Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação de diferentes níveis de intervenção no desenvolvimento da área basal e número de árvores de uma área de cerrado stricto sensu

Show simple item record

dc.contributor.author Scolforo, José Roberto S.
dc.contributor.author Mello, José Márcio de
dc.contributor.author Oliveira, Antônio Donizette de
dc.contributor.author Mello, Anabel Aparecida de
dc.contributor.author Ferreira, Daniel Furtado
dc.date.accessioned 2016-07-18T13:50:10Z
dc.date.available 2016-07-18T13:50:10Z
dc.date.issued 2000
dc.identifier.citation SCOLFORO, J. R. S. et al. Avaliação de diferentes níveis de intervenção no desenvolvimento da área basal e número de árvores de uma área de cerrado stricto sensu. Cerne, Lavras, v.6, n.2, p.025-034, 2000. pt_BR
dc.identifier.issn 2317-6342
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18263
dc.description.abstract Este estudo teve como principal objetivo comparar estatisticamente o desenvolvimento do número de árvores e da área basal após dez anos da aplicação de seis diferentes níveis de intervenções visando a definição do ciclo de corte para vegetação de cerrado stricto sensu. O experimento foi instalado no município de Coração de Jesus, norte do estado de Minas Gerais. Foram realizadas avaliações nos anos de 1986, 1996 e 1998, em trinta parcelas de 600m 2 , instaladas em uma área de 30 ha, sujeita a seis tratamentos com cinco repetições cada. Estes consistiram em: retirada de 50%, 70%, 80%, 90% e 100% da área basal, além da testemunha. Foram obtidos o número de árvores e a área basal das plantas com circunferência a 1,30m de altura (CAP) maior ou igual a 15,7cm. Foi utilizada, para avaliar o desenvolvimento do número de árvores e da área basal, após aplicados os tratamentos, uma análise de variância em fatorial com parcelas subdivididas no tempo. As principais conclusões foram: o experimento instalado em 1986 ainda estava em fase de crescimento, já que, a testemunha apresentou acréscimos no número de plantas e na área basal de 12,6% e 92,56%, respectivamente, na medição de 1996; dentre os tratamentos aplicados, o corte raso foi o que apresentou o maior acréscimo percentual no número de árvores e na área basal. Considerando-se a variável número de árvores, pode-se sugerir um ciclo de corte de dez anos quando aplicados tratamentos de 70% ou de 100% de remoção da área basal. No entanto, uma afirmativa mais conservadora, de doze anos para o ciclo de corte, propiciará que desde o tratamento com 50% de remoção da área basal até o de 100% possam ser adotados. Quando a variável área basal for considerada, este ciclo de corte pode ser de dez anos, também para toda amplitude de intervenção adotada. pt_BR
dc.description.abstract This study compared statistically the changes of the number of trees and the growth of basal area after 10 years of apllying different levels of intervention in the vegetation of the savannah “stricto sensu”. The data for accomplishment of this study were obtained in the Alvação farm, in Coração de Jesus county, north of the state of Minas Gerais. Evaluations were accomplished in 1986, 1996 and 1998 in 30 plots of 600m 2 each installed in an area of 30ha subjected to 6 treatments. These consisted on: remotion of 50%, 70%, 80%, 90% and 100% of the basal area, besides the control, with 5 repetitions each. It was reccorded the number of trees and the basal area of the plants with circumference at 1,30m of height (CAP) larger or equal to 15,7 cm. This study was carried out to evaluate the development of the trees and the basal area after the treatments had been applied by using the analysis of variance in factorial design with subdivided plots in time. The main results were: the experiment implanted in 1986 was still in the growth phase, since the control plots presented increasing number of plants and basal area of 12,6% and 92,56% respectively for the measurement of 1996; among the applied treatment the clear cutting presented the largest percentage of increase in the number of trees; considering the variable number of trees per hectare it can be suggested a cutting cycle of 10 years, when 70% and 100% of basal area are removed. However, for a twelve years cutting cycle remotion from 50% to 100% of basal area can be adopted pt_BR
dc.format 10 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.06,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal pt_BR
dc.title Avaliação de diferentes níveis de intervenção no desenvolvimento da área basal e número de árvores de uma área de cerrado stricto sensu pt_BR
dc.title Evaluation of different intervention levels in the development of the basal area and number of trees of a brazilian savana - stricto sensu pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v6_n2_p25-34_2000.pdf 52.42Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account