Biblioteca Florestal
Digital

Crescimento da copaíba e guatambú em resposta a fungo micorrízico, superfosfato, nitrogênio e fumigação do solo

Show simple item record

dc.contributor.author Paron, Marcos Eduardo
dc.contributor.author Siqueira, José Oswaldo
dc.contributor.author Curi, Nilton
dc.contributor.author Vale, Fabiano Ribeiro do
dc.date.accessioned 2016-07-22T12:45:43Z
dc.date.available 2016-07-22T12:45:43Z
dc.date.issued 1996
dc.identifier.citation PARON, M. E. et al. Crescimento da copaíba e guatambú em resposta a fungo micorrízico, superfosfato, nitrogênio e fumigação do solo. Cerne, Lavras, v. 2, n. 2, p. 1-22. 1996. pt_BR
dc.identifier.issn 2317-6342
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18320
dc.description.abstract Estudou-se de março de 1993 a junho de 1994, em vasos com Latossolo Vermelho- Escuro (LE), argiloso, fase cerrado, a resposta do copaíba (Copaifera langsdorffii Desf.) e do guatambú (Aspidosperma olivaceum M.Arg.), espécies nativas do sudeste brasileiro, a superfosfato (P), nitrogênio (N) e inoculação com o fungo micorrízico arbuscular Glomus etunicatum Becker e Gerdemann. O trabalho foi desenvolvido em casa de vegetação envolvendo dois experimentos. A produção de matéria da parte aérea foi máxima quando se aplicou 30 e 60μg de P/g solo para a copaíba e guatambú, respectivamente, proporcionando aumentos respectivos de 283 e 499% em relação a testemunha. A inoculação com G. etunicatum reduziu o crescimento da copaíba, e não exerceu efeito no guatambú. Diferentemente do P, a adição de N mineral não estimulou o crescimento destas espécies. A fumigação reduziu o crescimento da copaíba, e não afetou o crescimento do guatambú. Os efeitos da fumigação na copaíba não foram relacionados ao estabelecimento de micorriza. Nenhuma das espécies respondeu à adição de N mineral. pt_BR
dc.description.abstract The effects of superphosphate, nitrogen, inoculation with the mycorrhizal fungus Glomus etunicatum Becker e Gerdemann and soil fumigation on initial growth of copaíba (Copaifera langsdorffii Desf.) and of guatambú (Aspidosperma olivaceum M. Arg.) were studied in two experiments. The study was carried out in a glasshouse in pots with a clayey Dusk Red Latosol (Oxisol) from March 1993 through June 1994. Maximum dry matter yield was obtained with 30 and 60μg.g -1 soil of P for copaíba and guatambú, respectively. Growth increments were as high as 283 and 499% over controls for copaíba and guatambú, respectively. Inoculation with G. etunicatum exhibited depressive growth effect on copaíba and had no effect on guatambú, which howed no sign of mycorrhiza establishment. Soil fumigation reduced growth of copaíba and had no effect on guatambú. It was found that fumigation growth depression on copaíba was not related to mycorrhizal effects. Addition of mineral-N had no effects on growth of neither species. pt_BR
dc.format 22 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.02,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Crescimento da copaíba e guatambú em resposta a fungo micorrízico, superfosfato, nitrogênio e fumigação do solo pt_BR
dc.title Growth of copaiba and guatambu in response to mycorrhizal fungus, superphosphate, nitrogen and soil fumigation pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v2_n2_p1-22_1996.pdf 57.09Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account