espaço vital e peso da copa são significativamente correlacionados com o incremento em área basal (r=- 0,647, Pr<0,0001; r=0,592, Pr<0,0001; r=0,366, Pr=0,0034), respectivamente. O status competitivo, medido pelo índice de Hegyi, Glover e Holl, e de competição vertical (ICV), mostrou influência negativa das árvores competidoras sobre o incremento em área basal do cedro. Seus valores médios de 0,96; 0,39 e 84,16, respectivamente, indicam que as árvores de cedro amostradas encontram-se sob alta competição. A luz solar, descrita pela posição sociológica, e o tamanho da copa são fatores decisivos para proporcionar maiores taxas de crescimento. O modelo de ଶ crescimento em área basal mostrou bom ajuste e precisão (ܴ௔௝. ൌ 0,928; CV=5,8%), quando utilizado como variáveis preditoras o tamanho da árvore (altura total, o grau de esbeltez, o comprimento e o peso da copa) e a competição. As variáveis de tamanho da árvore responderam por 87,2% da variação e a competição explica 5,6%. Pela análise de anéis de crescimento, utilizando técnicas dendrocronológicas, é possível quantificar o incremento periódico em área basal em árvores de cedro. pt_BR
dc.description.abstract The periodic growth in basal area of 62 trees of cedro (Cedrela odorata L.) was reconstructed from 2005 to 2008, by dendrochronological techniques in Porto Acre, AC, to quantify and describe the growth rate by relationship with morfometric variable, competition index, sociological position, crown shape and occurrence of lianas on the crown. Significant difference in basal area growth was verified between tree DBH class (Pr<0,0001), where the class 70 to 90 cm grown an average of 222,1 cm2, and the class 10 to 30 cm with 27,8 cm2. Larger variation in the growth rate (CV=71.5%) occurred in the 10 to 30 DBH class, proportionate, possibly, by the bad sociological position and the presence of lianas on the crown. The morfometric index: slenderness degree, index of vital space and weight of the crown are significantly correlated with the periodic growth (r=-0,647, Pr<0,0001; r=0,592, Pr<0,0001; r=0,366, Pr=0,0034) respectively. The competitive status, measured by Hegyi, Glover & Holl, and Vertical Competition index, showed negative influence on the growth in basal area. The average values for 0,96; 0,39 and 84,16, respectively, indicate high competition in the trees sampled. The light, described by sociological position and the size are decisive to provide high rates for periodic growth in basal area. The periodic increment model in basal area showed ଶ adjustment and precision (ܴ௔௝. ൌ 0,928; CV = 5,8%), when used as predictor variable the tree size (total height, slenderness degree, length and the weight of the crown) and the competition. The size of the tree accounted for 87,2% of the variation in basal area growth and the competition index explain 5,6%. By the growth ring analysis, using dendrochronological techniques is possible to quantify the rate of periodic increment in basal area of cedro trees. pt_BR
dc.format 88 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Dendrologia e fitossociologia pt_BR
dc.title Modelagem do incremento de árvores individuais de Cedrela odorata L. na floresta amazônica pt_BR
dc.title Modelling the individual trees increment of Cedrela odorata L. in the amazonian forest. pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
dissertacao_Thiago Augusto da Cunha.pdf 2.136Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account