Biblioteca Florestal
Digital

As diferentes unidades fitoecológicas da região sul do Brasil proposta de classificação

Show simple item record

dc.contributor.advisor Galvão, Franklin
dc.contributor.author Leite, Pedro Furtado
dc.date.accessioned 2016-03-09T13:13:10Z
dc.date.available 2016-03-09T13:13:10Z
dc.date.issued 1994-10-07
dc.identifier.citation LEITE, P. F. As diferentes unidades fitoecológicas da região sul do Brasil proposta de classificação. 1984. 160 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba. 1984. pt_BR
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17124
dc.description Dissertação de Mestrado defendida na Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.description.abstract Este trabalho apresenta uma classificação de caráter fitoecológico, com objetivo de contribuir a uma melhor compreensão das formações vegetais primárias do Sul do Brasil. Para viabilizar esta proposta considerou-se, entre outros elementos, a presença de um "centro de umidade" gerado em conseqüência do "evento tectono-magmático sul-atlântico", como condicionante primário das formações tipicamente ombrófilas atualmente estendidas pelas regiões sul e sudeste do País. No contexto geral da dinâmica atmosférica desta parte do Hemisfério Sul, o planalto meridional, as elevações costeiras, a continentalidade e o oceano originado na passagem do Jurássico para o Cretáceo, dentro das latitudes subtropicais, foram considerados, aqui, fatores climáticos fundamentais O "centro de ombrofilia", concebido nos referidos termos, foi dividido em uma "zona xerotérmica" chaquenha, uma "zona ombrotérmica" estendida pelo Brasil sul/sudeste, e uma zona transicional com extensão para o interior do continente. O conhecimento geral da composição florística e da distribuição das principais formações vegetais primárias, relacionado com os parâmetros fundamentais do ambiente (geologia, relevo, clima e solo), permitiu a realização deste trabalho que identifica duas subzonas ombrotérmicas com três regiões fitoecológicas, e duas subzonas transicionais com seis regiões fitoecológicas ou seja. Subzona Ombrotérmica Costeira com a Região da Floresta Ombrófila Densa, Subzona Ombrotérmica Planaltina com a Região da Floresta Ombrófila Mista e a Região da Estepe Ombrófila; Subzona Estacionai Ombrotérmica com a Região da Floresta Estacionai Semidecídua Moderada, a Região da Floresta Estacional Decidua, a Região da Estepe Estacional e a Região da Estepe Estacionai Savanícola; Subzona Estacionai Subxérica com a Região da Floresta Estacionai Semidecídua Subxérica e a Região da Savana Estacionai Subxérica. pt_BR
dc.description.abstract This dissertation presents a phytoecological classification based on primary vegetal communities in southern Brazil. This proposal considered, among other items, the presence of humidity generated as a consequence of the south-atlantic tecton-magmatic event, a primary extended throughout the southern and southeastern regions of the country. In a general context of atmospheric dynamics in this part of the southern hemisphere, the southern plain, the coastal elevations, the continentality and the ocean originated at the time of transition between the Jurassic and the Cretaceous within subtropical latitudes were considered essential climatic factors. The center of ombrofility, conceived in these terms, was divided into a xerothermic zone in the Chaco region, an ombrothermic zone extended throughout southern and southeastern Brazil, and a transitional zone which extends into the continent. The general knowledge of floristic composition and distribution of the main primary vegetal formations related to the main characteristics of the environment (geology, terrain, climate and soil) produced the identification of two ombrothermic zones with three phytossociological regions, and two transitional subzones with six phytoecological regions: Coastal ombrothermic subzone, comprising the region of Dense Ombrophilous Forest (Atlantic forest), Ombrothermic subzone of the plain comprising the Mixed Ombrophilous Forest (Araucaria forest) and Ombrophilous Steppe; Ombrothermic seasonal subzone, involving the region of moderate semideciduos seasonal forest, seasonal steppe and Savannah-like seasonal steppe; and subxeric seasonal subzone, involving the region of semideciduos seasonal forest and subxeric seasonal Savannah. pt_BR
dc.format 160 folhas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Universidade Federal do Paraná pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Dendrologia e fitossociologia pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title As diferentes unidades fitoecológicas da região sul do Brasil proposta de classificação pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
dissertacao_Pedro Furtado Leite.pdf 17.34Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account