Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação do risco de anoxia para o cultivo do eucalipto no Rio Grande do Sul utilizando-se levantamento de solos

Show simple item record

dc.contributor.author Costa, Adriana Monteiro da
dc.contributor.author Curi, Nilton
dc.contributor.author Araújo, Elias Frank de
dc.contributor.author Marques, João José
dc.contributor.author Menezes, Michele Duarte de
dc.date.accessioned 2016-01-28T10:42:56Z
dc.date.available 2016-01-28T10:42:56Z
dc.date.issued 2009-12
dc.identifier.citation COSTA, A. M. et al. Avaliação do risco de anoxia para o cultivo do eucalipto no Rio Grande do Sul utilizando-se levantamento de solos. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 37, n. 84, p. 367-375, dez. 2009. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16787
dc.description.abstract Frente à sensibilidade do eucalipto à deficiência de oxigênio, a identificação de atributos do solo que podem propiciar condições de alagamento e, consequentemente, restringir o crescimento da cultura torna-se fundamental para o planejamento de uso e manejo do solo e para seleção de clones adaptados às condições do meio físico. Esse estudo foi conduzido no Horto Florestal Cerro Coroado, no Município de Cachoeira do Sul, RS, onde as plantas de eucalipto apresentavam problemas com a anoxia, refletindo em quedas acentuadas de produtividade. Objetivou-se a elaboração, decodificação e interpretação de levantamento semidetalhado de solos para risco de anoxia ao cultivo do eucalipto no Estado do Rio Grande do Sul. Consideraram-se como critérios para determinação das unidades de mapeamento os atributos do solo: textura, profundidade efetiva do sólum, presença de mosqueados e indícios de gleização, presença de adensamento e como atributos do meio, a declividade e a conformação do terreno. A partir das informações contidas na legenda do levantamento semidetalhado de solos, um mapa interpretativo de risco de anoxia foi elaborado para a cultura do eucalipto, criando-se cinco classes, as quais foram associadas à taxa de mortalidade do eucalipto. As maiores taxas de mortalidade do eucalipto, de forma geral, ocorreram nas classes de solos classificadas como de risco alto a muito alto à anoxia. Essa classificação pode ser utilizada para nortear as práticas de manejo para a cultura do eucalipto. A classe de solo no contexto da paisagem local, por integrar inúmeros atributos, funciona como estratificadora adequada de ambientes no tocante ao risco à anoxia. A interpretação das informações constantes no mapa de solos para fins de avaliação de risco à anoxia mostrou-se compatível com a medida direta dos efeitos da anoxia sobre a cultura de eucalipto. pt_BR
dc.description.abstract Eucalyptus is very sensitive to oxygen deficiency. The identification of soil attributes that can indicate conditions for anoxy and thus restrict the growth of the culture becomes essential for planning soil management, and plant breeding. Therefore, this study was conducted in the forest site Cerro Coroado were eucalypt plants had problems with anoxy, reflected by its low productivity, in the County of Cachoeira do Sul, State of Rio Grande do Sul. The work aimed at elaborating, decoding, and interpreting a semi-detailed soil survey for Eucalyptus forests in the State of Rio Grande do Sul. The following soil attributes: effective depth of solum, presence of mottling, gley status, presence of cohesive behavior, gravel and stone content, and land slope and shape were subject of particular attention. The interpretative map for the risk of anoxy for Eucalyptus was elaborated by using information gathered from the semi-detailed soil survey, creating five risk classes. These classes were associated with observed mortality rates of Eucalyptus. The highest mortality rates of Eucalyptus occurred in the soil classes classified as having high to very high anoxic risk. This classification can be used to guide the management practices for the cultivation of Eucalyptus. The interpretation of soils map information for the anoxy risk was compatible with the direct measure of the anoxic effects on the Eucalyptus trees. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.37,n.84;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Avaliação do risco de anoxia para o cultivo do eucalipto no Rio Grande do Sul utilizando-se levantamento de solos pt_BR
dc.title Anoxic risk evaluation for Eucalyptus in Rio Grande do Sul State, through soils survey pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v37_n84_p367-375_2009.pdf 1.073Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account