Biblioteca Florestal
Digital

Determinação de propriedades elásticas e de resistência em compensados de Pinus elliottii

Show simple item record

dc.contributor.author Palma, Hernando Alfonso Lara
dc.date.accessioned 2016-04-08T12:53:03Z
dc.date.available 2016-04-08T12:53:03Z
dc.date.issued 1997-06
dc.identifier.citation PALMA, H. A. L. Determinação de propriedades elásticas e de resistência em compensados de Pinus elliottii. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 51, p. 37-48, jun. 1997. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17471
dc.description.abstract The objetive of this work was to estimate the rigidity and strenght properties of plywood manufactured of Pinus elliottii Engelm with venner and wood strength properties. The results of theoric calculations of modulus of elasticity (MOE) and modulus of rupture (MOR) of plywood in the parallel and perpendicular directions had a strong equivalence with the values observed through convencional tests. The best estimated value to the MOE parallel was 7,6% higher than the value observed and 0,4% lesser than perpendicular MOE. MOR was 0,5% lesser on parallel direction and 5% lesser on perpendicular direction. The theoric estimate mechanical properties of plywood on parallel directions, considering only the parallel venner of span, was of 1,2% and 18% lesser on MOE parallel and perpendicular in relation to the value obtained using all transversal section and 1,4% and 9,8% lesser in the case of MOR. pt_BR
dc.description.abstract Este trabalho teve como objetivo estimar as propriedades de resistência e de rigidez de compensados de Pinus elliottii Engelm, a partir das propriedades de resistência tanto da madeira sólida como lâminas. Os resultados dos cálculos teóricos do módulo de elasticidade (MOE) e do módulo de ruptura (MOR) dos compensados nas direções paralela e perpendicular, tiveram uma forte equivalência aos valores observados através de ensaios convencionais. O melhor valor estimado para o MOE no sentido paralelo foi 7,6% maior que o valor observado, e de 0,4% menor para o MOE no sentido perpendicular. Para o MOR foi de 0,5% menor no sentido paralelo e de 5% menor no sentido perpendicular. As propriedades mecânicas dos compensados no sentido paralelo estimadas teoricamente, considerando atuantes somente as lâminas sob tensão paralelas ao vão, foram de 1,2% e 18% menor para MOE paralelo e perpendicular em relação ao calculado considerando toda a seção, e de 1,4% e 9,8% menor no caso do MOR. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:,n.51;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de chapas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.title Determinação de propriedades elásticas e de resistência em compensados de Pinus elliottii pt_BR
dc.title Determination of elastic and strength properties in plywood of Pinus elliottii pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_n51_p37-48_1997.pdf 301.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account