Biblioteca Florestal
Digital

Relações hídricas em mudas de Eucalyptus citriodora Hook., em tubetes, aclimatadas por tratamentos hídricos

Show simple item record

dc.contributor.author Ferreira, Charles Aparecido Gonçalves
dc.contributor.author Davide, Antônio Cláudio
dc.contributor.author Carvalho, Letícia Renata de
dc.date.accessioned 2016-07-19T12:13:23Z
dc.date.available 2016-07-19T12:13:23Z
dc.date.issued 1999
dc.identifier.citation FERREIRA, C. A. G.; DAVIDE, A. C.; CARVALHO, L. R. Relações hídricas em mudas de Eucalyptus citriodora Hook., em tubetes, aclimatadas por tratamentos hídricos. Cerne, Lavras, v.5, n.2, p.095-104, 1999. pt_BR
dc.identifier.issn 2317-6342
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18278
dc.description.abstract As relações hídricas foram determinadas para mudas de Eucalyptus citriodora, aclimatadas por cinco frequências de rega. As mudas foram produzidas em tubetes com capacidade para 50cm3, contendo uma mistura de 46% de vermiculita, 46% de casca de arroz carbonizada e 8% de terra de subsolo. Os testes iniciaram-se a partir dos 70 dias após a semeadura. O delineamento experimental foi blocos casualizados, constando com frequências de irrigação (5) distribuídas em quatro blocos. Avaliou-se a condutância estomática, transpiração, déficit de pressão de vapor, radiação fotossinteticamente ativa, potencial hídrico foliar e teor relativo de água. Os resultados mostraram que as mudas de Eucalyptus citriodora apresentaram desenvolvimento de algumas adaptações à deficiência hídrica. Os estômatos apresentaram alta sensibilidade às variações ambientais, fechando sempre em condições de alto déficit de pressão de vapor. Reduções significativas foram notadas para o potencial hídrico foliar, principalmente relatadas para as mudas provenientes da frequência 1 de irrigação, evidenciadas aos 15 dias. O potencial hídrico foliar apresentou-se como uma variável mais consistente para evidenciar as alterações fisiológicas. pt_BR
dc.description.abstract The water relations for E citriodora seedlings were determined, aclimatated for five treatments of irrigation. The seedlings were produced in plastic tubes with capacity of 50cm3, filled with a mixture of 46% vermiculite (46%), carbonized rice shuch (46%) e subsoil (8%). The tests begun 70 days after seed. The experimental design was stablished as randomized block in four replications. Stomatal behavior, transpiration, fotossinteticaly active radiation, leaf water potential and water relative content were analysed. The results showed that the seedlings developed adaptations to hydric deficiency. The stomata presented high sensitivity to the enviromental changes, with closure under condition of high vapor saturation deficit. Significant reduction was noted for the values of leaf water potential, mainly related to the irrigation frequency 1, at 15 days. The leaf water potential was a good indicator of physiological changes. pt_BR
dc.format 10 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.05,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Hidrologia florestal pt_BR
dc.title Relações hídricas em mudas de Eucalyptus citriodora Hook., em tubetes, aclimatadas por tratamentos hídricos pt_BR
dc.title Water relations of Eucalyptus citriodora Hook. seedlings in plastic tubes aclimatated for hidrics treatments pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v5_n2_p95-104_1999.pdf 49.64Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account