Biblioteca Florestal
Digital

Regularização fundiária em unidades de conservação: as experiências dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais

Show simple item record

dc.contributor.author Albuquerque, Daniela Pires e
dc.contributor.author Brandão, Heloísa Bortolo
dc.contributor.author Honora, Ana Carolina de Campos
dc.contributor.author Castro, Charles Alexandre Mendes de
dc.date.accessioned 2013-09-25T19:15:18Z
dc.date.available 2013-09-25T19:15:18Z
dc.date.issued 2010
dc.identifier.citation ALBUQUERQUE, D. P. et al. Regularização fundiária em unidades de conservação: as experiências dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Rio de Janeiro: INEA, 2010. 140 p. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/4049
dc.description O conteúdo é apresentado em três partes. Parte 1 - Regularização fundiária em unidades de conservação do estado do Rio de Janeiro: Compensação ambiental e plano de manejo: estratégias para regularização fundiária de unidades de conservação / Desafios para o georreferenciamento de imóveis rurais localizados em unidades de conservação estaduais do Rio de Janeiro; Parte 2 - Regularização fundiária em unidades de conservação do estado do São Paulo: A importância da inclusão de um programa de regularização fundiária nos planos de manejo de unidades de conservação - A experiência do Parque Estadual do Jurupará; Parte 3 - Regularização fundiária em unidades de conservação do estado de Minas Gerais: Desafetação de unidade de conservação através de lei autorizativa - Caso concreto do Parque Estadual de Grão Mogol / Uma visão prática da desapropriação amigável por meio de homologação judicial – Experiência realizada no Parque Estadual do Sumidouro / Caso prático de desapropriação com presença de posseiros ocorrida no Parque Estadual Serra do Brigadeiro. pt_BR
dc.description.abstract Este volume que reúne as experiências do Nuref do Rio de Janeiro, bem como de núcleos semelhantes dos estados de Minas Gerais e de São Paulo, que permanentemente trocam experiências entre si e que, juntos, convidam todos à reflexão da importância de serem estabelecidos sólidos sistemas estaduais de unidades de conservação se realmente quisermos legar para nossos descendentes um mundo ecologicamente equilibrado, e ainda povoado com a estonteante biodiversidade da Mata Atlântica. Abordam-se aqui diferentes aspectos da outorga de direito de uso no âmbito do Inea, ressaltando ser este um tema dinâmico e passível de adequações e alterações, como as ocorridas recentemente em função do novo Sistema de Licenciamento Ambiental do Estado do Rio de Janeiro (Slam). pt_BR
dc.format 140 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto Estadual do Ambiente - INEA pt_BR
dc.relation.ispartofseries Regularização fundiária em unidades de conservação;Número 2
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Política e legislação florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente pt_BR
dc.title Regularização fundiária em unidades de conservação: as experiências dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais pt_BR
dc.type Livro pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Inea_Regulariza ... riencias-do-RJ-SP-e-MG.pdf 116.7Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Livro

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account