Biblioteca Florestal
Digital

Como estão organizadas as redes de interações de visitação floral em áreas de restauração de Floresta Atlântica?

Show simple item record

dc.contributor.advisor Varassin, Isabela Galarda
dc.contributor.author Donatti, Ana Julia
dc.date.accessioned 2016-06-14T14:57:23Z
dc.date.available 2016-06-14T14:57:23Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.citation DONATTI, A. J. Como estão organizadas as redes de interações de visitação floral em áreas de restauração de Floresta Atlântica?. 2011. 46 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17675
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract Uma das conseqüências da substituição da Floresta Atlântica por centros urbanos e rurais é a perda de processos funcionais, como relações mutualísticas entre plantas e animais. Uma forma de avaliar se durante o processo sucessional estas interações estão sendo reintegradas, é investigar a estrutura das redes de interações em diferentes idades de restauração. Portanto, usando abordagens de redes ecológicas, foram comparadas redes de interações planta-polinizador, obtidas de quatro idades de restauração em Floresta Atlântica. Foi registrada a relevância de plantas com hábito herbáceo e arbustivo no início da restauração, a qual aumenta a oferta de recursos em áreas onde espécies arbóreas pioneiras levam de dois a dez anos para iniciar a fase reprodutiva. Conseqüentemente, essas plantas generalistas atraem e asseguram interações com insetos especialistas e/ou raros. Estes são provavelmente provenientes da paisagem heterogênea presente no local. Devido à proximidade das idades das idades, e da baixa diversidade de plantas, não foi registrado variação na estrutura topológica das redes de interações (M, C, N, H’2, grau médio). Tanto para plantas como para polinizadores, houve uma tendência de redução da generalidade, apontadas pela variação da distribuição do número de interações realizadas (grau das espécies). Nas idades mais antigas, o aumento da especialização (d ́) das plantas contribuiu para o aumento da força das espécies. pt_BR
dc.description.abstract One of the consequences of substitution the Atlantic Forest by urban centers and rural areas is the loss of functional processes, as mutualistic relationships between plants and animals. A form of evaluating the reintegration of these interactions during the successional process is to investigate the structure of interaction networks in different ages of restoration. Therefore, using approaches of ecological networks, plant-pollinator interaction networks were compared of. They were obtained from four ages of restoration in the Atlantic Forest. The importance of herbaceous plants and shrubs was recorded at the beginning of the restoration, which increases the supply of resources in areas where pioneer tree species take two to ten years to start the reproductive phase. Consequently, these generalists plants attract and ensure interactions with specialists or rare insects. These probably come from the heterogeneous landscape in this area. Due to the proximity of their ages, and low diversity of plants, no variation in the topological structure of networks of interactions (M, C, N, H'2, average degree) was recorded. For plants as for pollinators, there was a trend of reducing generality, appointed by the variation of the number of interactions (degree of species) distribution. In the oldest ages, the increasing specialization (d ') of plants contributed to the increased strength of the species. pt_BR
dc.format 46 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Como estão organizadas as redes de interações de visitação floral em áreas de restauração de Floresta Atlântica? pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Ana Julia Donatti.pdf 2.735Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account