Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação da infestação de Cinara atlantica (Wilson) (Hemiptera: Aphididae) em mudas de Pinus taeda L. (Pinaceae) em função da época de plantio

Show simple item record

dc.contributor.advisor Lazzari, Sonia M. Noemberg
dc.contributor.author Queiroz, Elisiane Castro de
dc.date.accessioned 2016-03-15T14:33:27Z
dc.date.available 2016-03-15T14:33:27Z
dc.date.issued 2005
dc.identifier.citation QUEIROZ, E. C. Avaliação da infestação de Cinara atlantica (Wilson) (Hemiptera: Aphididae) em mudas de Pinus taeda L. (Pinaceae) em função da época de plantio. 2005. 59 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 2005. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17189
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract O pulgão-gigante-das-coníferas, Cinara atlantica, foi registrado nas áreas de plantio de Pinus no sul do Brasil a partir de 1998, e vem causando prejuízos consideráveis ao setor florestal. Visando avaliar a infestação e os danos de C. atlantica em função de épocas de plantio e de tratamentos com imidacloprid, instalou-se um experimento em Três Barras-SC, compreendendo quatro áreas: a primeira protegida com o inseticida imidacloprid durante todo o período; a segunda sem imidacloprid; a terceira com imidacloprid e gel no ato do plantio e a quarta com imidacloprid apenas no ato do plantio. Cada área foi subdividida em seis talhões, cada um plantado bimestralmente com 70 mudas de Pinus taeda em tubete. O monitoramento dos insetos nas áreas foi realizado, quinzenalmente, por amostragem visual das plantas e com armadilhas-amarelas-de-água. Foram avaliados também o efeito na altura e diâmetro do colo das mudas, aos seis e doze meses. A condição nutricional das plantas foi avaliada ao final dos experimentos. As infestações e danos também foram correlacionados com o estresse hídrico das mudas, em casa de vegetação. As colônias de C. atlantica estabeleceram-se, preferencialmente, no terço superior das plantas. A espécie desenvolveu-se melhor no inverno, mas o pico mais elevado ocorreu em fevereiro. Foram registrados predadores das famílias Coccinellidae, Syrphidae e Chrysopidae e o parasitóide introduzido Xenostigmus bifasciatus (Braconidae), que apresentaram uma distribuição dependente das populações de C. atlantica. A infestação de C. atlantica foi significativamente maior na área totalmente desprotegida de insetic ida, seguida pela área tratada apenas no ato do plantio, contudo o resultado das infestações não se refletiu significativamente nos danos na altura e diâmetro das plantas. Os plantios de fevereiro e abril foram os mais infestados ao longo de todas as estações do ano, sendo que a intensidade das infestações decresceu nos plantios estabelecidos nos bimestres posteriores. Observou-se que as mudas recém-plantadas não eram atrativas para C. atlantica, apesar de esta espécie mostrar nítida preferência por plantas jovens ou brotações de plantas mais velhas. Este fato foi devido à condição nutricional deficiente em nitrogênio das mudas com até 30 dias após o plantio. A infestação nas plantas submetidas ao estresse hídrico foi aproximadamente o dobro da infestação registrada nas plantas não estressadas, mas, este fato não se refletiu significativamente nos parâmetros dendrométricos. Os dados obtidos nesta pesquisa são relevantes para programas de manejo integrado usando práticas silviculturais aliadas ao controle biológico, minimizando, assim, as infestações e danos de C. atlantica nos plantios de Pinus no Brasil. pt_BR
dc.description.abstract The giant conifer aphid, Cinara atlantica, has been registered in areas of Pinus in southern Brazil since 1998, and has caused considerable damages to forestry. In order to evaluate the infestation and damages of C. atlantica in function of the plantation date and chemical treatment with imidacloprid, an experiment was established in Três Barras, in the state of Santa Catarina, Brazil. The treatment s consisted of four areas: the first one protected with imidacloprid during all the period; the second without insecticide; the third with imidacloprid and gel during planting; and the fourth with imidacloprid during planting. Each area was subdivided in six blocks, each one planted every other month with 70 seedlings of Pinus taeda in a tubet. Insect monitoring in the areas was done every 15 days, using visual plant sampling and with yellow pan traps. The damages to the height and diameter were evaluated at planting time and at the 6th and the 12th month. The nutritional condition of the plants was verified at the end of the period. The infestation and damages were also correlated with the water stress of the plants in the greenhouse. The populations of C. atlantica established themselves preferentially on the upper third of the Pinus plants. The species presented better development in the winter, however, the highest population peak was recorded in February. Predators of the families Coccinellidae, Syrphidae and Chrysopidae and the introduced parasitoid Xenostigmus bifasciatus (Braconidae) were registered associated to the aphid populations, being density-dependent. The infestation of C. atlantica was significantly higher in the unprotected area and in the area treated only at planting with imidacloprid than in the other areas. However, the result of the infestations was not significantly reflected in the damages of height and diameter of the plants. The plants established in February and April were infested throughout the seasons, and the intensity of the infestations decreased on the plants established in the later planting dates. It was observed that the new seedlings were not attractive to C. atlantica, although this species shows a clear preference for yo ung plants or shootings of older plants. This fact was due to the poor nitrogen nutritional condition of the 30 days seedlings. The infestation on the stressed plants was approximately the double of the infestation registered in the non stressed plants, but, this fact was not reflected significantly in the dendrometric parameters. The data obtained in this research are very relevant for integrated pest management programs using silvicultural strategies associated to biological control, therefore, reducing infestation and damages of C. atlantica on Pinus areas in Brazil. pt_BR
dc.format 59 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Proteção florestal: pragas e doenças pt_BR
dc.title Avaliação da infestação de Cinara atlantica (Wilson) (Hemiptera: Aphididae) em mudas de Pinus taeda L. (Pinaceae) em função da época de plantio pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Elisiane Castro de Queiroz.pdf 2.067Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account