Biblioteca Florestal
Digital

Variação genética para compostos bioquímicos em sementes de duas populações naturais de Genipa americana L.: 1- análises individuais e univariada

Show simple item record

dc.contributor.author Oliveira, Simone Aparecida de
dc.contributor.author Bonjorno, Ivan Iuri
dc.contributor.author Alves, Patrícia Ferreira
dc.contributor.author Moraes, Marcela Aparecida de
dc.contributor.author Freitas, Miguel Luiz Menezes
dc.contributor.author Moraes, Mario Luiz Teixeira de
dc.contributor.author Polizeli, Maria de Lourdes Teixeira de Moraes
dc.date.accessioned 2016-01-29T12:30:07Z
dc.date.available 2016-01-29T12:30:07Z
dc.date.issued 2009-03
dc.identifier.citation OLIVEIRA, S. A. et al. Variação genética para compostos bioquímicos em sementes de duas populações naturais de Genipa americana L.: 1- análises individuais e univariada. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 37, n. 81, p. 071-078, mar. 2009. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16818
dc.description.abstract O Brasil é um dos países mais rico em biodiversidade florestal do planeta. A biodiversidade é de grande importância para a humanidade por abrigar potencial científico essencial para a melhoria na qualidade de vida dos seres vivos, além de contribuir para a preservação dos recursos naturais e equilíbrio do meio ambiente. Dentre as espécies florestais do Brasil, encontra-se o jenipapo (Genipa americana L.), que é comumente encontrado em vegetação ciliar. O objetivo deste trabalho foi quantificar a variabilidade genética para caracteres químicos das sementes para subsidiar a conservação genética in situ e ex situ de populações naturais de G. americana. Foram estudadas duas populações da espécie, uma da região de Ilha Solteira, SP (ISA) e outra de Mogi Guaçu, SP (MOG). Da população ISA foram coletadas sementes de 30 árvores matrizes e da população MOG, de 22 árvores matrizes. Estas sementes foram utilizadas para análises de composição química, visando à determinação de caracteres bioquímicos (teores de proteínas, carboidratos, lipídios e amido). As duas populações de G. americana L. estudadas apresentaram grande variação genética para os caracteres bioquímicos de sementes. A população ISA apresentou correlação aditiva e fenotípica: negativa e alta, para amido com lipídio; e positiva e média, para lipídio com prolamina e globulina com prolamina. Já a população MOG apresentou correlação aditiva e fenotípica: positiva e média, para glutelina com globulina. Observaram-se também, nas populações estudadas, valores de herdabilidade, em nível de média de progênies, de moderada (0,69 para carboidrato na população ISA) a alta magnitude (0,81 a 0,99 para os demais caracteres nas duas populações), indicando que muitos progressos podem ser esperados com estratégias simples de seleção. pt_BR
dc.description.abstract Brazil is one of the world’s richest countries in forest biodiversity. This has a great importance for humanity for sheltering essential scientific potential for the improvement in the quality of living beings. It also contributes to the preservation of natural resources and the environment. Among Brazil’s forest species, jenipapo (Genipa americana L.) is commonly found in riparian vegetation. The objective of this work was to quantify the genetic variability of biochemical traits of seeds, as a support for in situ and ex situ conservation of natural populations of G. americana L. Two populations of the species were studied: one from Ilha Solteira, SP region (ISA) and other from Mogi Guaçu, SP (MOG). In the ISA population, seeds were collected from 30 trees, and in the MOG population, from 22 trees. These seeds were analyzed for chemical composition: content of proteins, carbohydrates, lipids and starch. The two populations of G. americana studied had a great genetic variation for these traits. The population ISA had an additive and phenotypic correlation, which was negative and high for starch with lipid; and positive and medium, for lipid with prolamine, as well as for globulin with prolamine. The population MOG presented additive and phenotypic correlations: positive and medium for gluteline with globulin. In these populations, narrow sense heritability estimates of progenies were moderate (0.69 for carbohydrates in the population ISA) to high (0.81 to 0.99 for the other traits in the two populations), indicating that much progress can be expected with selection strategies. pt_BR
dc.format 8 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.37,n.81;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Genética e melhoramento florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Sementes florestais pt_BR
dc.title Variação genética para compostos bioquímicos em sementes de duas populações naturais de Genipa americana L.: 1- análises individuais e univariada pt_BR
dc.title Genetic variation in biochemical traits in seeds of two natural populations of Genipa americana L.: 1- individual and univariate analyses pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v37_n81_p71-78_2009.pdf 570.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account