Biblioteca Florestal
Digital

Propriedades de contração na madeira juvenil e adulta de Pinus taeda L.

Show simple item record

dc.contributor.author Palma, Hernando Alfonso Lara
dc.contributor.author Ballarin, Adriano Wagner
dc.date.accessioned 2016-03-31T13:58:33Z
dc.date.available 2016-03-31T13:58:33Z
dc.date.issued 2003-12
dc.identifier.citation PALMA, H. A. L.; BALLARIN, A. W. Propriedades de contração na madeira juvenil e adulta de Pinus taeda L. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 64, p. 13-22, dez. 2003. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17350
dc.description.abstract O presente trabalho teve como objetivo o estudo da variabilidade das contrações radial, tangencial, longitudinal e volumétrica entre a madeira juvenil e adulta de Pinus taeda L., de 37 anos de idade, procedente do Horto Florestal de Manduri, Estado de São Paulo. Na primeira parte do trabalho foi determinada a região de madeira juvenil, a região de transição e a região de madeira adulta, por meio de estudos anatômicos (comprimento dos traqueóides axiais), segundo as recomendações das normas ABNT e IAWA. Os resultados mostraram que a região de madeira juvenil desta espécie ocorre aproximadamente até o 20º anel de crescimento, sendo mais representativa até o 12º anel. A sua região de transição ocorre entre o 12º e 20º anel de crescimento da árvore. Na segunda parte do trabalho foram calculadas as contrações da madeira juvenil e adulta. Os valores da contração radial, tangencial e volumétrica foram menores e mais variáveis na madeira juvenil. A contração longitudinal não apresentou diferenças significativas entre os dois tipos de lenho; os valores médios foram levemente inferiores e muito variáveis na madeira juvenil em relação à madeira adulta. pt_BR
dc.description.abstract This paper had the objective of studying variability of radial, tangential, longitudinal and volumetric shrinkage between the juvenile and mature wood, from a 35 year-old Pinus taeda L., from Horto Florestal of Manduri at São Paulo State, Brazil. First of all the experimental program determinations were related to the juvenile wood, region of the transition and region of the mature wood, using anatomical analysis (length of the axial tracheids), according to ABNT and IAWA codes. Results had shown that the area of juvenile wood of this species occurs approximately until the 20th growth ring, being more representative until the 12th ring. The transition area of this wood occurs between the 12th and 20th growth ring. In the second part of the work the shrinkage of the juvenile and mature wood were evaluated. Values of the radial, tangential and volumetric shrinkage were smaller and more variable on the juvenile wood. The longitudinal shrinkage did not present significant differences between the two wood types; medium values were slightly inferior and very variable on juvenile wood related to mature wood. pt_BR
dc.format 10 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:,n.64;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.title Propriedades de contração na madeira juvenil e adulta de Pinus taeda L. pt_BR
dc.title Properties of shrinkage in the juvenile and mature wood of Pinus taeda L. pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_n64_p13-22_2003.pdf 258.9Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account