Biblioteca Florestal
Digital

Avaliação das propriedades de painéis compensados de Melia azedarach L. produzidos com diferentes gramaturas e tempos de prensagem

Show simple item record

dc.contributor.author Trianoski, Rosilani
dc.contributor.author Iwakiri, Setsuo
dc.contributor.author Matos, Jorge Luis Monteiro de
dc.contributor.author Higa, Antonio Rioyei
dc.contributor.author Braz, Rafael Leite
dc.date.accessioned 2015-11-17T18:02:04Z
dc.date.available 2015-11-17T18:02:04Z
dc.date.issued 2015
dc.identifier.citation TRIANOSKI, R. et al. Avaliação das propriedades de painéis compensados de Melia azedarach L. produzidos com diferentes gramaturas e tempos de prensagem. Revista Árvore, Viçosa, v. 39, n. 4, p. 759-768. 2015. pt_BR
dc.identifier.issn 1806-9088
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16253
dc.description.abstract O Brasil é um grande produtor de painéis compensados, suas florestas de Pinus são as mais utilizadas nesse processo e grande parte dessa produção é destinada à indústria moveleira. Muitas espécies têm sido introduzidas no país para essa e outras finalidades, entre elas a Melia azedarach, que ainda requer diversos estudos tecnológicos para a melhor utilização de sua madeira. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi avaliar a viabilidade de utilização da Melia azedarach para a produção de painéis compensados e o efeito da gramatura de adesivo e do tempo de prensagem sobre as propriedades dos painéis. Foram utilizadas cinco árvores provenientes de um plantio experimental localizado em Corupá, SC, das quais foram obtidas amostras para determinação da densidade básica (COPANT 461/1972) e das propriedades químicas (TAPPI 204, 1997; 207, 1999; 280, 1999; 212, 2002; 252, 2002), bem como para a obtenção das lâminas. Os painéis foram produzidos com dimensões de 500 mm x 500 mm x 10 mm (cinco lâminas), segundo um delineamento em arranjo fatorial (3x2) com três gramaturas (320 g/m 2 , 360g/m 2 e 400 g/m 2 ) e dois tempos de prensagem (8 e 10 min), adesivo ureia- formaldeído, pressão específica de 1 MPa e temperatura de 110 °C. As propriedades dos painéis foram avaliadas a partir do ensaio de flexão estática (EN:310:2002) e resistência da linha de cola ao cisalhamento (EN 314- 1:2004 e EN 314-2:2002). Os resultados indicaram diferença estatística significativa dos efeitos principais: a gramatura e tempo de prensagem apenas no módulo de elasticidade no sentido perpendicular e a inexistência de diferença estatística significativa entre as médias a partir da interação dessas duas variáveis de resposta. Concluiu-se que a espécie apresenta viabilidade técnica para a produção de painéis compensados, podendo maximizar a produtividade e minimizar os custos de produção, por meio da utilização da menor gramatura de adesivo e do menor tempo de prensagem. pt_BR
dc.description.abstract Brazil is a major producer of plywood, where pine forests are the most used in this process, and much of this production is aimed at the furniture industry. Many species have been introduced in the country for this and other purposes, including the Melia azedarach, which still requires many technological studies for the best use of its wood. In this context, the objective of this research was to evaluate the feasibility of use of Melia azedarach for the production of plywood and the effect of the weight of adhesive and pressing time on the properties of the panels. 5 trees from an experimental planting located in Corupá, SC, were used, from which samples were collected for the determination of the density (COPANT 461/1972) and chemical properties (TAPPI 204:1997; 207: 1999; 280: 1999; 212:2002; 252:2002), and for obtaining the veneers. The panels were produced with dimensions of 500mm x 500mm x 10mm (5 veneers) according to a randomized block design in a factorial arrangement (3x2) with 3 weights (320 g/m 2 , 360 g/m 2 and 400 g/m 2) and 2 pressing times (8 and 10 minutes), urea-formaldehyde adhesive, specific pressure of 1 MPa and temperature of 110 °C. The properties of the panels were evaluated from the static bending (EN: 310:2002) and resistance of the glue line to shearing (EN 314-1:2004 and EN 314-2:2002). The results indicated statistically significant difference between main effects: weight and pressing time only for the modulus of elasticity in the perpendicular direction, and the lack of significant differences between the means from the interaction of these two response variables. It was concluded that the species is technically feasible for the production of plywood, being able to maximize productivity and minimize production costs by the use of adhesive lighter weight and shorter pressing time. pt_BR
dc.format 10 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Sociedade de Investigações Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Revista Árvore:v.39,n.4;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Propriedades físico-mecânicas da madeira pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia de chapas pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Tecnologia e utilização de produtos florestais::Tecnologia da madeira e de produtos florestais pt_BR
dc.title Avaliação das propriedades de painéis compensados de Melia azedarach L. produzidos com diferentes gramaturas e tempos de prensagem pt_BR
dc.title Evaluation of the properties of plywood panels of Melia azedarach L. produced with different weights and times of pressing pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Revista_Árvore_v39_n4_p759-768_2015.pdf 296.2Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account