Biblioteca Florestal
Digital

Análise ambiental das áreas ribeirinhas do Rio Iguaçu: municípios de São Mateus do Sul a União da Vitória - PR e Canoinhas a Porto União - SC

Show simple item record

dc.contributor.advisor Santos, Leonardo José Cordeiro
dc.contributor.author Gonçalves, Gilberto Luís
dc.date.accessioned 2016-03-18T13:58:06Z
dc.date.available 2016-03-18T13:58:06Z
dc.date.issued 2007
dc.identifier.citation GONCALVES, G. L. Análise ambiental das áreas ribeirinhas do Rio Iguaçu: municípios de São Mateus do Sul a União da Vitória - PR e Canoinhas a Porto União - SC. 2007. 83 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2007. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17227
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract A proposta desta pesquisa está direcionada para uma análise ambiental sobre as alterações que a paisagem ribeirinha do Rio Iguaçu, está sofrendo, mesmo sendo consideradas áreas de preservação permanente, pelo novo código florestal brasileiro de 1965. Elas estão localizadas na divisa política/administrativa dos estados do Paraná e de Santa Catarina, numa extensão de aproximadamente 172 km, onde estão localizados sete municípios lindeiros, ao rio. As alterações que ocorreram nessa paisagem são conseqüências das ações humanas desenvolvidas, diretamente, dado a um processo histórico de uso e ocupação das mesmas, visto que elas são usadas conforme os critérios individuais dos responsáveis pelas propriedades que estão inseridas na área de estudo. Portanto as ações que são colocadas em prática, acabam por não considerar os dispositivos legais, mostrando assim, que as relações entre o homem e a natureza, são conflituosas.Em todo esse processo de apropriação da natureza, quer no meio rural ou urbano, com o objetivo de suprir as suas necessidades, o homem acaba gerando um novo arranjo no meio, alterando significativamente a natureza, conferindo-lhe uma nova fisionomia e que sob o ponto de vista ambientalista, espelha algum tipo de impacto ambiental.Para a análise das ocorrências observadas nas áreas demarcadas para o desenvolvimento deste trabalho foi feito um estudo temporal, tendo por base os anos de 2002 e 2006, que serviram para refletir o estágio das principais alterações decorrentes do uso e ocupação do solo. Para essa análise, além da revisão bibliográfica, da análise de dados, do trabalho de gabinete, destacamos o trabalho de campo, onde foi possível ver e registrar imagens diferenciadas das principais alterações decorrentes da influência humana, isto é, uma imagem de dentro para fora do rio, que associadas ao emprego da matriz de Leopodl, como instrumento auxiliar contribuiu, para estabelecer parâmetros que norteassem a análise dos impactos ambientais observados. Dentro desse cenário foram detectadas várias formas que contribuíram diretamente para as alterações da paisagem, que estão dispostas aleatoriamente ao longo das margens do Rio Iguaçu. No entanto para dar um melhor ordenamento a esta análise, foram agrupados enquanto categorias de análise: 1 a mata ciliar com sendo um dos elementos constituintes da natureza que sofre a primeira alteração ambiental; 2 - a urbanização como forma de acomodação do contingente populacional; 3 - a agropecuária representada pelas diversas maneiras de sua exposição; 4 - a mineração enquanto representante da indústria minerária. Comprovando com isso, que há necessidade imediata de um incremento das políticas ambientais claras, associadas a uma gestão eficiente no sentido de minimizar o impactos ambientais decorrentes da ação humana. pt_BR
dc.description.abstract This research proposes an environmental analysis of the changes the riparian landscape of the Iguaçu River has been going through, even though this is considered to be a permanent preservation area by the newest 1965 Brazilian forest code. It is located at the political/administrative boundary that separates the states of Paraná and Santa Catarina, covering an extension of approximately 172km, where seven towns stand, bordering to the river. The changes occurred in this landscape are a direct consequence of human actions, given the historic process of their use and occupation, since they have been used according to the individual criteria of the property owners in the area. These practical actions end up by not considering the legal measures, thus demonstrating that relationships between men and nature are conflicting. In the process of nature appropriation, as a whole, in rural as well as in urban area, aiming at the supply for their needs, men generate a new arrangement in their environment, significantly changing nature, giving it a new shape, which, in an environmentalist view, reflects some kind of environmental impact. A temporal study was made for analyzing the occurrences observed in the delimited areas, based on the years of 2002 and 2006, chosen for the reflection on the level of the main changes caused by soil use and occupation. In this research, besides the biographical review, the data analysis and the office work, we highlight the field work, during which it was possible to see and to register different images of the principal changes caused by human influence, that is, a view from the river to its outside which, supported by the use of Leopold s matrix as an auxiliary instrument, has contributed for establishing patterns to guide the analysis of the environmental impacts observed. In this scenario, several forms were detected, which directly contributed for changes in the landscape, randomly situated along the Iguaçu river banks. In order to give this work a better disposition, the following were grouped as analysis categories: 1- the riparian wood, as one of the constitutive elements of nature which suffers the first environmental change; 2- urbanization, as a way of accommodating population; 3- agrarian activity, represented by the several ways it is exposed; 4- mining, representing the mining environmental policies, associated to an efficient management, working for minimizing the environmental impact caused by human action. pt_BR
dc.format 83 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Avaliação de impactos ambientais pt_BR
dc.title Análise ambiental das áreas ribeirinhas do Rio Iguaçu: municípios de São Mateus do Sul a União da Vitória - PR e Canoinhas a Porto União - SC pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Gilberto Luis Gonçalves.pdf 2.328Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account