Biblioteca Florestal
Digital

Restauração florestal e estoque de carbono em modelos de implantação de mudas sob diferentes combinações de espécies e espaçamento

Show simple item record

dc.contributor.advisor Couto, Hilton Thadeu Zarate do
dc.contributor.author Bufo, Luís Vicente Brandolise
dc.date.accessioned 2016-07-29T13:28:41Z
dc.date.available 2016-07-29T13:28:41Z
dc.date.issued 2008
dc.identifier.citation BUFO, L. V. B. Restauração florestal e estoque de carbono em modelos de implantação de mudas sob diferentes combinações de espécies e espaçamento. 2008. 87 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba. 2008. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18400
dc.description Dissertação de mestrado defendida na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo pt_BR
dc.description.abstract Além dos já conhecidos benefícios da conservação e restauração das florestas ciliares sobre a qualidade e quantidade de água produzida pelas microbacias hidrogáficas, atualmente apregoa-se também a essas florestas a função de sumidouro de carbono. Este trabalho desenvolvido em duas propriedades produtoras de cana-de- açúcar localizadas no Norte do Estado de São Paulo (Santa Emília, município de Ituverava e Mata Chica, Morro Agudo) tem como objetivo testar variações de modelos de restauração já existentes, baseados na implantação de mudas e categorização das espécies em dois grupos denominados grupo de preenchimento e grupo de diversidade, quanto à eficiência em cobertura de copas e estoque de carbono de cada um dos modelos testados. Foram testados seis modelos de plantio, com variações em relação à forma de distribuição dos grupos (linhas alternadas de preenchimento e diversidade, alternância de indivíduos de preenchimento e diversidade na mesma linha e distribuição aleatória de indivíduos de preenchimento e diversidade), espaçamento (3 x 2 m e 3 x 3 m), e composição de espécies do grupo de preenchimento (grupo de preenchimento geral com 19 espécies, e grupo de preenchimento restrito com 10 espécies que mais se destacam em crescimento e cobertura de copas). A eficiência da cobertura de copas de cada modelo foi avaliada por dois métodos diferentes denominado: interseção na linha e interseção em pontos. No primeiro foi medido o comprimento de copas de todos os indivíduos na linha de plantio, e a porcentagem de cobertura obtida pela soma do comprimento total das copas de todas as árvores de cada parcela, em relação ao comprimento total das linhas de plantio de cada parcela. A avaliação por interseção em pontos foi realizada utilizando-se um densitômetro vertical com o qual foi verificou-se a presença ou ausência de cobertura em 108 pontos por parcela. Para a avaliação do montante de carbono estocado aos 32 meses de idade pelos diferentes modelos de plantio foram, tomadas medidas do maior diâmetro de tronco à 1,3 m, com valor de inclusão ≥ 5 cm, e aplicados à duas equações alométricas para a determinação da biomassa. A cobertura pelo método da interseção na linha mostrou ser influenciada pelo espaçamento utilizado sendo os espaçamentos de 3 x 3 m menos eficientes. A forma de distribuição e a composição de espécies do grupo de preenchimento não influenciaram a cobertura de copas. O método de interseção em pontos não verificou diferença significativa na cobertura entre os modelos de plantio testados. Comparando-se os blocos experimentais, para ambas as formas de avaliação da cobertura, os blocos 1 e 2 foram superiores aos blocos 3 e 4 explicando-se isso pela maior fertilidade dos solo dos blocos 1 e 2 (Faz. Santa Emília), e pelo intenso ataque de formigas observado nos blocos 3 e 4 (Faz. Mata Chica).A biomassa acumulada não foi influenciada pelo modelo de plantio, mas pelas condições de sítio acima mencionadas, tendo os blocos 1 e 2 significativamente mais biomassa estocada que 3 e 4. pt_BR
dc.description.abstract Beyond the well known benefits of riparian forests conservation and restoration over water abundance and quality, these forests have been recently credited for carbon stocking. This study was developed on two sugar cane cultivation areas located on the Northern part of São Paulo State (Santa Emília Farm, in Ituverava town and Mata Chica Farm, in Morro Agudo town) and the main objective was to evaluate variations of pre- existing restoration models, which are based on plantation of seedlings classified into fulfillment or diversity group. The evaluation regarding the efficiency of carbon storing and crown cover of each used models. Six plantation models were tested, with variations related to fulfillment or diversity group’s distribution (alternated rows of fulfillment and diversity species, alternated fulfillment or diversity individuals within the same row and random distribution), distance between plants (3 x 2 m e 3 x 3 m) and fulfillment species composition (19 species or 10 selected species with high performance related to growth and crown cover development).The efficiency of crown cover of each model was estimated for two different methods denominated: line interception and spot interception. In the first was measured the crown’s length of all trees in the line plants, and the percentage of cover by some of total crown’s length of all trees in the parcel, in relation the total line’s length of each parcel. The spot interception was realized using a vertical densitometer, to verification the presence or absence of cover in the 108 spots of parcel. For evaluating the carbon storage, by different plantation models were measured all trees with the breast heigth (1,3 m) diameter with the inclusion value ≥ 5 cm, and applied in two allometric equations to estimate the carbon storage. The coverage by intersection line method was influenced by the distance between plants, and the 3 x 3 m distance was less efficient. The crown coverage was not influenced by distribution way species composition of fulfillment group. Considering both coverage evaluation forms, the comparison of experimental blocks indicated that blocks 1 and 2 had higher performance than blocks 3 and 4, probably because of better soil fertility properties on blocks 1 and 2 (Santa Emilia Farm) and because of intense ants’ attack observed on blocks 3 and 4 (Mata Chica Farm). Accumulated biomass was not influenced by plantation models, but by site conditions previously discussed, which resulted on higher stored biomass for individuals on blocks 1 and 2 than those on blocks 3 and 4. pt_BR
dc.format 87 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Energia de biomassa florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Recuperação de áreas degradadas pt_BR
dc.title Restauração florestal e estoque de carbono em modelos de implantação de mudas sob diferentes combinações de espécies e espaçamento pt_BR
dc.title Forestry restoration and carbon stock in seedlings implantation models under different combinations of species and spacing pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Luis Vicente Brandolise Bufo.pdf 2.834Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account