Biblioteca Florestal
Digital

Impacto do manejo florestal comunitário no estoque de carbono da vegetação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, AM

Show simple item record

dc.contributor.advisor Fearnside, Philip Martin
dc.contributor.author Vianna, André Luiz Menezes
dc.date.accessioned 2013-10-04T18:52:06Z
dc.date.available 2013-10-04T18:52:06Z
dc.date.issued 2011-08
dc.identifier.citation VIANNA, A. L. M. Impacto do manejo florestal comunitário no estoque de carbono da vegetação da reserva de desenvolvimento sustentável do Uatumã, AM . 2011. 34 f. Dissertação (Mestrado em Ciências de Florestas Tropicais) - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Manaus. 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/4252
dc.description Dissertação de mestrado defendida no INPA - INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS DA AMAZÔNIA pt_BR
dc.description.abstract O manejo florestal pode resultar em perdas ou benefícios líquidos de carbono em função da atividade que se deseja evitar: floresta não explorada, exploração insustentável de madeira ou desmatamento; assim como em função das técnicas utilizadas no manejo florestal. Quantificar o impacto da atividade florestal se torna importante para avaliar se há perda ou benefícios de carbono, assim como sustentabilidade do uso do recurso florestal. O estudo quantificou o impacto do manejo de florestal realizado sob as normas de Planos de Manejo Florestal Sustentável de Pequena Escala, categoria de plano de manejo florestal do Estado do Amazonas, Brasil, para pequenos manejadores. O impacto foi quantificado dois meses após a exploração por meio de alterações no estoque de carbono, no número de indivíduos e na biomassa da regeneração natural, nos danos causados aos indivíduos arbóreos remanescentes. O trabalho foi realizado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, Amazonas, Brasil, e avaliou três áreas de manejo florestal de pequena escala, sendo uma área testemunha. O estoque de carbono total médio, acima e abaixo do solo, anterior à exploração florestal foi estimado em 161,25 ± 9,66 MgC.ha-1. Após dois meses da exploração, foi verificada a redução de 3% na área de manejo número 1 (AM1) e 8,3% na área de manejo número 3 (AM 3). Houve redução na área basal de ambas as áreas de manejo: 6,3% na AM1 e 8,4% na AM3. Por cada árvore colhida, a exploração florestal causou danos a 12 árvores para a AM1 e 4 árvores para a AM3. As reduções de estoque de carbono, área basal e número de árvores danificadas por árvore colhida foram inferiores às reduções verificadas para manejo florestal com uso de máquinas e para outras experiências sem uso de máquinas. Não foi verificada alteração significativa no estoque de carbono da regeneração natural, no entanto, foi verificado aumento no número de indivíduos, tanto nas áreas exploradas como nas suas respectivas áreas testemunhas. pt_BR
dc.description.abstract Forest management can result in net losses or benefits, and assessing the impact of forestry activity is important in evaluate the sustainability of forest and resource usage as well as their effects on the environment. This study quantified the impact of community forest management conducted under the rules for Small Scale Sustainable Forest Management, which is a category of forest management plans for small managers in the State of Amazonas, Brazil. The impact was quantified by means of changes in carbon stocks, number of individuals and in carbon stocks of natural regeneration, and damage caused to the remaining trees. The work was done in the Uatumã Sustainable Development Reserve, Amazonas, Brazil. Three areas of community forest management were evaluated, one as a control plot. After harvesting, the carbon stock in live mean total, aboveground and belowground, was estimated at 161.25 ± 9.66 MgC.ha-1. Two months after the harvest reductions of 3% in management area number 1 (MA1) and 8.3% in management area number 3 (MA3) were estimated. There was a reduction in basal area in both management areas, 6.3% in MA1 and 8.4% in MA3. Per tree harvested the harvest caused damage to 12 trees in MA1 and 4 trees in MA3. The reduction in carbon stocks and in basal area and the number of trees damaged per tree harvested were lower than the reduction in areas that use machines and other experiences without machines. No significant change in carbon stocks of natural regeneration was found, but the number of individuals increased in both management areas and in the control plots. pt_BR
dc.format 34 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS DA AMAZÔNIA - INPA pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Manejo de florestas inequiâneas pt_BR
dc.title Impacto do manejo florestal comunitário no estoque de carbono da vegetação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Uatumã, AM pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
dissertacao_André Luiz Menezes Vianna.pdf 817.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account