Biblioteca Florestal
Digital

Comportamento do fogo em um ano crítico nas unidades do Instituto Florestal de São Paulo

Show simple item record

dc.contributor.author Silva, Jair Rosas da
dc.date.accessioned 2016-01-15T11:45:29Z
dc.date.available 2016-01-15T11:45:29Z
dc.date.issued 2004-05
dc.identifier.citation SILVA, J. R. Comportamento do fogo em um ano crítico nas unidades do Instituto Florestal de São Paulo. Floresta, Curitiba, v. 34, n. 2, p. 131-136, mai./ago. 2004. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16595
dc.description.abstract O estudo trata de avaliação da reação do fogo por meio de análise de regressão entre parâmetros representativos dos incêndios assinalados nas unidades do Instituto Florestal de São Paulo durante um ano crítico de incidência de incêndios, com o objetivo de propor modelos matemáticos capazes de exprimir o comportamento do fogo. O ano de 1988 foi considerado um dos anos mais críticos quanto à incidência de incêndios florestais durante os últimos cinqüenta anos. A extensão em área queimada demonstrou constituir-se em variável matemática dependente da duração do incêndio, refletindo melhor o comportamento do fogo nas unidades de produção que nas de conservação. Ocorreu associação entre duração do incêndio e umidade relativa do ar, segundo modelo polinomial logarítmico. Observou-se correspondências funcionais entre área queimada e tempo de duração do fogo com relação ao número de combatentes, atribuídas à severidade da estação de fogo, consoante modelos polinomiais de segundo grau. pt_BR
dc.description.abstract This paper presents fire behavior based on some regression analysis among parameters of wildfire occurrences during a severe wildfire year in Sao Paulo Forestry Institute network, Brazil. The 1988 entire year was a severe fire season during the last fifty years in Sao Paulo State, when was burned 1,085.42 hectares. The extension of the burned area was a mathematical dependent variable of duration of fire, expressing the closest behaviour since it was related to the forestry production units rather to the conservation ones, due to available resources. An association also occurred between duration of fire and air humidity, following a logarithmic-polynomial model. A mathematical correlation took place as well between the burned area and the firefighting personnel, supposedly in conection with the severity of that related fire season. A correlation have also occurred between the duration of fire and the firefighting personnel, according to a polynomial model, considering all the forest units that were working towards wildfire control that year. pt_BR
dc.format 6 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.34,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Incêndios florestais pt_BR
dc.title Comportamento do fogo em um ano crítico nas unidades do Instituto Florestal de São Paulo pt_BR
dc.title The fire behavior in a severe wildfire year recorded in Sao Paulo Forestry Institute stations pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v34_n2_p131-136_2004.pdf 393.1Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account