Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação do Crescimento de Espécies Arbóreas Nativas em Solo Reconstituído e Compactado: Rodovia BR-277, Porto Amazonas, PR

Show simple item record

dc.contributor.author Sousa, Letícia Penno de
dc.contributor.author Curcio, Gustavo Ribas
dc.contributor.author Dedecek, Renato Antonio
dc.contributor.author Wendling, Ivar
dc.contributor.author Lavoranti, Osmir José
dc.date.accessioned 2013-07-25T18:07:08Z
dc.date.available 2013-07-25T18:07:08Z
dc.date.issued 2006
dc.identifier.citation SOUZA, L. P. et al. Avaliação do Crescimento de Espécies Arbóreas Nativas em Solo Reconstituído e Compactado: Rodovia BR-277, Porto Amazonas, PR. Colombo: Embrapa Florestas, Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, n. 23. 2006. 23p. pt_BR
dc.identifier.issn 1980-041X
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/3534
dc.description.abstract As rodovias ocupam grandes áreas, muitas vezes, de forma mal planejada, acarretando em uma série de impactos ambientais, onde a vegetação e os solos são fortemente descaracterizados. A concessionária Caminhos do Paraná tem administrado as rodovias BR-277 e BR-373, situadas no sudeste do Estado no Paraná, e a fim de dirimir passivos ambientais causados pelas obras rodoviárias, a empresa buscou parceria com a Embrapa Florestas como forma de encontrar soluções ambientais para a recuperação das áreas degradadas. Nessa pesquisa, objetivou-se apresentar o diagnóstico da vegetação e dos solos da área a recuperar, bem como apresentar os resultados de sobrevivência geral e de crescimento de 12 espécies arbóreas nativas após 21 meses de plantio. A sobrevivência geral das espécies, foi de 66 %. Quanto à altura, as espécies que se destacaram em ordem decrescente, foram: Mimosa scabrella, Schinus terebinthifolius, Anadenanthera colubrina e Gochnatia polymorpha. Os menores valores em altura deram-se para Syagrus romanzoffiana, Campomanesia xanthocarpa, Eugenia pyriformis e Luehea divaricata. Em relação ao diâmetro de colo, os melhores resultados deram-se para M. scabrella, S. terebinthifolius e G. polymorpha, sendo que os piores ocorreram para E. pyriformis, C. xanthocarpa, L. divaricata e Eugenia uniflora. O não cumprimento total de recomendações relativas ao dimensionamento das covas e aos tratos culturais prejudicou, expressivamente, o crescimento e a sobrevivência das mudas. pt_BR
dc.format 23 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Embrapa Florestas pt_BR
dc.relation.ispartofseries Boletim de Pesquisa;Número 30
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Avaliação de impactos ambientais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.title Avaliação do Crescimento de Espécies Arbóreas Nativas em Solo Reconstituído e Compactado: Rodovia BR-277, Porto Amazonas, PR pt_BR
dc.type Boletim Técnico pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
30_Avaliacao_do ... nstituido_e_Compactado.pdf 876.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Boletim

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account