Biblioteca Florestal
Digital

Análise espacial da produtividade de serapilheira em uma mata de galeria

Show simple item record

dc.contributor.author Aquino, Priscila Sales Rodrigues
dc.contributor.author Nappo, Mauro Eloi
dc.contributor.author Rodrigues, Marcos Sales
dc.contributor.author Pereira, Ismael Martins
dc.contributor.author Matricardi, Eraldo Aparecido Trondoli
dc.contributor.author Pelá, Gláucia de Mello
dc.date.accessioned 2016-08-05T12:28:42Z
dc.date.available 2016-08-05T12:28:42Z
dc.date.issued 2016-04
dc.identifier.citation AQUINO, P. S. R. et al. Análise espacial da produtividade de serapilheira em uma mata de galeria. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 26, n. 2, p. 489-500, abr.-jun., 2016. pt_BR
dc.identifier.issn 1980-5098
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18478
dc.description.abstract Matas de galeria possuem grande diversidade genética e desempenham importantes funções ecológicas, como a proteção das nascentes, controle da erosão e funcionam como filtros retendo poluentes. A serapilheira, que pode ser usada como um indicativo de produtividade ecológica é amplamente coletada por meio de coletores que são distribuídos aleatoriamente em um ecossistema florestal. No entanto, a distribuição da vegetação pode apresentar dependência espacial, logo, a produtividade da serapilheira pode ser mapeada utilizando técnicas geoestatísticas o que permite a delimitação de zonas de manejo. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência de métodos geoestatísticos na delimitação de zonas de manejo da produtividade de serapilheira em uma área de mata de galeria. O estudo foi realizado na mata de galeria do córrego Lava-pés (3 ha) em Ipameri - GO, utilizando-se 60 coletores (cada um com 0,33 m² de área e suspensos a 0,65 m do solo) instalados em uma malha regular georreferenciada de 32 x 32 m. A serapilheira foi coletada mensalmente de dezembro de 2011 a novembro de 2012. Todas as amostras foram separadas manualmente nas frações: folhas (FF), ramos (FR - galhos e cascas), e estruturas reprodutivas (FER - flores, frutos e sementes) e foram expressas em kg ha-¹. Realizou-se a análise estatística descritiva e geoestatística dos dados. A produtividade de serapilheira para a FF e o total apresentou forte dependência espacial. A FR e a FER apresentaram efeito pepita puro. O mapa dos valores de serapilheira total obtido pelo método de interpolação Krigagem indicaram áreas de produtividade variando de 900 a 10.900 Kg ha-¹ ano, evidenciando alta variabilidade na área. Foi possível por meio da técnica de interpolação krigagem delimitar zonas de manejo da produtividade de serapilheira na mata de galeria estudada, o que permitiu o manejo florestal específico da serapilheira. pt_BR
dc.description.abstract The gallery forests have great genetic diversity and important ecological functions, such as protecting the headwaters, controlling erosion, and functioning as buffer zones and filtering chemicals. Litterfall, which can be used as an indicator of ecological productivity, is widely collected using litter traps that are randomly distributed in a forest plot. However, vegetation distribution may present spatial dependence, thus the yield of the litterfall can be mapped using geostatistical techniques allowing the delineation of management zones. Therefore, the objective of this study was to evaluate the efficiency of geostatistical methods using the zoning management productivity of litterfall on a gallery forest in central Brazil. The study was conducted on the gallery forest along the ‘Lava-pés’ stream in Goiás State, Brazil where the experimental site (3 ha) was structured in a grid of 60 litterfall traps, each of 0.33 m² held 0.65 m above the ground, georeferenced, spaced at 32 x 32 m intervals. Litterfall was monthly collected from December 2011 to November 2012. All litterfall samples were manually separated into three fractions: leaves (LE), branch bark (BB), and reproductive parts (RP) and they were expressed in kg ha-¹. Statistical analyses consisted of data description and geostatistics. The litterfall of for LE and total showed strong spatial dependence. The BB and RP showed pure nugget effect. The total litterfall maps obtained by the Kriging interpolation method indicated zones in the map ranging from 900 to 10,900 kg ha-¹ per yr. The kriging interpolation technique delineate management zones of productivity in the gallery forest litterfall studied, which allowed the specific forest management of litterfall. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Santa Maria pt_BR
dc.relation.ispartofseries Ciência Florestal:v.26,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Análise espacial da produtividade de serapilheira em uma mata de galeria pt_BR
dc.title Spatial analyse of litterfall in a gallery forest pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Ciencia Florestal_v26_n2_p489-500_2016.pdf 609.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account