Biblioteca Florestal
Digital

Opiniões de funcionários de parques brasileiros sobre ações de manejo em localidades rurais situadas no seu entorno e interior

Show simple item record

dc.contributor.author Hauff, Shirley Noely
dc.contributor.author Milano, Miguel Serediuk
dc.date.accessioned 2016-01-13T13:40:38Z
dc.date.available 2016-01-13T13:40:38Z
dc.date.issued 2005-05
dc.identifier.citation HAUFF, S. N.; MILANO, M. S. Opiniões de funcionários de parques brasileiros sobre ações de manejo em localidades rurais situadas no seu entorno e interior. Floresta, Curitiba, v. 35, n. 2, p. 335-350, mai./ago. 2005. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16580
dc.description.abstract Analisam-se as ações de manejo e extensão desenvolvidas em localidades rurais existentes dentro e no entorno de seis unidades de conservação brasileiras manejadas como parque e as opiniões de seus funcionários. A estes foi aplicado questionário para identificar as atividades de moradores dessas localidades, as ações desenvolvidas e as opiniões sobre seus resultados. Os dados foram analisados por unidade de conservação, de forma global e por comparação entre elas. Segundo os funcionários, os moradores praticam atividades agropecuárias e extrativistas, bem como foram desenvolvidos sete tipos de ações de manejo e extensão pelas administrações. As ações de controle foram as mais citadas e avaliadas com melhor resultado. Os resultados positivos dessas ações foram relacionados, principalmente, ao medo da fiscalização e punição, e os negativos, à falta de condições de trabalho na unidade. A maioria das unidades estudadas apresentou reduzido número de funcionários e alguns deles demonstraram conhecimento ou concepções inadequados sobre a categoria parque. pt_BR
dc.description.abstract This research evaluates management developed in rural communities inside and surrounding six Brazilian parks, and the opinions of their respective personnel as well. Employees of the parks filled in questionnaires regarding production activities carried out by local communities, developed management and their opinions about such actions results. Results of each park were analyzed and compared, as a whole and separately. Activities carried out by local communities are based on extraction, agriculture and ranching. Seven different ways of management were developed, and control activities were the most cited and better evaluated. The positive results were mainly related to fear of control and punishment, and the negative ones related to lack of working conditions in parks. The majority of parks presented very few employees, and among those people some of them presented inappropriate knowledge or concepts of park category. pt_BR
dc.format 16 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.35,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Extensão florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Administração e gestão florestal pt_BR
dc.title Opiniões de funcionários de parques brasileiros sobre ações de manejo em localidades rurais situadas no seu entorno e interior pt_BR
dc.title Brazilian parks personnel opinions about management of rural communities inside and surrounding protected areas pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v35_n2_p335-350_2005.pdf 496.0Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account