Biblioteca Florestal
Digital

Banco de sementes autóctone e alóctone, resgate de plantas e plantio de vegetação nativa na Fazenda Intermontes, município de Ribeirão Grande, SP

Show simple item record

dc.contributor.advisor Rodrigues, Ricardo Ribeiro
dc.contributor.author Nave, André Gustavo
dc.date.accessioned 2013-10-28T19:37:21Z
dc.date.available 2013-10-28T19:37:21Z
dc.date.issued 2005-02
dc.identifier.citation NAVE, A. G. Banco de sementes autóctone e alóctone, resgate de plantas e plantio de vegetação nativa na Fazenda Intermontes, município de Ribeirão Grande, SP. 2005. 218 f. Tese (Doutorado em Recursos Florestais) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba. 2005. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/4793
dc.description Tese de doutorado defendida na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - Universidade de São Paulo pt_BR
dc.description.abstract O acúmulo significativo de conhecimento sobre a ecologia de restauração nos últimos anos tem conduzido a mudanças na orientação dos programas de manejo e restauração florestal. A escolha ou criação de um modelo de restauração é um processo em constante aprimoramento, exigindo a necessidade de estudos que não apenas diminuam os custos envolvidos, mas também, que garantam a efetividade do objetivo proposto. Neste sentido, este trabalho testa novas metodologias de restauração visando a obtenção de informações técnicas sobre: A) a expressão do banco de sementes autóctone e alóctone na restauração florestal de diferentes situações de degradação antrópica.; B) o resgate de plântulas e indivíduos de espécies arbustivo-arbóreas regenerantes; C) a eficiência de um modelo de plantio que utiliza conceitos de Preenchimento e Diversidade e; D) a evolução da paisagem. Para análise dos bancos de sementes autóctone e alóctone foram feitos levantamentos da densidade e das espécies arbustivo-arbóreas regeneradas. No resgate de indivíduos de espécies arbustivo-arbóreas regenerantes, as plântulas e indivíduos jovens foram resgatadas em uma floresta e levadas para adapatação em viveiro, onde tiveram seus indivíduos e espécies contabilizados em termos de densidade e sobrevivência. No modelo de plantio estudado, as espécies foram reunidas em grupos de Preenchimento e Diversidade e tiveram a cobertura de copa de cada indivíduo quantificada. A evolução da paisagem foi realizada através de fotointerpretação e principalmente checagem de campo periódica. Os principais resultados dessas metodologias foram: A) As situações identificadas na Fazenda Intermontes apresentaram diferentes expressões de regeneração natural em função do número de indivíduos germinados banco de sementes autóctone. O aproveitamento dessa expressão poderá ser realizado através de metodologias diferenciadas de restauração para cada situação estudada: B) No estudo do Banco de sementes alóctone, a densidade dos indivíduos germinados se foi de 409.334 indivíduos/ha, revelando a possibilidade de uso no programa de restauração. Os indivíduos arbóreos apresentaram na área adubada um acréscimo de 137,3 % em sua altura média em relação aos indivíduos da área não adubada. C) No resgate de plântulas e indivíduos de espécies arbustivo-arbóreas regenerantes, a densidade dos indivíduos foi muito próxima para as duas épocas do ano, sendo 38.700 ind./ha e 37.900 ind./ha, mas com uma diferença significante para os indivíduos sobreviventes que apresentaram 16.500 ind./ha e 26.600 ind./ha para os meses de julho e dezembro de 2002, respectivamente. A técnica de resgate utilizada se mostrou viável uma vez que foi possível alcançar até 70,9% de sobrevivência para os indivíduos resgatados; D) No estudo sobre o modelo de plantio foram amostrados 143 espécies, demonstrando que a função do grupo da diversidade vem sendo mantida e aumentando as chances de efetivação dos processos de sucessão. Os resultados mostraram que o grupo de Preenchimento apresentou-se com uma porcentagem de cobertura significativamente maior que a do grupo de Diversidade, sendo 73,6% e 83,3% para 1,5 e 2,5 anos respectivamente. pt_BR
dc.description.abstract Significant accumulation of know-how about restoration ecology has been changing forest restoration management programs’ trends during the last years. Choosing or elaborating a restoration model is a process that requires constant improvement and ecological studies that not only reduces the costs involved but also warrants the achievement of the aimed proposal. This study explores new restoration methodologies, searching for technical information about: A) autochthonous and allochthonous seed bank expression on forest restoration at different situations degraded by anthropogenic disturbances; B) seedlings and woody growing individuals rescue; C) efficiency of a planting model based on fulfillment and diversity concept; D) landscape development. The autochthonous and allochthonous seed bank were analyzed through regenerating woody species and density scouting. For the rescue of regenerating woody species, seedling and young individuals were taken from a forest and transferred to a plant nursery for adjustment, where number and species were counted regarding density and survival. In this studied planting model, species were organized and gathered into a fulfillment or diversity group, and each individual had its crown area quantified. Landscape development was analyzed by photointerpretation and specially by periodical field checking. Results from these methodologies showed that: A) Identified degraded situations at Intermontes farm displayed distinguished natural regeneration expression, influenced by the number of germinated seeds of the autochthonous seed bank. Advantage can be taken from these different outcomes by using distinct restoration methodologies for each studied situation. B) For the autochthonous seed bank study, germinated seed density was 409,334 ind./ha, indicating its potential role on restoration programs. Woody individuals at fertilized sites had a medium height enhancement of 137,7% when compared to those at non fertilized sites. C) For seedlings and woody growing individuals rescue, individual density was similar for both seasons (38700ind./ha and 37900ind./ha) but significantly distinct for individual survivor, with values of 16500ind./ha for July and 2600ind./ha for December. Rescue technique turned out to be a viable possibility since it achieved survival of 70,9% for rescued individuals. D) This planting model study registered 143 species, indicating that the diversity group’s role has been maintained and enhances the chance of successional process success. The fulfilling group had a significant higher percentage of crown area than the diversity group, with 73,6% and 83,3% for 1,5 and 2,5 years, respectively. pt_BR
dc.format 218 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - Universidade de São Paulo pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sementes florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.title Banco de sementes autóctone e alóctone, resgate de plantas e plantio de vegetação nativa na Fazenda Intermontes, município de Ribeirão Grande, SP pt_BR
dc.title Autochthonous and allochthonous seed bank, seedling rescue and native vegetation planting at intermontes farm, Ribeirão Grande-SP- Brazil pt_BR
dc.type Tese pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
tese_Nave, André Gustavo .pdf 11.04Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Tese

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account