Biblioteca Florestal
Digital

Autodesbaste e diagrama de manejo da densidade em povoamentos de Pinus taeda L.

Show simple item record

dc.contributor.advisor Fleig, Frederico Dimas
dc.contributor.author Schneider, Paulo Sérgio Pigatto
dc.date.accessioned 2013-11-25T18:43:27Z
dc.date.available 2013-11-25T18:43:27Z
dc.date.issued 2008-08-12
dc.identifier.citation SCHNEIDER, P. S. P. Autodesbaste e diagrama de manejo da densidade em povoamentos de Pinus taeda L. 2008. 96 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 2008. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/5277
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.description.abstract A presente dissertação foi desenvolvida com o objetivo de estudar a eficiência dos modelos que expressam a relação de densidade e diâmetro em povoamentos equiâneos de Pinus taeda L., manejados em densidade completa e altamente estocados. Para isto, foram testados os modelos de Reineke, Yoda, Zeide e Tang, através de dados originados de 50 parcelas permanentes, medidas anualmente até os 18 anos, alocados em povoamentos implantadas em espaçamentos de 1,5x1,0 m, 2,5x1,0 m, 1,5x2,0 m, 2,0x2,0 m, 1,5x3,0 m, 2,5x2,0 m, 2,0x3,0 m, 2,5x3,0 m, e mantidas em densidade completa. Os resultados indicaram que todos os modelos de densidade e diâmetro apresentaram boa precisão estatística, porém o modelo não linear de Tang foi mais eficiente que os demais, tendo apresentado ótimo coeficiente de determinação, igual a 0,99, baixo erro padrão da estimativa igual a 0,0948, baixo coeficiente de variação, igual a 1,17 %, mínima tendência, com valor igual a 0,0086, e elevada eficiência, com valor igual a 0,8976. Na estimativa dos valores de densidade de árvores por hectare por diâmetro médio, e a menor soma de escores dos critérios estatísticos, foi igual a 6 pontos, com boa distribuição dos resíduos do número de árvores por hectare. O autodesbaste ocorre numa dimensão de diâmetro médio diretamente proporcional a densidade de árvores por hectare de plantio. Quanto maior o espaçamento inicial maior é o diâmetro médio no momento do início do autodesbaste da população. O coeficiente angular da equação de densidade e diâmetro variou por espaçamento de plantio, não permitindo comprovar a universalidade da lei do autodesbaste, cujo valor do coeficiente angular é estipulado em -3/2. Com o modelo de densidade e diâmetro foram gerados 5 Índices de Densidade do Povoamento - IDP, que variaram de um valor máximo de 1400 até o mínimo de 600, com intervalo de classe de IDP de 200, tendo com referência o diâmetro padrão de 25 cm. Os Diagramas de Manejo da Densidade - DMD da população, elaborados para as variáveis dendrométricas: diâmetro médio, área basal e volume por hectare, por IDP, apresentaram uma boa eficiência com baixo erro na estimativa dos valores destas variáveis. Os volumes reais por hectare e os estimados no DMD apresentaram uma diferença absoluta de apenas -7,39 m 3 ha -1 e relativa de -1,79 %, demonstrando elevada precisão do modelo de DMD. As estimativas volumétricas por hectare do DMD em relação aos valores reais, apresentaram valor de eficiência igual a 0,99, o que indica uma alta precisão, e um valor de χ 2 igual a 0,00034, não significativo a 0,01 % de probabilidade, demonstrando que os valores reais e os estimados não diferem estatisticamente entre si. pt_BR
dc.description.abstract This thesis aims at studying the efficiency of models which express the size-density relationship in even-aged stands of Pinus taeda L., handled in complete and full stock densities. For that, Reineke, Yoda, Zeide and Tang models were tested using data obtained from 50 permanent sample plots placed in stands implanted in spacing of 1.5x1.0 m, 2.5x1.0 m, 1.5x2.0 m, 2.0x2.0 m, 1.5x3.0 m, 2.5x2.0 m, 2.0x3.0 m, 2.5x3.0 m, measured every year until the age of 18 and maintained in full stocks. Results indicated that all of the size-density relationship models presented good statistical precision. However, the no-linear model of Tang was more efficient than the others, presenting excellent coefficient of determination (0.99), low standard error of estimate (0.0948), low coefficient of variation (1.17%), low bias (0.0086) and high efficiency (0,8976), in the estimate of the values of density of trees per hectare for average diameter, and the smallest considered value of the scores of the statistical criteria, equal to 6 points, with good distribution of residues of the number of trees per hectare. The self-tinning occurs in a dimension of average diameter directly proportional to the density of trees per hectare of planting. As bigger is the initial spacing, bigger is the average diameter in the moment of the beginning in the stand the self-thinning. The slope of the size-density and diameter equation varied per planting spacing, not allowing proving the universality of the self-tinning law, with value of this slope is equal -3/2. With help of the size-density model, 5 Indexes of Density of the Stand (IDS) were generated, with variation from the maximum 1400 to the minimum 600, with interval of class of IDS equal to 200, having as reference the standard diameter of 25 cm. The stand’s Density Management Diagram (DMD), elaborated for the dendrometric variables – average diameter, basal area and volume for hectare by IDS presented good efficiency with low mistake in the estimate of the values of these variables. Real volume and estimate volume per hectare in DMD presented an absolute difference of just -7.39 m 3 ha -1 and a relative difference of -1.79 %, showing a great precision of the DMD model. The estimates volume of DMD per hectare, in relation to the real values, presented a value of efficiency equal to 0.99, what indicates a high precision, and a χ 2 value equal to 0.00034, not significant to 0.01% of probability, demonstrating that the real and the estimate values don't differ statistical amongst themselves. pt_BR
dc.format 96 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Manejo de florestas equiâneas pt_BR
dc.title Autodesbaste e diagrama de manejo da densidade em povoamentos de Pinus taeda L. pt_BR
dc.title Self-thinning and density management diagram in Pinus taeda L. stands pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
dissertacao_Paulo Sérgio Pigatto Schneider.pdf 666.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account