Biblioteca Florestal
Digital

Resistência ao ataque de cupim-de-madeira seca (Cryptotermes brevis) em seis espécies florestais

Show simple item record

dc.contributor.author Gonçalves, Fabrício Gomes
dc.contributor.author Oliveira, José Tarcísio da Silva
dc.date.accessioned 2016-07-07T13:04:07Z
dc.date.available 2016-07-07T13:04:07Z
dc.date.issued 2006-01
dc.identifier.citation GONÇALVES, F. G.; OLIVEIRA, J. T. S. Resistência ao ataque de cupim-de-madeira seca (Cryptotermes brevis) em seis espécies florestais. Cerne, Lavras, v. 12, n. 1, p. 80-83, jan./mar. 2006. pt_BR
dc.identifier.issn 0104-7760
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/18107
dc.description.abstract Os cupins-de-madeira seca são um dos maiores causadores de danos em diversas espécies de madeira utilizadas rotineiramente em todo o País. Com este trabalho analisou-se o ataque do Cryptotermes brevis em seis espécies comercializadas nas regiões Norte do Rio de Janeiro e Sul do Espírito Santo. Ao final do ensaio foram observados o número de orifícios, a porcentagem de indivíduos mortos e o desgaste das peças; comparando-as com a madeira de Pinus sp (testemunha) sob análise de três avaliadores independentes. As espécies menos susceptíveis ao ataque foram Cedrela fissilis (cedro-rosa), Cariocar brasiliense (pequi) e Goupia glabra (cupiúba), apresentando também as maiores porcentagens de mortalidade de cupins. O Schizolobium parahyba (guapuruvu), a Toona ciliata (cedro-australiano) e a cacunda (Tachigalia myrmecophylla), foram as espécies que apresentaram os maiores níveis de dano. pt_BR
dc.description.abstract The dry wood termites are one of the largest causes of damages in wood used in Brazil. This work analyzed the attack of the Cryptotermes brevis in six commercials wood species in the north of the Rio de Janeiro and south of the Espírito Santo. The test observed the number of holes, the percentage of died individuals and the damage of the pieces. When compared to the Pinus sp (reference), the species with less susceptibility to the attack were Cedrela fissilis, Cariocar brasiliense and Goupia glabra, that also presented the largest percentages of mortality of termites. The Schizolobium parahyba, Toona ciliata and the Tachigalia myrmecophylla were the species with the highest level of damage. pt_BR
dc.format 4 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal de Lavras pt_BR
dc.relation.ispartofseries Cerne:v.12,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.title Resistência ao ataque de cupim-de-madeira seca (Cryptotermes brevis) em seis espécies florestais pt_BR
dc.title Resistance to the attack of dry-wood termites (Cryptotermes brevis) of six wood species pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Cerne_v12_n1_p80-83_2006.pdf 49.16Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account