Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação da madeira de Eucalyptus sp. para a produção de piso a partir de toras de pequenos diâmetros

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lima, José Tarcísio
dc.contributor.author Santos, Iêdo Souza
dc.date.accessioned 2013-10-10T20:03:39Z
dc.date.available 2013-10-10T20:03:39Z
dc.date.issued 2008-11-28
dc.identifier.citation SANTOS, I.S. Avaliação da madeira de Eucalyptus sp. para a produção de piso a partir de toras de pequenos diâmetros. 2008. 66 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira) - Universidade Federal de Lavras, Lavras. 2008. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/4407
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.description.abstract Árvores de Eucalyptus sp. com diâmetro médio de 20 cm são consideradas como pequenas por algumas indústrias de base florestal. Entretanto, existem aquelas que produzem pisos de dimensões pequenas e que podem aproveitar essas árvores. A produção de pisos de madeira a partir de toras de pequenas dimensões de Eucalyptus sp. contribui para o aumento da diversidade de aplicações desse gênero. Este trabalho trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a madeira de dois clones MN 249 e MN 89 de Eucalyptus, visando à produção de pisos a partir de toras de pequenos diâmetros. Foram considerados as propriedades físicas da madeira, o rendimento do desdobro das toras e a avaliação dos defeitos das tábuas pós-desdobro e pós-secagem, como também a simulação do produto em serviço. O desdobro utilizado foi o tangencial balanceado paralelo ao centro da tora e a avaliação do pós-desdobro e pós-secagem foi conforme adaptações feitas em normas para medição e classificação de madeiras serradas de folhosas. Para a avaliação do colapso foi utilizado um software de análise de imagem. Foram realizados os ensaios de simulação de uso para piso de madeira com duas espessuras (8 e 14 mm). A densidade básica do clone MN 89 encontrada foi maior. As contrações foram maiores no clone MN 249, no entanto, o coeficiente de anisotropia desse clone foi menor. Para o rendimento pós-desdobro foi superior o clone MN 89 e pós-secagem no clone MN 249. O defeito mais evidente pós-desdobro foi rachadura de topo e, pós-secagem, foi o colapso. A secagem durou 17 dias e a umidade da madeira atingiu 11%. Para os ensaios de simulações de uso, o piso produzido pelo clone MN 249 foi o que teve o menor índice de deformação. No piso de 8 mm de espessura, além das diferença entre clones, houve interação entre as posições para o ensaio de endentação causada por cargas aplicadas em pequenas áreas. As deformações obtidas para o piso com 14 mm de espessura, produzido com o clone MN 89, foram superiores às encontradas na literatura para o ensaio de endentação por carga aplicada sobre área pequena. O clone MN 249 apresentou os melhores resultados em ambas as espessuras. pt_BR
dc.description.abstract Eucalyptus sp. trees with 20 cm of diameter are considered small by some forestry industries. However, industries that produce small dimensions floorings can use these trees. The production of floorings using small dimensions Eucalyptus sp. logs contributes to increase their diversity of applications. The aim of this work was to evaluate two Eucalyptus clones, MN 249 and MN 89, for the production of floorings using small diameter logs. The physical properties, the logs sawing yield, the board defects post-sawing and post-kiln drying and the simulated service testing of wood flooring were considered. The balanced tangential parallel to the log center sawing was used. The evaluation of the post-sawing and post-drying were done according to adaptations applied in the standards of measurement and classification to tropical lumber. The collapse was evaluated using image analysis software. The simulated service of wood flooring was done using two thickness flooring (8 and 14 mm). The basic density of the clone MN 89 was higher. The shrinkages were higher in the clone MN 249, but its anisotropic coefficient was lower. The yield post-sawing was higher in the clone MN 89, however the yield post-drying was higher to the clone NM 249. The most evident defect post-sawing was end-splitting and post- drying was the collapse. The drying process spent 17 days and the wood moisture content reached 11%. The clone MN 249 presented the lowest damage for the simulated service testing. The 8 mm thick floorings presented, besides the differences between clones, interaction between the test positions and indentation caused by loads applied on small areas. The deformations obtained to the 14 mm thick floorings produced with clone MN 89 were higher than those founded in the literature considering the indentation tests applied on small areas. The clone MN 249 presented the best results in both thicknesses. pt_BR
dc.format 66 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia da madeira e de produtos florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de chapas pt_BR
dc.title Avaliação da madeira de Eucalyptus sp. para a produção de piso a partir de toras de pequenos diâmetros pt_BR
dc.title Evaluation of Eucalyptus sp. wood for flooring production from small diameters logs pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertacao_ Iêdo Souza Santos.pdf 751.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account