Biblioteca Florestal
Digital

Diversidade e autocorrelação genética espacial em populações de Ocotea odorifera (Lauraceae)

Show simple item record

dc.contributor.author Kageyama, Paulo Yoshio
dc.contributor.author Cunha, Girlei Costa da
dc.contributor.author Barreto, Klaus Duarte
dc.contributor.author Gandara, Flavio Bertin
dc.contributor.author Camargo, Fausto Rodrigues Alves
dc.contributor.author Sebbenn, Alexandre Magno
dc.date.accessioned 2016-03-31T12:48:29Z
dc.date.available 2016-03-31T12:48:29Z
dc.date.issued 2003-12
dc.identifier.citation KAGEYAMA, P. Y. et al. Diversidade e autocorrelação genética espacial em populações de Ocotea odorifera (Lauraceae). Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 64, p. 108-119, dez. 2003. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17340
dc.description.abstract Examinaram-se por locos isoenzimáticos os níveis de diversidade genética e a distribuição espacial de genótipos de Ocotea odorifera (canela sassafrás), em dois fragmentos (Matas da Cabine de Força - MCF; Mata do Aeroporto - MA) localizados em Capão Bonito, SP. A análise de distribuição das freqüências alélicas entre populações mostrou baixa diferenciação (0,028). As análises dos genótipos de O. odorifera revelaram altos índices de diversidade genética nas populações, como média de 2,36 alelos por loco ( Â ), 67,8% de locos polimórficos a 95% de probabilidade ( P̂95% ), 0,360 de diversidade gênica esperada ( Ĥ e ) e 0,005 de endogamia ( fˆ ). A coancestria na população MA foi alta 0,098, apesar de não significativa. A análise de autocorrelação espacial, a partir do índice I de Moran, evidenciou fracos indícios de estruturação genética espacial nas populações. Na maior população (MCF) foi detectado indício de estruturação entre a distância de 35m a 74m e o correlograma total dos alelos foi significativo em 29,2% dos casos. Na menor população (MA) foi observado indício de estruturação somente na classe de 0m a 22m, contudo, fracos e o correlograma total dos alelos não foi significativo para nenhum dos casos, confirmando a tendência a ausência de estruturação. pt_BR
dc.description.abstract Levels of genetic diversity and spatial distribution of allozyme loci genotypes of Ocotea odorifera (canela sassafrás) were examined in two fragments (Matas da Cabine de Força - MCF; Mata do Aeroporto - MA) in Capão Bonito, SP. The analysis of allele frequencies distribution among populations showed low differentiation (0.028). The analysis of O. odorifera genotype in the populations revealed high levels of genetic diversity, with means of 2.36 alleles per locus ( Â ), 67.8% of polymorphic loci ( P̂95% ), 0.360 of gene diversity ( Ĥ e ) and low fixation index ( fˆ = 0.005). The coefficient of coancestry within of MA populations was high (0.98), but was not significant. The analysis of spatial autocorrelation, by Moran's I index, evidenced weak Kageyama et al. n 109 possibility of spatial genetic structure. In the larger population (MCF) was detected evidences of spatial genetic structure between 35m to 74 m and the allele total correlogram was significant in 29.2% of cases, reinforcing the hypothesis of spatial genetic structure. In the small population (MA) was observed evidences of spatial genetic structure only from 0 m to 22 m class, but weak. The allele total correlogram was not significant for neither alleles, confirming the tendency to absence of structure. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:,n.64;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Genética e melhoramento florestal pt_BR
dc.title Diversidade e autocorrelação genética espacial em populações de Ocotea odorifera (Lauraceae) pt_BR
dc.title Genetic diversity and spatial autocorrelation in Ocotea odorifera (Lauraceae) populations pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_n64_p108-119_2003.pdf 123.3Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account