Biblioteca Florestal
Digital

Ação antimicrobiana do extrato hidroalcoólico de folhas da Schinus terebenthifolius Raddi (Aroeira)

Show simple item record

dc.contributor.advisor Vicente, Vânia Aparecida
dc.contributor.author Boros, Luis Filipe
dc.date.accessioned 2016-03-16T13:44:14Z
dc.date.available 2016-03-16T13:44:14Z
dc.date.issued 2007-04-23
dc.identifier.citation BOROS, L. F. Ação antimicrobiana do extrato hidroalcoólico de folhas da Schinus terebenthifolius Raddi (Aroeira). 2007. 69 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia, Parasitologia e Patologia) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2007. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17199
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract A polpa dental com a injúria torna-se inflamada e os microrganismos colonizadores da boca se fixam no tecido doente e iniciam a infecção endodôntica. Com o passar do tempo esta se agrava com as transições de espécies bacterianas e da ampliação das estruturas invadidas sem que haja o tratamento. As medicações sofrem limitações na presença de coleção purulenta, restos de tecido necrótico, necessidade de preparo químico-mecânico do canal, não neutralização dos produtos tóxicos e danos ao tecido do hospedeiro (paciente) e sendo assim outras formas de tratamento têm sido investigados, como os fitoterápicos. Dentre as medicações fitoterápicas conhecidas está o extrato hidroalcoólico de cascas e folhas de Schinus terebenthifolius Raddi (aroeira), muito utilizada em doenças infecciosas de pele, trato gastrointestinal e região pélvica urinária. Com a parceria do Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular, do Departamento de Química da Universidade Federal do Paraná e Departamento de Odontologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, foram obtidos extratos totais brutos e fracionados das folhas de plantas coletadas no ano de 2002 e 2005 no Litoral do Estado do Paraná. Sendo assim seu potencial antimicrobiano foi avaliado frente a isolados de polpa necrosada e linhagens referência de Staphylococcus aureus ATCC 27213, Pseudomonas aeroginosa ATCC 27853 e Escherichia coli ATCC 35219 determinando a concentração inibitória mínima em meio líquido e meio sólido. A partir dos resultados verificou-se uma concentração inibitória mínima maior em meio líquido (850 μg/mL) do que em meio sólido (650 μg/mL) para os extratos brutos. Com o fracionamento dos extratos não foram observadas inibições das bactérias utilizando as frações isoladamente. Da ação antimicrobiana do extrato, um modelo de infiltração marginal foi proposto para avaliar o potencial do substrato como medicação endodôntica, os resultados mostraram eficiência na inibição e controle bacteriano. pt_BR
dc.description.abstract The dental pulp with the injury becomes inflamed and the colonizes microrganisms of the mouth fix in the sick tissue and they initiate the endodontic infection, with the time this aggravates with the transitions of bacterial species and the magnifying of the invaded structures without that it has the handling. The medications have limitations on the presence of pus collection, necrotic tissue remaining portions, necessity of housekeeping chemistry-mechanic of the endodontic conduit, neutralization of the toxic products and damages to the tissue of the host (patient), however other forms of handling have been investigated as the phytotherapy. Amongst known phytotherapy medications it is the hydroalcoholic extract of rinds and leves of Schinus terebenthifolius Raddi (aroeira), much used in infectious illnesses of skin,, gastrointestinal tract treatment and urinary pelvic region. With the partnership of the Department of Biochemist and Molecular Biology, of the Department of Chemistry of the Federal University of the Paraná and Department of Dentistry of the Pontifical University Catholic of the Paraná, raw and fractioned total extracts of leves of plants collected in the year of 2002 and 2005 in the Coast of the State of the Paraná had been gotten. Being thus its potential antimicrobials front isolated of necrotic pulp and the reference strains was evaluated of Staphylococcus aureus ATCC 27213, Pseudomonas aeroginosa ATCC 27853 and Escherichia coli ATCC 35219 determining the minimum inhibitory concentration in liquid culture media and solid way. From the results minimum greater in half liquid was verified a inhibitory concentration (850 μg/mL) of that in half solid (650 μg/mL) for raw extracts. With the division into fractions of extracts the fractions had not been observed inhibitions of the bacteria using separately. Of the antimicrobial action of the extract, an marginal infiltration model was considered to evaluate the potential of the substratum as endodontic medication, the results had shown to efficiency in the inhibition and bacterial control. pt_BR
dc.format 69 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de produtos florestais não madeireiros pt_BR
dc.title Ação antimicrobiana do extrato hidroalcoólico de folhas da Schinus terebenthifolius Raddi (Aroeira) pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Luis Filipe Boros.pdf 1.882Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account