Biblioteca Florestal
Digital

Biomassa de povoamento de Acacia mearnsii De Wild., Rio Grande do Sul, Brasil

Show simple item record

dc.contributor.author Caldeira, Marcos Vinicius Winckler
dc.contributor.author Saidelles, Fabio Luiz Fleig
dc.contributor.author Schumacher, Mauro Valdir
dc.contributor.author Godinho, Tiago de Oliveira
dc.date.accessioned 2015-11-10T13:17:44Z
dc.date.available 2015-11-10T13:17:44Z
dc.date.issued 2011-06
dc.identifier.citation CALDEIRA, M. V. W. et al. Biomassa de povoamento de Acacia mearnsii De Wild., Rio Grande do Sul, Brasil. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 39, n. 90, p. 133-141, jun. 2011. pt_BR
dc.identifier.issn 2318-1222
dc.identifier.uri http://www.bibliotecaflorestal.ufv.br:80/handle/123456789/16185
dc.description.abstract O objetivo deste estudo foi estimar a biomassa da parte aérea e raízes, bem como, analisar a eficiência do uso de equações para estimar a biomassa dos componentes das árvores de Acacia mearnsii com quatro anos de idade. O trabalho foi realizado em um povoamento de acácia-negra localizado na cidade de Arroio dos Ratos/RS, em uma fazenda pertencente à empresa Agroseta S.A., nas coordenadas 30°07’12” S e 51°57”45” W, com altitude média de 90 m. Com base em um inventário florestal, foram abatidas 21 árvores, distribuídas em sete classes diamétricas, cobrindo a heterogeneidade do povoamento. Foi determinada a biomassa dos componentes: folhas, galhos vivos, galhos mortos, raízes, madeira e casca. Foram retiradas amostras de madeira e casca a 50% da altura total das árvores. Foi feito o estudo da regressão para estimar a biomassa dos componentes das árvores em função da atura e diâmetro das mesmas. A biomassa total das árvores com quatro anos de idade foi de 72,91 Mg ha-1, distribuída 64% na madeira, 11% nas raízes, 10% na casca, 7% nos galhos vivos, 5% nos galhos mortos e 3% nas folhas. Foi observado também que não houve tendência de aumento ou redução da contribuição da biomassa total (parte aérea e raízes) com a mudança da classe diamétrica. É possível estimar com êxito a biomassa de raízes com base em dados simples como DAP e altura. pt_BR
dc.description.abstract The objective of this study was to quantify the biomass of Acacia mearnsii trees aged four years. It was conducted in a black wattle stand, located in Arroio dos Ratos, RS, in a farm belonging to Agroseta S/A, located at 30° 07’ 12” S and 51° 57” 45” W, and 90 m of average altitude. The first step taken was to do a forest inventory. For this, 21 trees were felled, distributed in 7 diametric classes, to sample stand heterogeneity. Then the biomass amount in leaves, live branches, dead branches, roots, wood and bark were determined. Samples of wood and bark were taken along the stem at 50% of the total height. The total biomass from Acacia mearnsii trees was 72.91 Mg ha-1, with 64% in the wood, 11% in the roots, 10% in the bark, 7% in live branches, 5% in dead branches and 3% in the leaves. There was no reduction of the total biomass contribution (above and below of the soil) with a diametric rank change. Therefore one may estimate the root biomass by using data such as DBH or height. pt_BR
dc.format 9 páginas pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.publisher Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais pt_BR
dc.relation.ispartofseries Scientia Forestalis:v.39,n.90;
dc.subject.classification Ciências Florestais::Manejo florestal::Dendrometria e mensuração florestal pt_BR
dc.subject.classification Ciências Florestais::Silvicultura::Solos e nutrição florestal pt_BR
dc.title Biomassa de povoamento de Acacia mearnsii De Wild., Rio Grande do Sul, Brasil pt_BR
dc.title Biomass in Acacia mearnsii De Wild stand, Rio Grande do Sul, Brasil pt_BR
dc.type Artigo pt_BR

Files in this item

Files Size Format View
Scientia_Forestalis_v39_n90_p133-141_2011.pdf 637.4Kb application/pdf View/Open ou Pre-visualizar

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Sobre a Biblioteca Florestal

Browse

My Account