Biblioteca Florestal
Digital

Análise do som transmitido por madeiras de diferentes densidades

Show simple item record

dc.contributor.advisor Silva, José Reinaldo Moreira da
dc.contributor.author Loschi Neto, Ançano
dc.date.accessioned 2013-10-10T18:28:21Z
dc.date.available 2013-10-10T18:28:21Z
dc.date.issued 2007-08-01
dc.identifier.citation LOSCHI NETO, A. Análise do som transmitido por madeiras de diferentes densidades. 2007. 47 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras. 2007. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/4390
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.description.abstract A percepção do ambiente está ligada aos órgãos do sentido, principalmente visão e audição. Qualquer perturbação nessa percepção acarreta desconforto e até prejuízo à saúde do homem. Por isso, um ambiente fechado deve ser projetado visando também conforto acústico, o que quase nunca ocorre. Quando o problema se torna limitante, são necessárias correções que podem tornar-se onerosas. A madeira se apresenta como uma boa alternativa para tratamento acústico por apresentar características isolantes e absorvedoras. O isolamento acústico depende das características do material, principalmente dimensões, forma e densidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o isolamento sonoro proporcionado por madeiras de diferentes densidades e verificar o comportamento do isolamento por meio da análise espectral. Foram selecionadas madeiras do gênero Dipteryx (Cumaru), Eucalyptus e Pinus com cinco grupos de densidades distintas. Com as tábuas de espessura de 1,7 cm foram montadas barreiras acústicas em forma cubos de 60 cm de arestas internas. A avaliação do isolamento e análise espectral foi feita num campo amplo e gramado. O experimento consistiu em emitir uma onda, gerada pelo computador, por meio de um alto-falante localizado dentro da barreira acústica e captá-la por meio de um microfone situado a um metro de distância. O nível de pressão sonora gerado foi medido com um decibelímetro a cada 10 segundos, perpendicular à propagação do som. Os dados foram analisados estatisticamente pelo teste SNK e a análise espectral do ruído foi feita pelo programa SpectraPlus®. O melhor isolamento acústico foi apresentado pela madeira de E. grandis (0,880 g/cm3), com uma atenuação de 25,7 dB(A). Já o pior desempenho foi apresentado pela madeira de Pinus sp., com 15 dB(A). Essas madeiras apresentaram a maior e menor densidade, respectivamente, confirmando assim a Lei da Massa. Com relação à analise espectral, pode-se afirmar que as maiores diferenças se encontram em freqüências abaixo de 200 Hz. Dentre as espécies analisadas, o Dipteryx sp. e E. grandis (0,880 g/cm3) foram as que apresentaram maior isolamento nessa faixa. A partir de 200 Hz, todas as curvas apresentaram um desempenho semelhante. pt_BR
dc.description.abstract The human perception of the environment is linked to the organs of senses, mainly to sight and hearing. Any disturb in that perception brings about discomfort and even man’s health damages. Therefore, a closed place should be designed aiming also at acoustic comfort, which seldom occurs. When the problem becomes limiting, corrections are needed, which can become onerous. Wood presents itself as a good alternative for presenting isolating and absorbing characteristics. Acoustic isolation depends upon the characteristics of the material, mainly on dimensions, shape and density. The objective of this work was evaluating the sound isolation provide by woods of different densities and verifying the behavior of the isolation through the spectral analysis. Woods of the genera Eucalyptus, Pinus and Dipteryx (Cumaru) with five groups of distinct densities were selected. From boards of 1,7 cm in thickness, boxes of 60 cm of internal edges were mounted. An equipment for evaluating of the isolation and spectral analysis was mounted in a wide and grassy field. The experiment consisted in emitting a form of wave, generated in a computer by means of a loudspeaker situated inside the wooden box and picked it up through a microphone with a decibelmeter and its values recorded every 10 seconds. At every 30 readings, the loudspeaker was turned 90o inside the box and the measurement was performed on the side perpendicular to the propagation of sound. The data were analyzed statistically by the SNK test and spectral analysis of the noise made by the SpectraPlus® program. The wood which promoted the best sound isolation was E. grandis (0,880g/cm3) with an attenuation of 25.7 dB (A). But the wood with the worst performance was Pinus sp. with 15 dB(A). Exactly the ones which showed the highest and poorest density, respectively, confirming, thus, the Mass Law. As regards spectral analysis, one can state that the highest differences lie at frequencies bellow 200Hz. Among the species analyzed, Dipteryx sp. and E. grandis (0,880g/cm3) were the ones which showed an increased isolation in that range. From 200 Hz, all the curves presented a similar performance. pt_BR
dc.format 47 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia da madeira e de produtos florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.title Análise do som transmitido por madeiras de diferentes densidades pt_BR
dc.title Analysis of sound transmitted by woods of different densities pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Dissertacao_Ançano Loschi Neto.pdf 1.147Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account