Biblioteca Florestal
Digital

Estrutura espacial da paisagem da Morraria da Praia Vermelha (SC): subsídio à ecologia da paisagem

Show simple item record

dc.contributor.author Marenzi, Rosemeri Carvalho
dc.contributor.author Roderjan, Carlos Vellozo
dc.date.accessioned 2016-01-13T13:27:26Z
dc.date.available 2016-01-13T13:27:26Z
dc.date.issued 2005-05
dc.identifier.citation MARENZI, R. C.; RODERJAN, C. V. Estrutura espacial da paisagem da Morraria da Praia Vermelha (SC): subsídio à ecologia da paisagem. Floresta, Curitiba, v. 35, n. 2, p. 259-269, mai./ago. 2005. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16576
dc.description.abstract O objetivo deste estudo foi analisar a estrutura espacial da: paisagem como padrão funcional para a biodiversidade, considerando-a como um componente da ecologia da paisagem. Como área de estudo, foi enfocada a Morraria da Praia Vermelha (Penha, SC), sendo utilizado o programa Fragstats Spatial Pattern Analysis (ArcView). Foi verificado que a paisagem é representada por 174 manchas, por corredores compostos de cursos d’água, estradas, trilhas e linha de costão, e pela matriz, constituída por uma mancha de floresta. Espécies arbóreas clímax são raras ou muito raras, resultado da retirada seletiva, redução das aves dispersoras, condições edáficas e inclinação topográfica, conciliada à distância entre as manchas de floresta. A situação da área é ainda mais adversa devido à inexistência de conectividade com outros fragmentos. Se não forem adotadas ações de política pública, considerando a implantação de programas de restauração, de fiscalização e de educação ambiental, a tendência é de perda da biodiversidade ainda existente no ambiente. pt_BR
dc.description.abstract This analysis focused on spatial structure of landscape as functional pattern to biodiversity, as a component of landscape ecology. This research focuses on Morraria da Praia Vermelha (Penha, SC) area using Fragstats Spatial Pattern Analysis (ArcView) program. It noticed that the landscape is represented by 174 patches crossed by corridors constituted by rivers, roads, tracks, and cliffs, and a matrix, constituted by a forest patch. Climax arboreal species are rare or very rare, as result of selective removing, decreasing number of dispersive birds, soil conditions and topographic inclination, as weel as distance among forest patches. The situation of the area is still more adverse due to inexistence of conectivity with other fragments. Actions of public policy, as restauration, fiscalization and education programs, must be applied, otherwise still surrendering biodiversity in the area tends to disapear. pt_BR
dc.format 11 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.35,n.2;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Fotogrametria e fotointerpretação florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Meio ambiente::Ecologia e ecossistemas florestais pt_BR
dc.title Estrutura espacial da paisagem da Morraria da Praia Vermelha (SC): subsídio à ecologia da paisagem pt_BR
dc.title Spatial structure of “Morraria da Praia Vermelha” landscape (SC): contribution to landscape ecology pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v35_n2_p259-269_2005.pdf 788.5Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account