Biblioteca Florestal
Digital

Ecologia da paisagem e manejo sustentável em bacias hidrográficas: estudo do rio São Jorge nos Campos Gerais do Paraná

Show simple item record

dc.contributor.advisor Souza, Marcos Luis de Paula
dc.contributor.author Rocha, Carlos Hugo
dc.date.accessioned 2016-03-15T12:20:19Z
dc.date.available 2016-03-15T12:20:19Z
dc.date.issued 1995-02-22
dc.identifier.citation ROCHA, C. H. Ecologia da paisagem e manejo sustentável em bacias hidrográficas: estudo do rio São Jorge nos Campos Gerais do Paraná. 1995. 176 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 1995. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17178
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract Este trabalho analisa a Ecologia da Paisagem como ciência aplicada ao manejo sustentável dos recursos naturais. A bacia hidrográfica do rio São Jorge em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná foi definida como área de estudos. Drenando superfície de 2.671 ha., está inserida na porção média da APA (Área de Proteção Ambiental) da Escarpa Devoniana. Papel fundamental nesta abordagem foi destinado a) às categorias de Unidades de Conservação de uso sustentável dos recursos; b) ao Planejamento Ecológico da Paisagem, como sistema para adequação das atividades humanas ao potencial apresentado pelos ecossistemas e c) a bacia hidrográfica como unidade do espaço geográfico a ser manejada. A ánalise da paisagem envolveu três escalas principais: regional, municipal e local (bacia hidrográfica), consideradas como Matriz. Foram interpretados e mapeados aspectos fisiográficos, bióticos e humanos, considerados como sistemas constituintes da paisagem. Através da identificação de padrões em imagens aéreas e de satélite e por sobreposição temático-cartográfica, identificaram-se os elementos constituintes da paisagem: Matriz, Corredores e Unidades de Paisagem (U.P.). Estes elementos apresentam-se como síntese da interação entre os sistemas constituintes, bem como são identificados como Unidades a serem manejadas para a sustentabilidade. Neste contexto, a bacia do rio São Jorge apresenta-se a nível regional e local, como importante remanescente do ecossistema de campos limpos, configurando-se como corredor de conexão entre paisagens de campos nativos menos alterados situados nas porções norte e sul da APA. Para cada U.P., a nível de bacia, três perspectivas, definidas como Parâmetros Determinantes de Manejo (PDM), foram analisadas: a) Qualidade Visual da Paisagem, b) Integridade Ecológica da Paisagem e c) Aptidão Agrícola das Terras. Aplicação de Sistema metodológico para valoração destes Parâmetros possibilitou a definição de Classes de Manejo da Paisagem, representada por níveis de Intensidade e por Unidades de Manejo Sustentável. A metodologia utilizada, envolvendo distintas áreas de conhecimento, apresentou perspectiva potencial para o Planejamento da Paisagem. pt_BR
dc.description.abstract This work deals with applied Landscape Ecology to the sustainable management of natural resources. The area of this study was the São Jorge river basin, in the Campos Gerais, the praires of Paraná - Brazil. This river basin drains 2.671 ha and is located in the middle of the APA da Escarpa Devoniana (Devonian Scarp Environmental Protection Area). The approach for this study, involved three distinct areas, as folow: a) Protected Areas designed for the sustainable production of resources; b) Ecological Landscape Planning as a system to fit human activities to the potential of the Ecosystems and c) the watershed as the geographic unit to be managed. Three working scales were considered to the analisys of the landscape: regional, municipal and at local (basin) level. This hierarchical system were analised by its biophysical and human components. Pattern identification in aerial and sattelite images and thematic map overlaying were the basic tools for the identification and mapping of the landscape elements: Patchs, Corridors and the Matrix. These elements were identified as the sinthesys of the interactions among the ecological systems wich form the Landscape. This report argues that Patchs are the spatial units to be managed towards sustainability. Our results showed that São Jorge river basin, as an important Remnant Patch of the Paraná Prairies, as a corridor between Remnant Patches for both North and South portions of the APA. Three approaches, definided as Management Definition Parameters (PDM), were analysed for each mapped Patch at basin level: a) the Landscape Visual Quality; b) Landscape Ecological Integrity and c) Land Evaluation. A methodology of given values to the PDM was stabilished in order to defined a Watershed Sustainable Management System applied to each Patch - the Management Unities. This methodological approach showed to be usefull to the Landscape Planning. pt_BR
dc.format 176 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Manejo de bacias hidrográficas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Ecologia da paisagem e manejo sustentável em bacias hidrográficas: estudo do rio São Jorge nos Campos Gerais do Paraná pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Carlos Hugo Rocha.pdf 10.14Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account