Biblioteca Florestal
Digital

Mudança de escala da transpiração foliar e condutância estomática de dois clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla em função de variáveis ambientais

Show simple item record

dc.contributor.author Tonello, Kelly Cristina
dc.contributor.author Teixeira Filho, José
dc.date.accessioned 2015-12-10T12:39:46Z
dc.date.available 2015-12-10T12:39:46Z
dc.date.issued 2011-06
dc.identifier.citation TORNELLO, K. C; TEIXEIRA FILHO, J. Mudança de escala da transpiração foliar e condutância estomática de dois clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla em função de variáveis ambientais. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 39, n. 90, p. 253-264, jun. 2011. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16356
dc.description.abstract Este estudo teve por objetivo caracterizar o comportamento ecofisiológico foliar de dois clones de Eucalyp- tus em função de variáveis ambientais como radiação fotossinteticamente ativa (Qleaf) e déficit de pressão de vapor da atmosfera (DPV) em duas escalas (vaso e parcela), assim como promover a mudança das informações obtidas em uma escala inferior para outra de ordem superior. O estudo foi conduzido na Fa- culdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas (FEAGRI/UNICAMP), São Paulo, Brasil. Para tanto, dados de transpiração (E) e condutância estomática (Gs) foram obtidas por porometria pelo uso de um analisador de gás infravermelho e associadas às variáveis ambientais locais radiação fo- tossinteticamente ativa (Qleaf) e déficit de pressão de vapor atmosfera (DPV), sendo este último, registrado pela estação automática do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CE- PAGRI/UNICAMP) instalada no local de estudo. Em todas as escalas, os indivíduos encontravam-se sob a mesma faixa de potencial hídrico foliar antemanhã (0 a -0,5 MPa). A mudança de escala das informações foi realizada pela aplicação do modelo ecofisiológico, de modo a simular a E e Gs em função da Qleaf e DPV. Os trocas de E e Gs foram sistematicamente superiores na escala parcela quando comparada à escala vaso para os dois clones em estudo. Os modelos propostos mostraram-se eficientes na extrapolação de E e Gs entre as difentes escalas, contudo os melhores resultados foram obtidos nas relações E, Gs e Qleaf. pt_BR
dc.description.abstract This study aimed at characterizing leaf ecophysiological behavior of two clones of Eucalyptus sp related to environmental variables such as photosynthetically active radiation (Qleaf) and vapor pressure deficit of the atmosphere (VPD) at two scales (pot and plot), as well as promoting a change of information obtained from a smaller scale to a higher one. The study was conducted at UNICAMP, São Paulo, Brazil. For data transpiration (E) and stomata conductance (Gs) porometry an infrared gas analyzer was used. Local envi- ronmental variables associated with Qleaf and VPD were recorded by the automatic station of CEPAGRI/ UNICAMP installed at the study site. At all scales, individuals were under the same range of predawn leaf water potential (0 to -0.5 MPa). The scaling of information was performed by applying the ecophysiological model, to simulate the E and Gs as a function of Qleaf and VPD. The exchange of E and Gs were consis- tently above the plot scale when compared to the pot scale for the two clones under study. The proposed models were effective in the extrapolation of E and Gs between different scales, but the best results were obtained in the relations E, Gs and Qleaf. pt_BR
dc.format 12 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.39,n.90;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Propagação e fisiologia de espécies florestais pt_BR
dc.title Mudança de escala da transpiração foliar e condutância estomática de dois clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla em função de variáveis ambientais pt_BR
dc.title Scaling up of leaf transpiration ans stomatal cinductance of two Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla clone in response to environmental variables pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v39_n90_p253-264_2011.pdf 1.649Mb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account