Biblioteca Florestal
Digital

Influência do solo contaminado com petróleo na morfologia e fisiologia de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae)

Show simple item record

dc.contributor.advisor Bona, Cleusa
dc.contributor.author Oliveira, Liege da Silva
dc.date.accessioned 2016-04-12T14:36:44Z
dc.date.available 2016-04-12T14:36:44Z
dc.date.issued 2004
dc.identifier.citation OLIVEIRA, L. S. Influência do solo contaminado com petróleo na morfologia e fisiologia de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae). 2004. 63 f. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2004. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17507
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract Em julho de 2000 ocorreu um vazamento de petróleo no oleoduto que liga o terminal de São Francisco do Sul – Santa Catarina à Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR), localizada em Araucária - Paraná. Aproximadamente 4 milhões de litros de petróleo vazaram, dos quais 2 milhões e 700 mil litros penetraram no solo da refinaria. Estudos em áreas continentais contaminadas com petróleo são raros, por este motivo, pesquisas nesta área merecem uma atenção especial. Objetivo deste trabalho foi analisar as alterações morfológicas e fisiológicas de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) crescendo em solo contaminado e não contaminado com petróleo. O solo para montagem do experimento foi coletado na área da REPAR e transferido para estufa. As mudas com aproximadamente cinco meses de idade foram plantadas em estufa em sacos plásticos em solo contaminado e não contaminado com petróleo, com e sem adição de adubo. As variáveis analisadas foram: taxa de sobrevivência, altura do caule, diâmetro do caule, peso seco total, teor de clorofila, área foliolar, área foliar específica, espessura total do limbo, espessura do parênquima paliçádico e do parênquima lacunoso. Foram feitas análises químicas dos solos e das folhas. Análise estatística foi realizada com um delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e oito repetições. Foi usado o teste de Bartlett para testar a homogenidade das variâncias. As médias foram comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. As plantas que estavam em solo contaminado com petróleo tiveram o crescimento prejudicado. O petróleo no solo não prejudicou a síntese de clorofila, mas reduziu a biomassa. As análises morfológicas indicaram uma tendência ao xeromorfismo das plantas em condição de solo contaminado. Schinus terebinthifolius mostrou ser uma planta tolerante á contaminação do solo com petróleo, apresentando um comprometimento aceitável no crescimento das plantas que cresceram em solo contaminado com petróleo. A espécie tem potencial para a revitalização da área contaminada pelo petróleo. pt_BR
dc.description.abstract In July 2000, a petroleum spill occurred in the petroleum pipeline that connects São Francisco do Sul terminal station to Presidente Getúlio Vargas Refinery (REPAR) located in Araucária - PR. Approximately 4 million petroleum liters spilled from which, 2.700.000 penetrated the refining plant soil. Studies in petroleum contaminated continental areas are rare. For this reason, researches deserve special attention. The aim of this study was analysing the morphological and physiological changing of the Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) growing in petroleum contaminated soil and non contaminated soil. The soil used in the experiment was collected in the area of REPAR and transferred to the greenhouse. Nearly five-month old seedling were grown inside a greenhouse in plastic bags in petroleum contaminated soil and non contaminated soil, with or without compost addiction. The varieties analysed were: survival rate; stem height; stem diameter; total dry weight; total limbo thickness; and palisade and lacunate parenchyma thickness. Soil and leaf chemical analyses were carried out. Statistical analysis was done at random with four treatments and eight repetitions. The Bartlett test was used to test the variance homogeneity. The average was compared by Tukey test at 5 % level probability. The plants which were in the petroleum contaminated soil had their growth damaged. The petroleum in the soil did not damaged the chlorophyl synthesis but there was a decreased in the biomass. Morphological analyses showed a tendency to plant xeromorphism in the contaminated soil. Schinus terebinthifolius proved to be tolerant of contaminated soil. It also showed meaningful changes in plants grown in petroleum contaminated soil. The species may help revitalizing the petroleum contaminated site. pt_BR
dc.format 63 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Influência do solo contaminado com petróleo na morfologia e fisiologia de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Liege da Silva Oliveira.pdf 727.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account