Biblioteca Florestal
Digital

Monitoramento da regeneração natural em fragmento de Floresta Ombrófila Mista e morfoanatomia de plântulas e tirodendros de Piptocarpha angustifolia Dusén Ex Malme (Asteraceae)

Show simple item record

dc.contributor.advisor Souza, Luiz Antonio de
dc.contributor.author Kellermann, Betina
dc.date.accessioned 2016-04-12T13:58:51Z
dc.date.available 2016-04-12T13:58:51Z
dc.date.issued 2011
dc.identifier.citation KELLERMANN, B. Monitoramento da regeneração natural em fragmento de Floresta Ombrófila Mista e morfoanatomia de plântulas e tirodendros de Piptocarpha angustifolia Dusén Ex Malme (Asteraceae). 2011. 140 f. Dissertação (Mestrado em Botâmica) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2011. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17506
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract A regeneração natural refere-se às fases iniciais das plantas e os fatores que afetam o seu estabelecimento e desenvolvimento. O estudo morfológico dessas plantas nas primeiras fases de desenvolvimento permite a observação de estruturas transitórias, as quais desaparecem com a passagem para a fase adulta. Esses estudos são importantes para a identificação e compreensão do ciclo de vida das espécies. O objetivo desse trabalho foi monitorar e analisar a regeneração natural das espécies arbóreas na Reserva Florestal Embrapa/Epagri – RFEE (Floresta Ombrófila Mista), um remanescente da Floresta Ombrófila Mista com 1.157,48 ha localizada em Caçador (SC) e baseando-se nos resultados fitossociológicos, descrever a morfoanatomia da plântula e tirodendro de Piptocarpha angustifolia. A análise e o monitoramento da regeneração natural foram realizados em duas subtipologias consideradas naquela área como os extremos em termos fitofisionômicos e sucessionais: a subtipologia Predominância de Araucária e a subtipologia Taquaral. A área amostral foi de 450 m2, distribuídos em 200 parcelas de 2,25 m2 (1,5 m x 1,5 m), sendo 100 parcelas para cada subtipologia. Essas parcelas foram instaladas e medidas em setembro de 2007 e foram remedidas em julho de 2009 e de 2010. Foram identificadas 74 espécies, arbóreas de 29 famílias, totalizando 1506 indivíduos amostrados em 450 m2. Na análise conjunta das duas subtipologias, as famílias mais representativas em número de espécies foram Myrtaceae, Lauraceae, Fabaceae, Salicaceae e Solanaceae. Na subtipologia Predominância de Araucária foram encontradas 64 espécies e na subtipologia Taquaral, 43 espécies, nos três anos avaliados. Na subtipologia Predominância de Araucária as espécies com maiores valores de regeneração natural relativa foram Nectandra megapotamica, Allophylus edulis e Cupania vernalis. Na subtipologia Taquaral se destacaram Piptocarpha angustifolia, Mimosa scabrella e Aegiphila. Foi detectado diferença significativa nos índices de diversidade A densidade de individuos não variou significativamente entre subtipologias e anos, à exceção da subtipologia Taquaral em 2007, que foi maior, diferindo das demais. As plântulas e tirodendros de P. angustifolia, obtidos em casa de vegetação, foram coletados com 13 e 35 dias, respectivamente, e fixados em FAA 50. As plântulas são fanerocotiledonares e epigeias. A raiz é axial e diarca. O hipocótilo tem estrutura de transição entre raiz e caule. No epicótilo, o cilindro central tem estrutura eustélica com vários feixes vasculares colaterais. Os cotilédones, eofilos e metafilos apresentam epiderme unisseriada anfistomática e mesofilo dorsiventral. A nervura central é proeminente em todas as folhas, com um feixe vascular no cotilédone e eofilo e vários no nomofilo. O pecíolo tem contorno diferente nas três folhas, com três feixes vasculares colaterais no cotilédone e eofilo e vários no nomofilo. pt_BR
dc.description.abstract Natural regeneration refers to the initial stages of plants’ lives and the factors that affect their establishment and development. Morphological studies of the first stages of a plant’s life allows for the observation of temporary structures that are not present in later ontogenic phases. These can be useful for the identification of species and for understanding the morphological strategies used during the life cycle. This study aims to analyze the natural regeneration dynamics of a 1.157ha Mixed Ombrophylous Forest fragment located in Caçador municipality (Santa Catarina State, Brazil). Additionally, the morphological and anatomic characteristics of Piptocarpha angustifolia were also studied during their initial life stages. The regeneration dynamics was assessed in two forest types considered as extremes in terms of ecological succession: “Predominance of Araucaria – Araucaria type” and “Taquaral - bamboo type”. A total of 200 samples of 2.25 m 2 (1.5 m x 1.5 m; 100 in each forest type) were established in 2007 and re-measured in 2009 and 2010. In total, 1506 plants from 74 species and 29 botanical families were sampled; Myrtaceae, Lauraceae, Fabaceae, Salicaceae and Solanaceae were the families with the most individuals. Based on the Relative Natural Regeneration Index, the most important species for Araucaria type were Nectandra megapotamica, Allophylus edulis and Cupania vernalis; whereas for the bamboo type, Piptocarpha angustifolia, Mimosa scabrella and Aegiphila riedeliana were the most important. The analysis of diversity showed significant differences between the forest types. Considering plant density, no significant differences were found between the two forest types and among the three years with the exception of the bamboo type in 2007. This difference seems to be related to an exceptional number of pioneer plants following bamboo dieback. Piptocarpha angustifolia had its morphology and anatomy analysed in plants at 13 and 35 days after germination. These plants are phanerocotylars and epigeous with axial and diarch roots. The hypocotyl has a transitional structure between the root and the stem and at the beginning of the epicotyls there are eight to ten vascular bundles. Cotyledons, eophylls and nomophylls are amphistomatic showing uniseriate epidermis on both faces; these three structures have dorsiventral mesophyll. The midrib is prominent with a vascular bundle in all leaves, with three collaterals vascular bundles in the cotyledons and eophyll and several in the nomophyll. The three leaves have different petiole shapes, with three collaterals vascular bundles in cotyledon and eophyll and eight to ten in the nomophyll. pt_BR
dc.format 140 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Dendrologia e fitossociologia pt_BR
dc.title Monitoramento da regeneração natural em fragmento de Floresta Ombrófila Mista e morfoanatomia de plântulas e tirodendros de Piptocarpha angustifolia Dusén Ex Malme (Asteraceae) pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Betina Kellermann.pdf 4.730Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account