Biblioteca Florestal
Digital

Produção de madeira para laminação em povoamentos de Pinus taeda submetidos a diferentes densidades e regimes de desbaste: uma abordagem experimental

Show simple item record

dc.contributor.author Sanquetta, Carlos R.
dc.contributor.author Rezende, Alba V.
dc.contributor.author Gaiad, Débora
dc.contributor.author Schaaf, Luciano B.
dc.contributor.author Zampier, Ana C.
dc.date.accessioned 2016-03-02T12:56:20Z
dc.date.available 2016-03-02T12:56:20Z
dc.date.issued 1998
dc.identifier.citation SANQUETTA, C. R. et al. Produção de madeira para laminação em povoamentos de Pinus taeda submetidos a diferentes densidades e regimes de desbaste: uma abordagem experimental. Floresta, Curitiba, v. 28, n. 1/2, p. 83-99. 1998. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/17023
dc.description.abstract Este artigo visou avaliar estatisticamente o efeito de diferentes regimes de desbaste e densidades de plantio na produção volumétrica de madeira para laminação em povoamentos de Pinus taeda. Os dados utilizados para este estudo foram provenientes de um plantio experimental, localizado no município de Jaguariaíva, Paraná, de propriedade da empresa PISA Florestal. Cinco espaçamentos de plantio foram comparados: 2,5 x 1,2 m; 2,5 x 2,0 m; 2,5 x 2,8 m; 2,5 x 3,6 m e 2,5 x 4,4 m. Cinco regimes de manejo foram confrontados: corte final aos 15 anos, sem desbaste; corte final aos 20 anos, sem desbaste; desbaste sistemático na 6 a linha aos 9 anos e corte final aos 20 anos; desbastes seletivos por baixo, com redução de 50% do número de árvores aos 9 e 15 anos e corte final aos 20 anos; e desbaste sistemático na 6 a linha combinado com seletivo de 50% aos 9 anos, seletivo de 50% aos 15 anos e corte final aos 20 anos. O experimento fatorial foi analisado através de ANOVA e pelo teste de Tukey. Os resultados demonstraram haver diferenças significativas a 1% entre os espaçamentos e entre os regimes de desbaste, sendo a interação entre ambos também significativa. Para os regimes sem desbastes, detectou-se diferenças expressivas entre os espaçamentos iniciais, havendo maior produção nos povoamentos menos densos. Por outro lado, para os regimes com desbastes, o efeito dos espaçamentos foi praticamente inexistente, com exceção apenas do espaçamento 2,5 x 1,2 m. Nos espaçamentos mais amplos, a diferença entre os regimes de desbaste foi sutil, ao passo que nos mais densos o efeito dos desbastes se mostrou bastante pronunciado. Concluiu-se que a análise estatística permite diagnosticar a combinação ideal de espaçamento com desbaste. No presente caso, qualquer combinação dos espaçamentos 2,5 x 2,8 m; 2,5 x 3,6 m ou 2,5 x 4,4 m, com qualquer regime de desbaste, determina, na prática, os mesmos resultados. Por conseguinte, o regime sem desbaste, apenas com o corte final aos 20 anos, surpreendentemente proporcionou a mesma produção volumétrica para laminação que os com desbastes, podendo ser, assim, considerado interessante, uma vez que é menos oneroso. pt_BR
dc.description.abstract This paper evaluates the statistical effects of five different thinning regimes in combination with five initial plant spacing in loblolly pine plantations on the yield of round-wood for veneer. The data came from an experimental plantation located at Fazenda Lageado, Jaguariaíva, Paraná State, in southern Brazil, owned by PISA Pulp and Paper Co.. The plant spacing evaluated were: 2.5 x 1.2 m; 2.5 x 2.0 m; 2.5 x 2.8 m; 2.5 x 3.6 m e 2.5 x 4.4 m. The thinning regimes compared were: a single final cut at age 15 without thinning; a single final cut age 20 without thinning; systematic thinning along the 6th planting line at age 9 and final cut at age 20; selective thinning for below of 50% of the trees in the stand at ages 9 and 15 and final cut at age 20; and systematic cut along the 6th planting line combined with selective thinning at age 9 for below of 50% of the trees in the stand, selective thinning for below of 50% of the trees in the stand at age 15 and final cut at age 20. The factorial experiment was analyzed by means of ANOVA and the test of Tukey. The results revealed significant differences (p<0,01) among the initial plant spacings and the management regimes. The interaction between them was also statistically significant. Regarding only the thinning regimes without thinning, it was noticed remarkable differences among the initial spacings, resulting greater yield figures for the less dense stands. On the other hand, in relation to the regimes with thinning, the effect of initial spacing was very slight, except for the spacing 2.5 x 1.2 m. For the open stands, the difference among thinning regimes was almost negligible, whereas for the dense stands the thinning effect proved remarkable. >From the statistical analysis it was concluded that any combination of the initial larger spacings (2.5 x 2.8 m; 2.5 x 3.6 m; or 2.5 x 4.4 m), with any thinning regime, determines in practice the same round-wood volume yield for veneer purposes. Consequently, the regimes without thinning, with a single final cut at age 20, resulted the same yield as compared to the regimes with one or two thinnings. Therefore, this regime revealed to be interesting once it is generally the least costly among the others evaluated. Key-words: thinning, spacing, simulation, site pt_BR
dc.format 17 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.28,n.1/2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia da madeira e de produtos florestais pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal pt_BR
dc.title Produção de madeira para laminação em povoamentos de Pinus taeda submetidos a diferentes densidades e regimes de desbaste: uma abordagem experimental pt_BR
dc.title Yield of round-wood for veneer in stands of Pinus taeda growing under different densities and management regimes: an experimental approach pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v28_n12_p83-99_1998.pdf 50.51Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account