Biblioteca Florestal
Digital

Aspectos produtivos e econômicos da cadeia produtiva do cipó-preto no litoral paranaense

Show simple item record

dc.contributor.author Nogueira, Alex Sandro
dc.contributor.author Santos, Anadalvo Juazeiro dos
dc.contributor.author Bittencourt, Alexandre Muzy
dc.contributor.author Bolzon, Dalvo Ramires
dc.contributor.author Paula, Fernanda da Silva de
dc.date.accessioned 2016-01-12T13:09:26Z
dc.date.available 2016-01-12T13:09:26Z
dc.date.issued 2006-09
dc.identifier.citation NOGUEIRA, A. S. et al. Aspectos produtivos e econômicos da cadeia produtiva do cipó-preto no litoral paranaense. Floresta, Curitiba, v. 36, n. 3, p. 343-348, set./dez. 2006. pt_BR
dc.identifier.issn 1982-4688
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16548
dc.description.abstract O recurso vegetal Philodendron melanorrhizum Reitz, conhecido popularmente como cipó-preto, é uma importante fonte de renda para as comunidades que vivem inseridas em unidades de conservação, como é o caso das populações da APA de Guaratuba. A presente pesquisa teve como objetivo descrever, do ponto de vista econômico, a cadeia produtiva do cipó-preto no litoral paranaense, que contempla as atividades desde a extração na floresta até a utilização final na forma de artesanato. Para atingir tais objetivos, a metodologia utilizada constituiu-se das seguintes etapas: localização da cadeia produtiva, análise da estrutura de mercado, dos contextos organizacional e institucional, dos fluxos físicos e financeiros e das limitações e potencialidades da cadeia. Os dados técnicos e econômicos foram obtidos através de entrevistas com os produtores, comerciantes, instituições públicas e privadas do estado do Paraná. Evidenciou-se a ocorrência de 200 produtores trabalhando com artesanato de cipó-preto. No período de execução do trabalho, eram coletados anualmente, em média, 23.000 kg de cipó-preto, e produzidas 77.760 unidades de artesanato. O custo de produção médio do artesanato foi de R$ 1,57 por unidade. No comércio, a média de venda dos artesanatos foi de 60 unidades/mês, e o preço médio de venda era R$ 6,79 por unidade. O “markup” de comercialização total da cadeia foi 869,24%. Com a execução da presente pesquisa, concluiu-se que: 1) a estrutura da cadeia produtiva do cipó-preto é bastante simplificada; 2) a maior parte do lucro fica com os atacadistas; 3) o consumidor final paga 869,24% a mais sobre o preço inicial do produtor. pt_BR
dc.description.abstract The wild vegetal resource Philodendron melanorrhizum Reitz, known as black vine, is an important outcome resource for the communities living in the conservation units, as for the Guaratuba APA population. This research had as objective to describe in an economic point of view, the black vine productive chain in Parana seaside, focusing on the activities since the forest extraction up to its utilization as handcraft raw material. To achieve these objectives, the methodology consisted of the following steps: productive chain location, market structure analysis, organizational and institutional contexts, physical and financial flows, chain limitations and potential. The technical data was obtained through producers, purchasers, state and private institutions interviews in the state of the Paraná. The results shown that, in the region, there are 200 producers working on black vine handmade products. They are collected annually, an average of 23.000 kg of black vine and produced 77.760 handmade products. The medium production cost was of R$ 1,57 per unit. In the commerce, the average sales of the handmade products is of 60 units/month and the sales average price is R$ 6,79 per unit. The total commercialization markup of the chain is of 869,24%. According to the current resource, it was concluded that: 1) The black vine productive chain structure is very simple; 2) The largest part of the profit remains with the distributors; 3) The final consumer pays 869,24% more over the producer initial price. pt_BR
dc.format 6 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná pt_BR
dc.relation.ispartofseries Floresta:v.36,n.3;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Economia e otimização florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de produtos florestais não madeireiros pt_BR
dc.title Aspectos produtivos e econômicos da cadeia produtiva do cipó-preto no litoral paranaense pt_BR
dc.title Productive and economic aspects in productive chain of black vine in Parana seaside pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Floresta_v36_n3_p343-348_2006.pdf 168.1Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account