Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação dos danos causados pela exploração florestal à vegetação remanescente, em florestas naturais

Show simple item record

dc.contributor.author Martins, Eugênio Pacelli
dc.contributor.author Oliveira, Antonio Donizette de
dc.contributor.author Scolforo, José Roberto Soares
dc.date.accessioned 2016-07-21T12:51:32Z
dc.date.available 2016-07-21T12:51:32Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation MARTINS, E. P.; OLIVEIRA, A. D.; SCOLFORO, J. R. S. Avaliação dos danos causados pela exploração florestal à vegetação remanescente, em florestas naturais. Cerne, Lavras, v. 3, n. 1, p. 014-024. 1997. pt_BR
dc.identifier.issn 2317-6342
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18305
dc.description.abstract O objetivo deste trabalho foi avaliar os danos causados pela exploração florestal à vegetação remanescente, em florestais naturais. Os dados foram coletados em duas áreas submetidas a este tipo de intervenção, no município de Jaru-RO. Em cada área estabeleceu-se ao acaso uma parcela de 1 ha que foi subdividida em 10 subparcelas de 10 X 100 metros e, antes da exploração, mapearam-se todos os indivíduos com DAP >= 10 cm. Após a exploração, realizou-se um levantamento para verificar o nível dos danos causados a vegetação remanescente. Em média foram danificadas 98 árvores por hectare, o que corresponde a 22,9% do número total de árvores por hectare. A maior parte dos danos ocorreu durante a queda das árvores, quando foram formadas as clareiras. A intensidade dos danos não teve relação direta com o volume de madeira explorado, ou seja, não necessariamente maior volume de madeira explorada implicou em maior volume de madeira danificada. Comparativamente, os danos causados a floresta remanescente pela exploração seletiva foram menores que os encontrados para outras áreas submetidas a este tipo de intervenção, na região amazônica. pt_BR
dc.description.abstract The objetive of the present research work was to evaluate the damages caused by forest exploitation to the remaining vegetation in natura] forests. The data carne from two áreas submited to this kind of intervention, located in the county of Jaru-Rondonia, Brazil,. One plot of 1 hectare was randomly located in each area. Each plot was subdivided in 10 sublopts of 10x100m. Every tree with DBH >= 10cm was mapped before the exploitation. After the exploitation the area was surveied in order to identify the level of damages caused to the remaining vegetation. As an average, 98 trees per hectare were damaged, that is, 22,9% of the total number of trees per hectare. Most of the damages occurred during the fallen down of the trees, when the clearings were formed. The damage intensity did not have direct relationship with the exploited wood volume. This means that, not necessarilly, a greatter exploited wood volume implied in a greatter damaged wood volume. Comparatively, the damages caused to the remaining forest by selective exploitation, were lesser than those reported for other areas submited to this kind of intervention in the Amazony region. pt_BR
dc.format 11 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.03,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Avaliação de impactos ambientais pt_BR
dc.title Avaliação dos danos causados pela exploração florestal à vegetação remanescente, em florestas naturais pt_BR
dc.title Evaluation of damages caused by forest exploitation to the remaining vegetation in natural forests pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v3_n1_p14-24_1997.pdf 949.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account