Biblioteca Florestal
Digital

Perfil dos incêndios florestais no Brasil de 1994 a 1997

Show simple item record

dc.contributor.author Soares, Ronaldo Viana
dc.contributor.author Santos, Juliana Ferreira
dc.date.accessioned 2016-02-26T14:57:54Z
dc.date.available 2016-02-26T14:57:54Z
dc.date.issued 2002
dc.identifier.citation SOARES, R. V.; SANTOS, J. F. Perfil dos incêndios florestais no Brasil de 1994 a 1997. Floresta, Curitiba, v. 32, n. 2, p. 219-232. 2002. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16977
dc.description.abstract O conhecimento do perfil dos incêndios florestais é muito importante para o planejamento do controle dos mesmos. O objetivo deste trabalho foi estabelecer o perfil dos incêndios florestais no país através de dados coletados, em áreas protegidas, no período de 1994 a 1997, através de formulários preenchidos por empresas e instituições florestais. Foram registrados e informados 1.957 incêndios e apesar deste número não representar a totalidade dos incêndios ocorridos no período estudado, constituiu-se numa base confiável para se conhecer as principais características dos incêndios. Os resultados mostraram que a área média atingida por incêndio no período analisado foi de aproximadamente 135 ha, sendo Minas Gerais o estado líder, tanto em número de incêndios informados (62,7% do total) como em área queimada (25,2%). O grupo “Incendiários” foi a principal causa dos incêndios, com 56,6% das ocorrências, vindo a seguir as “Queimas para limpeza” com 22,1%. Com relação à área queimada o grupo “Queimas para limpeza” , com 74,1% da superfície atingida, foi a principal causa, ficando o grupo “Incendiários” em segundo lugar com 19,8%. A principal estação de incêndios no país se estende de julho a novembro, quando ocorreram 79,2% dos incêndios, correspondendo a 98,6% da área atingida. O maior número de incêndios (39,7% das ocorrências) foi registrado em “Outro tipo de vegetação”, que inclui cerrado, capoeira e campo. Com relação à área atingida, entretanto, 92,5% foi registrada em “Florestas Nativas”. Quanto à distribuição dos incêndios através das classes de tamanho, 23,9% foi enquadrado na classe I (< 0,1 ha). É importante ressaltar que quanto maior a eficiência no combate aos incêndios, maior é a concentração dos mesmos na classe I. Apesar de corresponder a apenas 2,4% das ocorrências, os incêndios da classe V ( > 200,0 ha) foram responsáveis por 94,5% da área queimada. pt_BR
dc.description.abstract Forest fire statistics knowledge is an important tool for fire control planning. The objective of this research was to collect information on forest fire occurrence in Brazilian protected areas in the period of 1994 to 1997. The analyzed variables were the number of fires and burned areas per state of the federation, monthly distribution, probable causes, affected vegetation, size class distribution, and average burned area per fire. Results showed that the average burned area per fire was approximately 135 ha and Minas Gerais ranked first, both in number of registered fires (62.7%) and burned surface (25.2%). Incendiary, with 56.6% of the occurrences was the leading cause, followed by debris burning with 22.1%. However, as for the affected area, Debris burning was the leading cause (74.1%), followed by Incendiary (19.8%). The fire season extends from July to November, when 79.2% of the fires occurred, corresponding to 98.6% of the burned surface. Miscellaneous, that includes savanna, secondary growth forest, and grassland were the most affected vegetation type (39.7% of the occurrences). In relation to the burned surface, Native Forest (92.5%) ranked first. The distribution of the registered fires through the size classes presented 23.9% of the occurrences in Class I (< 0.1 ha), whereas 94.5% of the burned area were result of Class V (> 200 ha) fires. Size Class II (0.1 to 4.0 ha), with 49.1% of the occurrences, ranked first in number of registered fires during the analyzed period. pt_BR
dc.format 14 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.32,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Incêndios florestais pt_BR
dc.title Perfil dos incêndios florestais no Brasil de 1994 a 1997 pt_BR
dc.title Forest fire statistics in Brazil from 1994 to 1997 pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v32_n2_p219- 232_2003.pdf 93.23Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account