Biblioteca Florestal
Digital

Variação sazonal da deposição de serapilheira em uma Floresta Ombrotila Densa Altomontana no morro do Anhangava - PR

Show simple item record

dc.contributor.author Portes, Maria Carolina G. de. O.
dc.contributor.author Koehler, Alexandre
dc.contributor.author Galvão, Franklin
dc.date.accessioned 2016-03-02T14:25:03Z
dc.date.available 2016-03-02T14:25:03Z
dc.date.issued 1996
dc.identifier.citation PORTES, M. C. G. O.; KOEHLER, A.; GALVAO, F. Variação sazonal da deposição de serapilheira em uma Floresta Ombrotila Densa Altomontana no morro do Anhangava - PR. Floresta, Curitiba, v. 26, n. 1/2, p. 3-10. 1996. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17036
dc.description.abstract Foram instalados 10 coletores de serapilheira em uma Floresta Ornbrólila Densa (floresta Atlântica) Altomontana, localizada no morro do Anhangava, no município de Quatro Barras, estado do Paraná, com o objetivo de determinar a variação anual na composição e na quantidade de serapilheira produzida. O material depositado foi coletado mensalmente, separado em componentes, secado e seu peso foi determinado. A deposição anual foi de 4,7 toalha/mio. Este valor é relativamente baixo quando comparado com os obtidos nas tlorestas tropicais, que variam entre 7 e ll toalha/ano, fato possivelmente relacionado às severas condições que as plantas são submetidas neste ambiente. Constatou-se que a maior quantidade de deposição se deu na primavera, principalmente nos meses de setembro e outubro, e a menor no outono, no mês de maio. Deste montante, as folhas totalizam 63 % do material depositado, dos quais 44 são folhas da eaúna (Ilex microdonta), demonstrando a importância desta espécie nesta formação. pt_BR
dc.description.abstract Ten litter collectors were set up in a dwarf forest, located at the Anhangava mountain, Quatro Barras, state of Parana. The objective was to determine the annual seasonal variation in composition and amount of litter produced. Litter was collected monthly, sorted into components, dried and weighted. The annual deposition was 4.7 tons per hectare per year. This value is relatively low when compared to values obtained for tropical forests elsewhere, ranging from 7 to 11 tons per hectare per year. The low productivity is possibly strongly influenced by liarsh environmental condi- tions. Highest deposition occurred during Spring, in September and October, and the lowest was during Fall, in May. Leaf material amounted to 63% of the total litter, 44 of which were cauna (Hex microdama) leaves, showing the importance of this species for the ecosystem. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.26,n.1/2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Variação sazonal da deposição de serapilheira em uma Floresta Ombrotila Densa Altomontana no morro do Anhangava - PR pt_BR
dc.title Seasonal variation of litter deposition in a Dwarf Forest at Anhangava mountain - PR pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v26_n12_p3-10_1996.pdf 262.6Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account