Biblioteca Florestal
Digital

Qualidade do carvão vegetal para o consumo doméstico comercializado na região Serrana Sul de Santa Catarina

Show simple item record

dc.contributor.author Brand, Martha Andreia
dc.contributor.author Rodrigues, Aline Almada
dc.contributor.author Oliveira, Alberto de
dc.contributor.author Machado, Mauro Silveira
dc.contributor.author Zen, Linéia Roberta
dc.date.accessioned 2016-06-16T19:44:32Z
dc.date.available 2016-06-16T19:44:32Z
dc.date.issued 2015
dc.identifier.citation BRAND, M. A. et al. Qualidade do carvão vegetal para o consumo doméstico comercializado na região serrana sul de Santa Catarina. Revista Árvore, Viçosa, v.39, n.6, p.1165-1173, 2015. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17755
dc.description.abstract Este trabalho teve como objetivo averiguar a qualidade do carvão vegetal para consumo doméstico, comercializado na região Serrana Sul de Santa Catarina. Foram coletadas 12 marcas de carvão na região da Associação dos Municípios da Região Serrana (AMURES) e Curitibanos. Foram descritas e analisadas as características gerais das embalagens e determinadas as propriedades físicas e energéticas de cada uma das marcas. As propriedades analisadas foram: densidade relativa aparente, teor de umidade, poder calorífico, teor de carbono fixo, voláteis e cinzas. As marcas comercializadas na região são oriundas dos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. A acácia-negra e os eucaliptos são as espécies mais usadas para a produção de carvão. Não existe padronização das informações nas embalagens. O carvão vegetal apresentou densidade relativa aparente alta (0,403 g/cm3); teor de umidade alto (7,35%); poder calorífico superior médio de 6.449 kcal/kg, com muita variação entre as amostras; alto teor de voláteis e cinzas; e baixo teor de carbono fixo (32,85%, 1,96% e 65,17%, respectivamente). A produção e consumo do carvão vegetal no Planalto Sul catarinense são regionalizados, sem padronização das embalagens e com registro nos órgãos ambientais de fiscalização. A qualidade do carvão comercializado na região é baixa. pt_BR
dc.description.abstract This study aimed to determine the quality of charcoal for domestic consumption, marketed in the southern mountain region of Santa Catarina. Twelve brands of charcoal sold in the AMURES (Association of Municipalities of the Mountain Region) and Curitibanos region were collected. The general characteristics of packaging and certain physical and energetic properties of each of the brands were described and analyzed. The properties analyzed were: apparent relative density, moisture content, calorific value, fixed carbon content, volatile and ash. The brands sold in the region are from the states of Santa Catarina, Rio Grande do Sul and Parana. The black wattle and eucalyptus are most commonly used for the production of charcoal. There is no standard information in packagings. The charcoal showed high relative density (0.403 g/cm 3); high moisture content (7.35%); with an average gross calorific value of 6449 kcal/kg, with a lot of variation between samples; high volatile and ash content and low fixed carbon content (32.85%, 1.96% and 65.17%, respectively). The production and consumption of charcoal in southern Santa Catarina plateau is regionalized, without standardization of packaging and with records in environmental supervisory bodies. The quality of charcoal sold in the region is low. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.39,n.6;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Energia de biomassa florestal pt_BR
dc.title Qualidade do carvão vegetal para o consumo doméstico comercializado na região Serrana Sul de Santa Catarina pt_BR
dc.title Quality of charcoal for domestic consuption marketed in the southern highlands region of Santa Catarina pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Árvore_v39_n6_p1165-1173_2015.pdf 581.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account