Biblioteca Florestal
Digital

Superação da dormência de sementes e cultivo in vitro de bracatinga (Mimosa scabrella Benth.)

Show simple item record

dc.contributor.advisor Reiniger, Lia Rejane Silveira
dc.contributor.author Rosa, Felippe Correa da
dc.date.accessioned 2013-11-20T13:08:53Z
dc.date.available 2013-11-20T13:08:53Z
dc.date.issued 2009-05-29
dc.identifier.citation ROSA, F. C. Superação da dormência de sementes e cultivo in vitro de bracatinga (Mimosa scabrella Benth.). 2009. 51 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 2009. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/5162
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.description.abstract A bracatinga (Mimosa scabrella Benth.) é uma árvore nativa do Brasil, ocorrendo desde Minas Gerais até o Rio Grande do Sul. A madeira é usada para energia como lenha e carvão. A madeira roliça é também muito procurada para escoras na construção civil. Além disso, como é uma espécie pioneira agressiva, seu plantio é recomendado para proteger e recuperar solos fracos e erodidos. Os bracatingais brasileiros apresentam reduzida produtividade, que pode ser melhorada pela introdução de árvores com maior diâmetro. O aumento do diâmetro pode ser obtido pela manipulação dos níveis de hormônios vegetais nas células durante a micropropagação. Com a finalidade de contribuir para esse propósito, neste trabalho, o objetivo geral foi estudar a regeneração in vitro da bracatinga por meio de explantes isolados a partir de sementes germinadas. A superação de dormência das sementes foi testada por escarificação mecânica, imersão em água à temperatura ambiente por 24 h, imersão em água quente (80oC) por 5 minutos. A desinfestação consistiu da imersão em hipoclorito de sódio a 2% por 5, 10 ou 15 minutos e inoculação das sementes em meio 1⁄2 MS ou MS (Murashige & Skoog). Foi avaliada também a germinação sob diferentes concentrações do meio MS (1/8, 1⁄4, 1⁄2 e integral). Segmentos nodais cultivados em meio MS acrescido de benzilaminopurina - BAP (0; 2,5; 5; 7,5 e 10 μM) e de ácido alfa naftalenoacético - ANA (0 e 2,2 μM), na ausência ou presença de estreptomicina, foram avaliados quanto à multiplicação in vitro. A escarificação mecânica foi o método de superação de dormência que proporcionou a maior porcentagem de germinação. A desinfestação com hipoclorito de sódio a 2% durante 10 minutos resultou em mais de 60% de sementes germinadas. A máxima germinação in vitro de sementes de bracatinga foi observada na diluição 1⁄4 MS. Na ausência de BAP, houve maior formação de gemas (1,39) e de folhas (1,62) por explante. Não houve contaminação por bactérias na ausência de BAP, independente da presença de estreptomicina. Não foram formados calos na ausência de estreptomicina e de BAP. Com o aumento das concentrações de BAP no meio de cultura, houve uma redução na oxidação fenólica. Para a multiplicação in vitro de segmentos nodais de bracatinga, não é necessário adicionar ANA e BAP. pt_BR
dc.description.abstract Mimosa scabrella Benth. is a tree from Brazil, growing from Minas Gerais to Rio Grande do Sul. Its wood is used for energy like firewood and coal. The round wood is also very sought for props in civil architecture. Furthermore, since it is an aggressive pioneering species, its plantation is recommended for protection and recovering of weak and erosive soil. The Brazilian plantations of Mimosa scabrella Benth. present reduced productivity, which can be improved by the introduction of trees with larger diameter. The increase of the diameter can be obtained by the manipulation of the levels of vegetable hormones in the cells during the micropropagation. Aiming at contributing for this purpose, the overall goal of this work was to study the Mimosa scabrella Benth. in vitro regeneration considering isolated explants from germinated seeds. The surpassing of the seeds' quiescence was tested by mechanical scarification, immersion in water at environment temperature during 24 h, immersion in hot water (80oC) during 5 minutes. The disinfestation consisted of the immersion of sodium hypochlorite to 2% during 5, 10 or 15 minutes and inoculation of the seeds in 1⁄2 MS or MS agent (Murashige & Skoog). Nodal segments cultivated in MS agent added of benzylaminopurine - BAP (0; 2,5; 5; 7,5 and 10 μM) and of alpha-aceticnaphtalene acid - ANA (0 and 2,2 μM), in the absence or in the presence of estreptomicine, were evaluated according to their multiplication in vitro. The mechanical scarification was the quiescence surpassing method which provided the largest germination percentage. The disinfestation with sodium hypochlorite at 2% during 10 minutes resulted in more than 60% of germinated seeds. The biggest in vitro germination of Mimosa scabrella Benth.’s seeds was observed at 1⁄4 MS dilution. In the absence of BAP, there was more formation of buds (1,39) and of leaves (1,62) per explant. There was not any contamination by bacteria in the absence of BAP, independently of the presence of estreptomicine. Calli were not formed in the absence of estreptomicine and of BAP. With the increase of BAP concentrations at the medium of culture, there was a reduction in the fenolic oxidation. For the in vitro multiplication of nodal segments of Mimosa scabrella Benth., it is not necessary to add either ANA or BAP. pt_BR
dc.format 51 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sementes florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Superação da dormência de sementes e cultivo in vitro de bracatinga (Mimosa scabrella Benth.) pt_BR
dc.title Breaking of dormancy in seeds and in vitro culture of bracatinga (Mimosa scabrella Benth.) pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
dissertacao_Felippe Correa da Rosa.pdf 481.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account