Biblioteca Florestal
Digital

A importância da palmeira Syagrus coronata (Mart.) Beec. para a conservação da riqueza e diversidade de espécies epífitas vasculares na Caatinga

Show simple item record

dc.contributor.author Castro, Raphaela Aguiar de
dc.contributor.author Fabricante, Juliano Ricardo
dc.contributor.author Siqueira Filho, José Alves de
dc.date.accessioned 2016-06-21T12:11:40Z
dc.date.available 2016-06-21T12:11:40Z
dc.date.issued 2016
dc.identifier.citation CASTRO, R. A.; FABRICANTE, J. R.; SIQUEIRA FILHO, J. A. A importância da palmeira Syagrus coronata (Mart.) Beec. para a conservação da riqueza e diversidade de espécies epífitas vasculares na Caatinga. Revista Árvore, Viçosa, v.40, n.1, p.1-12, 2016. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17801
dc.description.abstract Neste estudo, o objetivo foi avaliar as diferenças entre a riqueza e a diversidade epifítica sobre os forófitos de licuri, Syagrus coronata (Mart.) Beec., e outras espécies da Caatinga, bem como verificar a maior frequência das epífitas sobre os estratos de S. coronata. O estudo foi realizado no Parque Nacional do Vale do Catimbau, em Pernambuco. Foram selecionados, aleatoriamente, 50 indivíduos adultos de S. coronata (L), assim como o indivíduo arbóreo adulto mais próximo de cada S. coronata (O), excluindo-se os indivíduos de licuri, para contabilizar o número de indivíduos epifíticos por espécie e classificá-los quanto à forma de vida em hemepífitas primárias, hemepífitas secundárias, holoepífitas obrigatórias, holoepífitas facultativas e holoepífitas acidentais. Foram amostrados 760 indivíduos epifíticos distribuídos em 16 espécies, dos quais 15 táxons sobre S. coronata, principalmente encontrados na região da estipe recoberta pelos restos das bainhas das folhas antigas, e cinco no outro grupo forofítico. A diversidade de Shannon-Weaver (L - 1,936; O - 0,155) foi significativamente maior sobre S. coronata quando comparada com aquela observada sobre as outras espécies forofíticas. A análise de dissimilaridade florística das espécies epífitas em razão dos dois tipos de forófitos (L e O) apontou a formação de agrupamentos mais consistentes entre os indivíduos de S. coronata em relação às demais espécies. Além disso, considerando os tamanhos do diâmetro à altura do solo (DAS) e a altura, evidenciou-se que, quanto maiores esses parâmetros, maiores também a riqueza e abundância de indivíduos epifíticos. Assim, este estudo corrobora a importância desta espécie como hospedeira da riqueza e diversidade epifítica na Caatinga e para a conservação das populações de S. coronata. pt_BR
dc.description.abstract The aim of this study was to evaluate the differences between the epiphytic diversity and richness on the phorophytes of licuri, Syagrus coronata (Mart.) Beec., and other species of the Caatinga and check the higher frequency of epiphytes on the strata of S. coronata. The study was conducted at the National Park of Catimbau Valley (Parque Nacional do Vale do Catimbau), in Pernambuco. We randomly selected 50 adults of S. coronata (L) as well as the individual adult tree closest to each S. coronata (O), excluding individuals of licuri to count the number of epiphytic individuals per species and classify them according to their life form in primary hemiepiphytes, secondary hemiepiphytes, mandatory holoepiphytes, optional holoepiphytes and accidental holoepiphytes. We sampled 760 individuals distributed in 16 species, 15 of which taxa of S. coronata, mainly found in the stem region covered by the remains of old leaf sheaths, and five in another phorophyte group. The Shannon-Weaver (L - 1.936; O - 0.155) diversity was significantly higher on S. coronata when compared to the one observed on other phorophyte species. The floristic dissimilarity analysis of the epiphytic species according to the two types of phorophytes (L and O) showed the formation of more consistent clusters among individuals of S. coronata in relation to other species. Moreover, considering the sizes of DGH (diameter at ground height) and height, it is evident that the higher these parameters are, the greater the richness and abundance of epiphytic individuals. Thus, this study confirms the importance of this species as a host of epiphytic diversity and richness in the Caatinga, and for the conservation of S. coronata populations. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.40,n.1;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Dendrologia e fitossociologia pt_BR
dc.title A importância da palmeira Syagrus coronata (Mart.) Beec. para a conservação da riqueza e diversidade de espécies epífitas vasculares na Caatinga pt_BR
dc.title The importance of the palm Syagrus coronata (Mart.) Beec. for the conservation of species richness and diversity of vascular epiphytes in the Caatinga pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Árvore_v40_n1_p1-12_2016.pdf 1.249Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account