Biblioteca Florestal
Digital

Carga de trabalho físico e postura na atividade de coveamento semimecanizado em plantios florestais

Show simple item record

dc.contributor.author Vosniak, Janaine
dc.contributor.author Lopes, Eduardo da Silva
dc.contributor.author Fiedler, Nilton Cesar
dc.contributor.author Alves, Rafael Tonetto
dc.contributor.author Venâncio, Diego Luiz
dc.date.accessioned 2016-01-27T12:14:09Z
dc.date.available 2016-01-27T12:14:09Z
dc.date.issued 2010-12
dc.identifier.citation VOSNIAK, J. et al. Carga de trabalho físico e postura na atividade de coveamento semimecanizado em plantios florestais. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 38, n. 88, p. 589-598, dez. 2010. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16763
dc.description.abstract Esta pesquisa teve por objetivo realizar uma avaliação da carga de trabalho físico e da postura adotada pelos trabalhadores na atividade de coveamento semimecanizado em plantios florestais localizados na Região do Norte Pioneiro do Paraná. A carga de trabalho físico foi avaliada por meio do levantamento da freqüência cardíaca dos trabalhadores na execução das diversas fases do ciclo de trabalho com uso de um monitor Polar Oy. A avaliação da postura foi realizada por meio da obtenção de fotografias e filmagens dos trabalhadores na execução do trabalho, sendo os dados analisados no software “Winowas”. Os resultados relativos à análise da carga de trabalho físico indicaram que a atividade de coveamento, de forma geral, foi classificada como moderadamente pesada, com exceção da fase de coveamento propriamente dito, que foi classificada como pesada ocasionado pela carga cardiovascular que se encontrou acima do limite de 40%, mostrando haver a ocorrência de sobrecarga física dos trabalhadores. As posturas adotadas pelos trabalhadores na atividade foram consideradas prejudiciais à saúde, necessitando da adoção de medidas ergonômicas. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this research was conduct an analysis to evaluate the physical effort demanded and the posture adopted by workers in semi mechanical hole-digging activity at forestry plantation located in North Region of the Parana State. The physical work load was evaluation with in a survery of the workers cardiac frequency in different stages of the work using a Polar Oy monitor. The posture evaluated was performed with use of the photographic and filmed during the performance of his activities and the date submitted to the software WinOwas. The results indicated that during the evaluation of physical work load, the hole-digiing activity was classified as moderately heavy, except for properly hole-digging phase that was classified as heavy due the cardiovascular load above 40%, showing the occurrence of physical overload of workers. The postures adopted by workers in hole-digging activity were considered harmful to health, requiring ergonomic actions. pt_BR
dc.format 10 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.38,n.88;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Ergonomia pt_BR
dc.title Carga de trabalho físico e postura na atividade de coveamento semimecanizado em plantios florestais pt_BR
dc.title Demanded physical effort and posture in semi mechanical hole-digging activity at forestry plantation pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v38_n88_p589-598_2010.pdf 776.3Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account