Biblioteca Florestal
Digital

Análise do banco de sementes no solo e da regeneração natural de um fragmento florestal com Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze., no estado do Paraná

Show simple item record

dc.contributor.advisor Nogueira, Antônio Carlos
dc.contributor.author Souza, Marcelo Lima de
dc.date.accessioned 2016-06-22T13:58:20Z
dc.date.available 2016-06-22T13:58:20Z
dc.date.issued 1996-10-18
dc.identifier.citation SOUZA, M. L. Análise do banco de sementes no solo e da regeneração natural de um fragmento florestal com Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze., no estado do Paraná. 1996. 115 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 1996. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17829
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract Foi estudado o banco de sementes no solo e a regeneração natural de i m fragmento florestal com Araucaria angustifolia a (Bert.) 0. Ktze, localizado no estado do Paraná. As amostras de solo foram coletadas de quatro parcelas permanentes de um hectare cada uma. A distribuição vertical de sementes em quatro camadas de solo (0-5, 5-10, 10-15, 15-20 cm) foi analisado através da identificação e quantificação das plântulas emergentes em casa de vegetação levando em consideração o nivel de sombreamento. Estudou-se a regeneração natural das espécies da floresta de até 1,50 m de altura. Os dados referentes ao banco de sementes no solo foram obtidos no per iodo de 210 dias, por meio de identificação botânica e contagens semanais das plântulas germinadas das quatro profundidades de solo em quatro parcelas experimentais. As amostras de solo foram colocadas para germinar sob 0 e 50% de sombreamento em casa de vegetação. Os resultados obtidos no estudo de banco de sementes no solo, permitiram as seguintes avaliações: o banco de sementes no solo parece ser pobre em espécies arbóreas e abundante em espécies de menor porte (herbáceas e gramíneas); o banco de sementes das espécies arbóreas foi maior na camada de 5-10 cm de profundidade; ocorreu maior germinação sob 0% de sombreamento. Os resultados obtidos no estudo de regeneração natural permitiram concluir que: o banco de plântulas é abundante em espécies florestais; as espécies da regeneração natural estão concentradas em classe menores de altura (< 0,50 m); a espécie pioneira, Mimosa scabrella Benth. (bracatinga) ocorreu no banco de sementes no solo, porém não ocorreu no banco de plântulas; ao contrário, Matayba elaeagnoides Radlk. (miguel-pintado), espécie tolerante à sombra, apareceu abundantemente no banco de plântulas, mas não no banco de sementes. Este estudo discutiu o comportamento das principais espécies na formação do banco de sementes no solo e da regeneração natural. Provavelmente, a estratégia de regeneração da maioria das espécies é através da formação de banco de plântulas, todavia o banco de sementes no solo é um caminho para a perpetuação das espécies pioneiras desta floresta. pt_BR
dc.description.abstract A study on soil seed bank in the soil and natural regeneration was carried out in a fragment of mixed Araucaria angustifolia - hardwoods forest located in southern Parana State, Brazil was carried out. Soil samples were collected at 4 ha permanent plots of 1 ha each. Vertical distribution of seeds in four soil layers (0-5 cm; 5-10 cm; 10-15 cm and 15-20 cm) was analyzed through identification and quantification of germinated seedlings in greenhouse, under full light and 50% shaded conditions. Seedlings of trees, weeds, grasses and lianas were counted separately in week intervals during a 210-day period. The natural regeneration of the forest was also studied by identifying and counting < 1,5 m seedlings and saplings on 4 m2 quadrats. The results suggested that the soil seed bank in this forest was poor in terms of tree species, both in diversity and density. On the other hand, seeds of grasses and weeds were abundantly found. The total number of germinated seedlings decreased along the vertical soil profile, but the forest tree species tended to occur more abundantly in the 5-10 cm layer. Germination was greater under full light condition than under 50% shade. Seedlings and saplings on the forest floor were very abundantly found, showing also considerably high diversity. Most seedlings and saplings counted were small-sized, i.e., < 0,5 m. The pioneer species, e.g. Mimosa scabrella occurred in the soil seed bank, but not in the ssedling bank. Conversely, more shade tolerant species, e.g. Matayba elaeagnoides, appeared abundatly as seedlings and saplings, but did not as buried seeds. The behavior of the main species was discussed in terms of soil seed bank and seedling banks formation. Probably, the regeneration strategy of most species is the seedling bank formation, but the seed bank formation may be the way of perpetuating pioneers light-demanding species in this forest. pt_BR
dc.format 115 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sementes florestais pt_BR
dc.title Análise do banco de sementes no solo e da regeneração natural de um fragmento florestal com Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze., no estado do Paraná pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Marcelo Lima de Souza.pdf 3.831Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account