Biblioteca Florestal
Digital

Estudo da viabilidade de utilização de indicadores de recuperação de áreas degradadas por mineração de Bauxita

Show simple item record

dc.contributor.advisor Dias, Luiz Eduardo pt_BR
dc.contributor.author Oliveira, Deise Machado Ferreira de pt_BR
dc.date 2007-12-03 00:00:00.0 pt_BR
dc.date.accessioned 2013-01-16T10:43:48Z
dc.date.available 2013-01-16T10:43:48Z
dc.date.issued 2003 pt_BR
dc.identifier.citation Oliveira, Deise Machado Ferreira de. Estudo da viabilidade de utilização de indicadores de recuperação de áreas degradadas por mineração de Bauxita. Viçosa : UFV, 2003. 75p. : il. (Tese - Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa. Orientador: Luiz Eduardo Dias. T 634.9231 o48e 2003 pt_BR
dc.identifier.other 115366 pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br/handle/123456789/338
dc.description.abstract Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de se avaliar algumas características químicas e microbiológicas como indicadoras de qualidade ambiental em substratos de áreas mineradas para extração de bauxita, com diferentes idades de revegetação. Foram amostradas nove áreas da Mineração Rio do Norte, em Porto Trombetas, no estado do Pará, revegetadas em 1982, 1984, 1986, 1987, 1992, 1994, 1996, 1998. Uma área de solo (Latossolo Amarelo) sob cobertura de mata primária foi amostrada para servir como área de referência. Foram feitas amostragens de duas áreas revegetadas em 1994, uma área denominada de 1994c, que recebeu o horizonte A do solo original como cobertura e 1994s, que não recebeu o horizonte A superficialmente. Nas áreas revegetadas na década de 80 o horizonte A original foi incorporado ao material e nas áreas da década de 90 esse horizonte A do Latossolo Amarelo original foi colocado como cobertura em uma camada de aproximadamente 20 a 30 cm. As áreas foram revegetadas com uma mistura de espécies arbóreas, com exceção da área revegetada em 1987, onde se cultivou apenas tachi- branco (Sclerolobium paniculatum Voguel). As amostras de substrato e solo foram coletadas em duas épocas do ano, nos períodos de menor e maior precipitação na região, à profundidade de 0 a 2,5 cm para a avaliação do carbono e do nitrogênio da biomassa microbiana e de 0 a 2,5, 2,5 a 7,5 e 7,5 a 20 cm para as características químicas do solo. Os resultados obtidos foram submetidos a análise de agrupamento e por componentes principais. O carbono e o nitrogênio da biomassa microbiana se apresentaram como bons indicadores do estágio de recuperação/degradação dos substratos. Não obstante, os resultados terem sido diferentes entre as áreas, o uso de C e N da biomassa como indicadores de qualidade do solo, necessariamente requer um plano de amostragem que considere as variações climáticas locais. A utilização das frações da matéria orgânica como indicadores da qualidade do solo requer amostragens periódicas a fim de se obter um banco de dados que reflita o perfil da área. A matéria orgânica total e matéria orgânica leve são características que podem ser usadas como indicadoras da qualidade do solo. pt_BR
dc.description.abstract Chemical and microbiologic characteristics were evaluated as environment quality indicators in substrates from bauxite extraction areas with different ages of revegetation. Nine areas (revegetated in 1982, 1984, 1986, 1987, 1992, 1994, 1996, and 1998) of the Company Mineração Rio do Norte were sampled in Porto Trombetas, State of Para, Brazil. Control samples were taken from the soil (Oxisol) of a neighboring area under natural rain forest. Two areas revegetated in 1994 were sampled, one called 1994c which had received original topsoil as cover layer and another, called 1994s, which had not received topsoil. In all areas revegetated in the 80’s, the horizon A of the original Oxisol was incorporated into the substrate while in the areas revegetated during the 90’s the topsoil was applied as a cover layer of 20- 30 cm. The areas were revegetated with a composition of tree species, except for the area revegetated in 1987, where only taxi-branco (Sclerolobium paniculatum Voguel) was planted. Substrate and soil samples were collected twice a year, once in the dry and once in the wet season, at a depth of 0-2.5 cm or the evaluation of C and N contents in the microbial biomass and at depths of 0-2.5, 2.5-7.5, and 7.5-20 cm for the chemical characteristics. The obtained results were submitted to cluster and mean component analysis. C and N contents in the microbial biomass proved to be appropriate indicators for the reclamation/degradation stage of the substrates. However, since results differed among the sampled areas, the use of C and N of the microbial biomass as soil quality indicators necessarily requires a sampling plan which considers local climatic variations. The utilization of organic matter fractions as soil quality indicators requires periodical evaluations for the formation of a data bank that represents the area’s profile. Total organic matter and light organic matter are characteristics that can be used as soil quality indicators. en
dc.format.mimetype application/pdf pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Áreas degradadas; Recuperação; Áreas degradadas; Revegetação; Indicadores; Mineração; Impactos ambientais; pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.title Estudo da viabilidade de utilização de indicadores de recuperação de áreas degradadas por mineração de Bauxita pt_BR
dc.title Study of te viability of utilization of reclamation indicators of bauxite mining areas en
dc.type Tese pt_BR

Files in this item

Files Size Format View Description
Tese_Deise-Machado-Ferreira-de-Oliveira.pdf 261.3Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar Tese

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account